• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-11072012-094212
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Andrade de Macêdo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Bortolotto, Luiz Aparecido (Presidente)
Cesar, Luiz Antonio Machado
Franco, Roberto Jorge da Silva
Santello, Jose Luiz
Tavares, Agostinho
Título em português
Estudo dos determinantes de doença arterial coronária grave em pacientes hipertensos com indicação de arteriografia renal por suspeita de estenose de artéria rena
Palavras-chave em português
Angiografia
Angiografia coronária
Doença da artéria coronariana
Estenose da artéria renal
Hipertensão renovascular
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Em pacientes hipertensos com suspeita de doença arterial coronária (DAC), indicações para a realização de arteriografia renal no mesmo procedimento da cinecoronariografia estão bem estabelecidas. Entretanto, em hipertensos com suspeita de estenose de artéria renal (EAR) com indicação de arteriografia renal, não estão bem definidos os determinantes da presença de DAC grave. OBJETIVOS: Avaliar a prevalência e os determinantes de DAC grave em pacientes hipertensos com indicação de arteriografia renal por suspeita de EAR. METODOLOGIA: Oitenta e dois pacientes com suspeita clínica de EAR foram submetidos à cinecoronariografia e arteriografia renal no mesmo procedimento. Lesão arterial significativa em artérias renal e/ou coronária foi definida por obstrução luminal maior ou igual a 70%. RESULTADOS: Obstrução luminal significativa, tanto em artéria coronária quanto em renal, foi encontrada em 39% dos pacientes. Os pacientes com DAC grave apresentaram idade mais avançada (63±12 vs. 56±13 anos; p=0,03), maior prevalência de angina (41 vs. 16%; p=0,013), maior diâmetro do átrio esquerdo (44,7 vs. 40,6mm; p=0,005) e maior velocidade de onda de pulso (12,6 vs. 10,7 m/s, p=0,02), comparados com os pacientes sem DAC grave. A presença de EAR significativa esteve associada a uma maior prevalência de DAC grave comparada a pacientes sem a lesão (66% vs. 22%; p<0,001). A análise multivariada demonstrou que EAR70% esteve associada com DAC grave de maneira independente (OR: 11,48; 95%CI 3,2-40,2; p<0,001), mesmo em pacientes sem angina (OR: 13,48; 95%CI 2,6-12,1; p<0,001). CONCLUSÃO: Há elevada prevalência de doença coronária grave em pacientes hipertensos com estenose de artéria renal significativa. A presença de estenose maior ou igual a 70%, verificada em arteriografia renal, é preditor forte e independente para a presença de DAC grave, mesmo na ausência de angina
Título em inglês
Determinants of severe coronary artery disease in hypertensive patients with indications of renal angiography for suspected renal artery stenosis
Palavras-chave em inglês
Angiography
Coronary angiography
Coronary artery disease
Renal artery stenosis
Renovascular hypertension
Resumo em inglês
INTRODUCTION: In patients with suspected coronary artery disease (CAD), indications for performing coronary and renal angiography at the same setting are well established. However, in hypertensive patients with suspected renal artery stenosis (RAS) with indication for renal angiography, it is not well defined the determinants of the presence of severe CAD. OBJECTIVES: We aimed to evaluate the prevalence and determinants of severe CAD in hypertensive patients referred to renal angiography for the diagnosis of RAS. METHODS: Eighty-two consecutive patients with high clinical risk for RAS systematically underwent renal angiography and coronary angiography at the same procedure. Significant RAS and CAD were defined as arterial luminal obstruction 70%. RESULTS: Either significant RAS or significant CAD were present in 32/82 patients (39%). Patients with severe CAD were older (63±12 vs. 56±13 years, p=0.03), had more angina (41 vs. 16%; p=0.013), higher left atrial diameter (44.7 vs. 40,6mm; p=0.005), and higher pulse wave velocity (12.6 vs. 10.7 m/s); p=0.02) compared to patients without significant CAD. Significant RAS was associated with an increased prevalence of severe CAD compared to patients without the lesion (66% vs. 22%, respectively; p<0.001). Binary logistic regression analysis showed that RAS 70% was independently associated with severe CAD (OR: 11.48; 95%CI 3.2-40.2; p<0.001), even in patients without angina (OR: 13.48; 95%CI 2.6-12.1; p<0.001). CONCLUSION: The prevalence of severe CAD in hypertensive patients with significant RAS is high. The presence of RAS 70%, diagnosed by renal angiography, is a strong and useful predictor to identify severe CAD, independently of the presence of angina
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ThiagoAndradeMacedo.pdf (430.15 Kbytes)
Data de Publicação
2012-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.