• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2011.tde-30082011-144217
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Mangione Sampaio Ferraz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Nicolau, Marieta Lucia Machado (Presidente)
Carneiro, Maria Angela Barbato
Goulart, Áurea Maria Paes Leme
Lucas, Maria Angelica Olivo Francisco
Silva, Elisabeth Ramos da
Título em português
Bebês e crianças pequenas em instituições coletivas de acolhimento e educação: representações de educação em creches
Palavras-chave em português
creche
formação de educadores de creche
proposta de acolhimento e educação em creches
representação
Resumo em português
Esta pesquisa buscou identificar e interpretar as representações de educação de bebês e crianças pequenas das profissionais docentes de creche. Os sujeitos foram as profissionais responsáveis pelas crianças de 0 a 2 anos, em uma creche empresarial no município de São Paulo, localizada no Campus de uma Universidade. Esta pesquisa se configurou como do tipo etnográfica, de caráter interpretativo envolvendo a estratégia de estudo de caso. Para a identificação das representações foram utilizados como procedimentos: entrevistas formais e informais; registros fotográficos e observações diretas da prática. Estas observações foram realizadas em três grupos e tiveram frequência semanal durante 3 meses. Além da coleta de dados junto às profissionais e o registro do caderno de campo da pesquisadora, foram analisados registros sobre o cotidiano com as crianças e também planejamentos e rotina dos grupos. Realizou-se um estudo a partir de documentos oficiais, produções acadêmicas, e a literatura produzida sobre experiências de educação de bebês em instituições educacionais com a intenção de apreender, compreender e interpretar as variáveis envolvidas nas representações identificadas. A análise das informações coletadas ao longo da pesquisa de campo teve como referencial a teoria das representações e do método genealógico proposto por Lefebvre (1983). O estudo do cotidiano da creche apontou que as práticas cotidianas nela encontradas não apenas refletem sua história, mas também a antecipam. Ao nível de suas representações as educadoras pareciam se restringir às limitações de suas próprias experiências, porém, ao nível da prática o mesmo não parecia ocorrer. O grupo de educadoras apresentou elementos de mudanças da história, construindo o potencial de um futuro com práticas transformadoras. O estudo das representações apontou que a creche é compreendida como tendo a função de socializar, favorecer a autonomia e o desenvolvimento infantil. O estudo do cotidiano aliado à análise das representações das educadoras indicou que, apesar da compreensão da função da creche como cuidar/educar crianças estar presente em suas representações ainda não aparecem incorporadas. Ao falar sobre proposta educativa, constatou-se que compreendem como educativo aquilo que devem ensinar às crianças, em uma perspectiva mais formal de ensino, passando a dar destaque não somente aos conteúdos voltados à formação pessoal e social, mas também aos conteúdos das diferentes linguagens, somando-os à função da creche e se aproximando de uma concepção mais integrada de cuidado/educação. A análise das representações também revelou contradições entre o discurso e a prática no que se refere à representação de criança, da relação com as famílias e do papel do professor. As crenças em que se originam suas representações estão pautadas em experiências profissionais e pessoais anteriores, em conhecimentos em torno da história desse segmento e carecem de escuta e reflexão em torno do que revela o cotidiano. Evidenciou-se que falta às educadoras a possibilidade de elaborar de forma crítica as experiências da prática educativa, tanto no que se refere ao cotidiano como no que se refere às suas representações, relacionando-as com as representações de outros sujeitos, com toda a história dessa instituição e com a história singular da creche em que trabalham.
Título em inglês
Babies and toddlers in institutions of collective care and education: representations of education in nurseries.
Palavras-chave em inglês
day care
proposal for care and education in nurseries
representation
training of nursery teachers
Resumo em inglês
This research sought to identify and interpret the representations of education of infants and toddlers from the nursery professional teachers. The subjects were the professionals responsible for children 0-2 years in a private companys nursery in São Paulo, located at the campus of a university. This research was configured as a ethnographic character interpretive strategy involving the case study. The procedures used to identify the representations were as following: formal and informal interviews, photographic records, and direct observations of practice. These observations were performed weekly during three months with three distinct groups. Besides the professionals data collection and the researcher fields notes, records on the daily routine with children, teachers planning and routine groups were also analyzed. A study based on official documents, academic productions, and produced literature on infant education experiences in educational institutions was also conducted with the intention to grasp, understand and interpret the variables involved in the representations identified. The analysis of the information collected during the field research had as a benchmark the theory of representations and the pedigree method proposed by Lefebvre (1983). The study of the everyday routine in the nursery indicated that the daily practices reflect not only its history but also anticipates it. In terms of their own representations, teachers seemed to be restricted to the limitations of their own experiences. However, when it came to analyze the practical implementation the previous statement did not seem to occur. The group of teachers provided evidence of changes in history, building a potential future with transformative practices. The study of representations indicated that the nursery is understood as having the function to socialize, promote autonomy and child development. The study of everyday life combined with the analysis of representations of the educators indicated that, despite understanding the function of the nursery as caring/educating, in their representations it not appeared yet incorporated. When exploring educational proposal, it was found that what they understand as education is what they must teach from a more formal educational perspective, highlighting not only the content focused on personal and social education, but also the contents of the different languages thus adding them to the role of the nursery and approaching a more integrated care/education paradigm. The analysis of representations also revealed contradictions between rhetoric and practice in regards to the representation of children, the relationship with the families and the role of the teacher. The beliefs that originate their representations are guided by past personal and professional experiences, present knowledge about the history of this sector and lack of listening and reflection on the foundings of the daily routine. It was proven that the teachers lack the possibility to develop in a critical method the experiences of routine educational processes, as much in regards to the daily life as its representations, relating them to the representations of other subjects, with the whole story of the institution and the unique history of the nursery where they work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
capa.pdf (138.42 Kbytes)
TESE.pdf (15.08 Mbytes)
TESE2.pdf (203.94 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.