• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-23032011-174637
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Reis Tavares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Mady, Charles (Presidente)
Barretto, Antonio Carlos Pereira
Matsubara, Beatriz Bojikiam
Mesquita, Evandro Tinoco
Villacorta Junior, Humberto
Título em português
A ação do digital na fibrose miocárdica em modelo experimental
Palavras-chave em português
Colágeno/metabolismo
Digitoxina
Fibrose
Modelos animais
Remodelação ventricular
Resumo em português
Estudos recentes sobre disfunção ventricular demonstram o potencial terapêutico da modulação da matriz extracelular. Isso se dá pela influência que a referida matriz tem sobre a função sistólica e a diastólica do coração. Outros estudos demonstram a influência do digital sobre os sistemas neurohormonais desbalanceados no cenário de disfunção ventricular levantando uma questão acerca do potencial do digital como modulador da deposição do colágeno intersticial e perivascular miocárdico. Sabendo-se da importância prognóstica que a concentração do colágeno no referido cenário tem, a literatura apresenta uma lacuna de conhecimento. Objetivo: Avaliar o papel do digital no remodelamento miocárdico em um modelo experimental. Material e Métodos: 60 ratos Wistar foram separados em 3 grupos de 20. Um grupo controle (GC); outro grupo submetido ao modelo experimental de uninefrectomia, administração de água de beber com 1% de NaCl e de aldosterona subcutânea (GA); e outro grupo submetido ao mesmo modelo experimental, mas também recebendo digitoxina na ração de comer na dose de 100 g/Kg/dia (GAD). Resultados: A fração de volume de colágeno intersticial e perivascular mostrou-se maior no GA comparado aos outros dois grupos (GC e GAD). O índice de desempenho miocárdico mostrou diferença estatisticamente significativa entre o GA (0,49 ± 0,08) e o GC (0,32 ± 0,06) e o GAD (0,4 ± 0,13) (p=0,001). Os níveis séricos de BNP mostraram diferença estatisticamente significativa entre o GA (1,07 ± 0,32 ng/ml) e o GC (0,75 ± 0,19 ng/ml) e o GAD (0,84 ± 0,21 ng/ml) (p=0,01). Os níveis de metaloproteinases não diferiram entre os grupos. Houve uma correlação positiva entre uma maior fração de encurtamento e menores níveis séricos de BNP no GAD. Conclusões: Esses dados demonstram que a digitoxina teve efeito reduzindo a deposição de colágeno intersticial e perivascular e melhorando a função cardíaca avaliada pelo BNP e IDM nesse modelo experimental
Título em inglês
Effects of digitoxin on myocardial collagen deposition process in a fibrosis experimental model
Palavras-chave em inglês
Animal models
Collagen/metabolism
Digitoxin
Fibrosis
Ventricular remodeling
Resumo em inglês
Recent studies on myocardial dysfunction are highlighting the therapeutic potential of the myocardial extracellular matrix management. Its interesting to highlight the importance of the dynamics of the cardiac extracellular matrix, because even the systolic and diastolic functions are implicated on it. Other studies showed that digital compounds may regulates the neuroendocrin misbalance due to myocardial impairment and influencing these systems the digital compounds may regulates the interstitial collagen deposition. Objective: To evaluate the role of the digital on a myocardial fibrosis in an experimental model, examining if the digital is able to prevent the collagen deposition. Methods: The sample was divided in 20 rats from the control group (CG); 20 rats submitted to a fibrosis experimental model in which the rats are uninefrectomized, drink water with 1% NaCl during the protocol and receive aldosterone through an osmotic minipump (AG); and 20 rats submitted to the same experimental model treated with digitoxin in a daily dose of 100 g/Kg (DAG). Results: The interstitial and perivascular collagen volume fraction showed a significant difference between the AG and the other 2 groups (CG and DAG). The myocardial performance index showed a significant difference between the AG (0.49 ± 0.08) and the CG (0.32 ± 0.06) and the DAG (0.40 ± 0.13) (p=0.001). The BNP levels showed a significant difference between the AG (1.07 ± 0.32 ng/ml) and the CG (0.75 ± 0.19 ng/ml) and the DAG (0.84 ± 0.21 ng/ml) (p=0.01). The metalloproteinases levels did not differ among the groups and there was a positive correlation between the shortening fraction and the BNP levels among the GAD animals. Conclusion: These data demonstrate the digitoxin positive effect on the myocardial collagen deposition in this experimental model of interstitial fibrosis and could have a new therapeutic target previously unexplored
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LeandroReisTavares.pdf (630.45 Kbytes)
Data de Publicação
2011-03-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.