• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2017.tde-29112016-130436
Documento
Autor
Nome completo
Daniella Zanellato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Sofiato, Cassia Geciauskas (Presidente)
Giosuelli, Zilda Maria
Rizzi, Maria Christina de Souza Lima
Título em português
Ensino de arte, educação de surdos e museus: interconexões possíveis
Palavras-chave em português
Educação de surdos
Ensino de arte
Mediação cultural e abordagem triangular
Museus de arte
Resumo em português
O ensino da Arte para alunos surdos no Brasil remonta ao período Imperial, por meio do Imperial Instituto de Surdos-Mudos, no Rio de Janeiro. À época, a disciplina de Arte, então nomeada de Desenho, estava incorporada ao currículo, contribuindo para a formação dos alunos surdos. Além disso, presente nas escolas primárias, secundárias e Liceus de Artes e Ofícios, o ensino de Desenho e Arte para surdos acompanhou a tendência da educação nos séculos XIX, XX e XXI. Nas duas últimas décadas, acompanhando o processo de democratização do país, educadores da educação formal e não formal aprofundaram o processo de discussão sobre as bases do ensino da Arte, sustentados pelas proposições da arte/educação e da Abordagem Triangular do ensino da Arte, promovendo reflexões acerca das possibilidades de mediação cultural e social em diferentes espaços educativos para todas as pessoas. Já no início do século XXI, o estreito diálogo entre a escola, o museu e as políticas de inclusão culminaram em ações na perspectiva da educação inclusiva, com vistas a atender aos diferentes públicos e, dentre eles, alunos surdos, estabelecendo novos fluxos e proposições de mediação cultural e ensino da Arte. Diante disso, a presente pesquisa teve por objetivo investigar como se configuram as interconexões na relação entre a escola e o museu de Arte, tendo como foco a educação bilíngue de surdos. As discussões apresentadas encontraram subsídios nos referenciais teóricos apresentados por Barbosa (2008; 2009; 2012; 2012b; 2015), Bourdieu (2007), Bredariolli (2008), Coutinho (2008; 2009; 2013), D´Horta (1995), Falcão (2009), Ferraz e Fusari (2009; 2010), Jannuzzi (2006), Huerta (2010); Lopes (1991), Marandino (2009), Mazzota (2011), Migliaccio (2000), Ott (1989), Richter (2008), Rizzi (2008), Rocha (2007; 2008; 2014), Sarraf (2013), Saviani (2005; 2007), Soares (1999), Silva (2011), Sofiato (2011) Souza (2007) e Tojal (2007; 2014). A pesquisa, de caráter qualitativo, tem por base a análise bibliográfica, além de pesquisa documental e empírica. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas em escolas bilíngues para surdos e Museu de Arte na cidade de São Paulo. Dentre as contribuições para a área, destacamos a compreensão das ressignificações no ensino da Arte na educação de surdos ao longo dos séculos, considerando que na perspectiva inclusiva novas interconexões educativas e culturais vêm sendo ampliadas, favorecendo a acessibilidade cultural e uma aprendizagem em Arte mais significativa a todos.
Título em inglês
Deaf education and art museums: possible interconnections
Palavras-chave em inglês
Art education
Art museums
Cultural mediation and triangular approach
Deaf education
Resumo em inglês
The Art education for deaf students in Brazil dates back to the Imperial period, through the Imperial Instituto de Surdos-Mudos, in Rio de Janeiro. At the time, the discipline of Art, then named Drawing was incorporated into the curriculum, contributing to the education of deaf students. Also present in the elementary and high schools and Arts and Crafts liceus, teaching drawing and art for deaf followed the trend of education of the XIX, XX and XXI centuries. In the past two decades, following the country's democratization process, formal and non formal education teachers increased the process of discussion of the art teaching, sustained by propositions and the Abordagem Triangular do ensino da Arte, promoting reflections about the possibilities of cultural and social mediation in different educational spaces for all people. In the early XXI century, the close dialogue among the school, the museum and social inclusion policies culminated in actions from the perspective of inclusive education, in order to cater to different audiences and, among them, deaf students, establishing new flows and propositions mediation of cultural and art education. Therefore, this study aimed to investigate how to configure the interconnections in the relationship between the school and the Art Museum, focusing on bilingual education of the deaf students. The discussions presented were based on the theoretical frameworks presented by Barbosa (2008; 2009; 2012; 2012b; 2015), Bourdieu (2007), Bredariolli (2008), Coutinho (2008; 2009; 2013), D'Horta (1995), Hawk (2009), Ferraz and Fusari (2009; 2010), Jannuzzi (2006), Huerta (2010); Lopes (1991), Marandino (2009), Mazzota (2011), Migliaccio (2000), Ott (1989), Richter (2008), Rizzi (2008), Rocha (2007; 2008; 2014), Sarraf (2013), Saviani (2005; 2007), Smith (1999), Smith (2011), Sofiato (2011) Souza (2007) Tojal (2007; 2014). The qualitative research is based on the literature review, as well as documentary and empirical research. Semi-structured interviews were conducted in bilingual schools for the deaf and Art Museum in the city of São Paulo. Among the contributions to the area, we highlight the understanding of new meanings in the art of teaching in the education of deaf over the centuries, considering the inclusive perspective, new educational and cultural interconnections being expanded, favoring cultural accessibility and art learning more meaningful.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-01-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.