• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2004.tde-06102014-090632
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Miguel Benjó
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Luz, Protasio Lemos da (Presidente)
Carvalho, Maria Helena Catelli de
Batlouni, Michel
Moreno Junior, Heitor
Spadaro, Joel
Título em português
Avaliação da função endotelial e da cinética de quilomícrons em homens saudáveis com redução isolada do HDL-colesterol: efeitos da niacina
Palavras-chave em português
Endotélio vascular/ultrassonografia
Homem
Seguimentos
Resumo em português
A aterosclerose é um processo inflamatório crônico e sistêmico, responsável pelo surgimento de eventos cardiovasculares, uma alteração precoce na aterosclerose é a disfunção endotelial. Fatores de risco clássicos, em geral, associam-se a aterosclerose. Porém, cerca de 35% dos coronariopatas não apresentam estes fatores. Estudos têm relacionado concentrações baixas de HDL-C com coronariopatia e disfunção endotelial. Sabe-se também que a lipemia pós-prandial está relacionada alterações na cinética de quilomícrons (QM) e associa-se à doença coronária. Nossa hipótese foi que concentrações baixas de HDL-C, isoladamente, estariam associadas a disfunção endotelial e a diminuição da remoção de remanescentes de quilomícrons; e que o tratamento com niacina de liberação lenta poderia reverter estes efeitos. Estudamos 30 pacientes com HDL-C inferior a 40 mg/dl e 11 controles. Avaliamos a função endotelial por ultra-sonografia de alta resolução da artéria braquial aferindo a dilatação mediada pelo fluxo (DMF) e pela dilatação mediada pelo nitrato (DMN). Avaliamos também a cinética de quilomícrons utilizando a técnica de clearence de quilomícrons artificiais. Idade e altura foram similares em ambos os grupos, porém os pacientes do grupo HDL-C Baixo apresentavam maior peso, IMC e circunferência abdominal. Os pacientes do grupo HDL-C Baixo apresentaram concentrações mais baixas de HDL-C (34,3 +/- 4,6 vs. 50,6 +/- 11,7 mg/dl), p < 0,001. As concentrações de Colesterol Total e LDL-C foram semelhantes em ambos os grupos porém, as concentrações basais de triglicérides e glicemia foram mais elevadas no grupo HDL-C Baixo (113,1 +/- 43,9 vs. 78,9 +/- 35,1; e 96,2 +/- 8,6 vs. 89,9 +/- 7,8), p<0,02 e <0,05 respectivamente. A DMF e a taxa de remoção fracional de colesterol éster (TRF-CE) foram menores no grupo HDL-C Baixo (7,4 +/- 4,1 vs. 12,8 +/- 4,6%; e 0,0036 +/- 0,0051 vs. 0,0122 +/- 0,0084 0,0036 +/- 0,0051min-1), p < 0,001 e < 0,008 respectivamente; a DMN e a taxa de remoção fracional de triglicérides (TRF-TG) foram similares. Os 22 pacientes apresentaram DMF diminuída (< 8 %) e foram divididos aleatoriamente em 2 grupos de 11 indivíduos. Um grupo recebeu 1,5 g/dia de niacina de liberação lenta e o outro placebo. Após 3 meses de tratamento os pacientes do grupo niacina apresentou normalização da DMF que aumentou de 5,44 +/- 1,89% para 11,13 +/-3,4%, p <0,01. Os demais parâmetros não se alteraram em ambos os grupos. Baixas concentrações de HDL-C associaram-se a disfunção endotelial, pela menor DMF, e a menor TRF-CE, ou seja maior permanência de RQM. A niacina corrigiu a disfunção endotelial sem agir nas concentrações lipídicas ou na cinética de lípides
Título em inglês
Endothelial function and chylomicron-like emulsion kinetics assessment in healthy men with isolated low HDL-cholesterol: Niacin's effect
Palavras-chave em inglês
Endothelium vascular/ultrasonography
Follow-up-studies
Man
Resumo em inglês
Atherosclerosis is a chronic and systemic inflammatory process that causes the cardiovascular disease. Classical risk factors are, in general, associated to atherosclerosis; however about 35% of the patients do not have those factors. Low HDL-C has been associated to coronary artery disease (CAD) and endothelial dysfunction. Postprandial lipemia is related to changes in chylomicron kinetics and are also related to CAD. Our hypothesis were that low HDL-C would be associated to endothelial dysfunction and slower clearence of chylomicron and remnants; and that treatment with slow release niacin could revert those abnormalities. We studied 30 men with 40 mg/dl or less of HDL-C and 11 controls. We used high resolution ultrasonography on the brachial artery to evaluate flow-mediated dilation (FMD) and nitrate-mediated dilation (NMD) to estimate the flow independent dilation. We also assessed chylomicron kinetics trough the chylomicron-like emulsion clearence technique. Both groups were comparable regarding age, height and total cholesterol and LDL-C concentrations. The low HDL-C group had higher weight, body mass index, abdominal circumference and triglycerides and glucose concentrations (113.1 +/- 43.9 vs. 78.9 +/- 35.1; and 96.2 +/- 8.6 vs. 89.9 +/- 7.8), p<0.02 and <0.05 respectively. This group also had lower concentrtions of HDL-C (34.3 +/- 4.6 vs. 50.6 +/- 11.7 mg/dl, p < 0.001) as expected. The FMD and the cholesterol ester fractional clearence (CEFC) were reduced in the low HDL-C group (7.4 +/- 4.1 vs. 12.8 +/- 4.6%; and 0.0036 +/- 0.0051 vs. 0.0122 +/- 0.0084 vs. 0.0036 +/- 0.0051min-1, p < 0.001 and < 0,008 respectively). The NMD and the triglycerides fractional clearence were similar in both groups. Twenty two low HDL-C patients had a reduced FMD (< 8%) and were randomized in 2 groups of eleven. 1.5 g/day of niacin were given to the first group while the other received placebo. After 3 months the niacin treated patients showed a normalization of FMD (from 5.44 +/- 1.89 to 11.13 +/-3.4%, p <0,01) while the placebo group had no changes (from 5.21 +/- 2.07 vs. 5.69 +/- 2%) . The other variables remained unmodified. In conclusion, low concentrations of HDL-C were associated with endothelial dysfunction and slower chylomicron clearence. Niacin corrected the endothelial dysfunction without affecting the lipids concentration or chylomicron kinetics
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.