• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2009.tde-10092009-115211
Documento
Autor
Nome completo
Priscyla Borges Miyamoto de Araújo Girardi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Hueb, Whady Armindo (Presidente)
Buffolo, Enio
Gomes, Walter José
Silva, Expedito Eustáquio Ribeiro da
Spadaro, Joel
Título em português
Custos comparativos entre a revascularização miocárdica com e sem circulação extracorpórea
Palavras-chave em português
Circulação extracorpórea
Custos de cuidados de saúde
Doença das coronárias
Revascularização miocárdica
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Técnicas cirúrgicas de revascularização miocárdica sem o uso de circulação extracorpórea (CEC) trouxeram esperanças de resultados operatórios com menor dano sistêmico, menor ocorrência de complicações clínicas e menor tempo de internação hospitalar gerando expectativas de menor custo hospitalar. OBJETIVOS: Avaliar o custo hospitalar em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica com e sem o uso de CEC, em portadores de doença multiarterial coronária estável com função ventricular preservada. MÉTODOS: Os custos hospitalares foram baseados na remuneração governamental vigente. Foram acrescentados nos custos, o uso de orteses, próteses, complicações e intercorrências clinicas. Foram considerados o tempo e os custos da permanência na UTI e de internação hospitalar. Não foram consideradas remuneração de profissionais médicos e equipe multiprofissional, bem como depreciação de materiais, taxa de administração predial, água luz, telefone, alimentação, exames laboratoriais de admissão e medicamentos. RESULTADOS: Entre janeiro de 2002 a Agosto de 2006 foram randomizados 131 pacientes para cirurgia com CEC e 128 pacientes sem CEC. As características clínicas basais foram semelhantes para os dois grupos. Os custos das intercorrências cirúrgicas foram significantemente menores (p<0,001) para pacientes do grupo SCEC comparados ao grupo CCEC (606,00 ± 525,00 vs 945,90 ± 440,00) bem como, os custos na UTI (432,20 ± 391,70 vs 717,70 ± 257,70) respectivamente. Entretanto, o custo final foi maior no grupo SCEC (6.877,00 ± 525,20 vs 5.305,00 ± 440,11; p<0.001) devido ao preço do estabilizador utilizado. Os tempos de permanência na sala cirúrgica foram (4,9 ± 1,1h vs 3,9 ± 1,0h), (p<0,001), na UTI (48,25 ± 17,2h vs 29,20 ± 26,1h) (p<0,001), com tempo de entubação (9,2 ± 4,5h vs 6,4 ± 5,1h) (p<0,001) para pacientes do grupo com CEC e sem CEC respectivamente. CONCLUSÃO: Esses resultados permitem concluir que a cirurgia de revascularização miocárdica sem circulação extracorpórea, proporcionou diminuição de custos operacionais relacionados com a diminuição de tempo de permanência em cada setor do tratamento cirúrgico. Todavia, o alto custo do estabilizador, determinou o aumento do custo final da cirurgia SCEC.
Título em inglês
Comparative costs between the surgical of myocardial revascularization with and without cardiopulmonary bypass
Palavras-chave em inglês
Coronary disease
Extracorporeal circulation
Health care costs
Myocardial revascularization
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Techniques of coronary artery bypass grafting without the use of cardiopulmonary bypass (CPB) aim surgical results with less systemic damage, lower incidence of clinical complications and shorter hospitalization, generating expectations of lower hospital costs. OBJECTIVE: To evaluate the hospital cost in patients undergoing coronary artery bypass grafting with and without the use of CPB, in patients with multivessel coronary disease with stable preserved ventricular function. METHODS: Hospital costs were based on the current local government payment for the cardiac surgery. The use of orthoses, prostheses, and the clinical complications events were added in the cost. It was also added the duration of staying at ICU and total hospitalization period in the final cost. Yet, it was not considered remuneration of medical professionals as well as the cost of the depreciation of equipment, administration fee of land, water, electricity, phone, food, laboratory tests for admission and medicines. RESULTS: From January 2002 to August 2006, 131 patients and 128 patients were randomized for surgery with CPB and without CPB, respectively. The baseline characteristics were similar for both groups. The cost of surgical complications of the group without CPB were significantly lower compared to the group with CPB (606.00 ± 525.00 vs 945, 90 ± 440.00, p <0,001); as well as, the costs of ICU (432, 20 ± 391.70 vs 717.70 ± 257.70, p<0,001). Yet, the final cost was higher in the without CPB group (6.877,00 ± 525,20 vs 5.305,00 ± 440,11; p<0.001) due to the price of the Octopus stabilizer. Additionally, the occupation time at the operating room was (4.9 ± 1.1h vs 3, 9 ± 1.0h, p<0,001), at the ICU was (48.25 ± 17.2h vs 29, 20 ± 26.1h, p<0001) with intubations time (9.2 ± 4.5h vs 6, 4 ± 5.1h, p <0001) in the group with CPB and without CPB, respectively. CONCLUSION: These results showed that the coronary artery bypass grafting without cardiopulmonary bypass has decreased operational costs related to reduce length of stay in each sector of the surgical procedure. However, the high cost of the stabilizer lead to increased final cost of SCEC surgery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PriscylaGirardi.pdf (969.67 Kbytes)
Data de Publicação
2009-09-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.