• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-28022013-142022
Documento
Autor
Nome completo
Gilmar Valdir Greque
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Serrano Junior, Carlos Vicente (Presidente)
Lemos Neto, Pedro Alves
Pazin Filho, Antonio
Pesaro, Antonio Eduardo Pereira
Schmidt, Andre
Título em português
Papel das estatinas na lesão miocárdica e nos marcadores inflamatórios em pacientes submetidos a implante eletivo de stent coronário
Palavras-chave em português
Angioplastia
Doença da artéria coronária
Infarto do miocárdio
Inflamação
Stents
Resumo em português
Introdução. A elevação dos marcadores inflamatórios e de necrose miocárdica, após intervenção coronária percutânea, pode interferir nos resultados clínicos. No entanto, pouco se conhece sobre a terapia com estatinas pré-procedimento na redução destes marcadores em pacientes estáveis de baixo risco. Objetivo. Avaliar se o uso de estatina, antes do implante eletivo de stent coronário (ISC), reduz os níveis plasmáticos de marcadores inflamatórios e de necrose miocárdica, em pacientes com doença arterial coronária (DAC), estáveis e de baixo risco. Métodos. Neste estudo observacional prospectivo, 100 pacientes (n=50 em uso de estatina vs n=50 sem uso de estatina) com DAC estável foram submetidos à implante eletivo de stent coronário. Marcadores inflamatórios (proteína C reativa [PCR], interleucina[IL] -6, fator de necrose tumoral- e matrix metaloproteinase-9) e marcadores de necrose miocárdica (troponina I e CK-MB ) foram dosados antes e 24 horas após o implante eletivo de stent coronário. Resultados. Todos os pacientes apresentaram um aumento significativo de PCR e IL-6, após ISC. No entanto, esse aumento foi anulado em pacientes que faziam uso de estatina antes de ISC em relação àqueles que não tomavam estatina: 75% vs 150% (p <0,001) e 192% vs 300% (p <0,01) respectivamente. Os outros marcadores pró-inflamatórios foram semelhantes para os dois grupos de pacientes. Troponina I e CK-MB não se alterou, após ISC, independentemente, da terapia com estatina anterior ou não. Conclusão. O pré-tratamento com estatina reduz a magnitude da inflamação após ISC, demonstrada por aumentos significativamente menores de PCR e IL-6, em pacientes com DAC, estável e de baixo risco. Lesão miocárdica periprocedimento foi irrelevante e não foi afetada pela terapia com estatina pré-procedimento nesta população
Título em inglês
Effec of statin therapy on inflammation and myocardial injury in satable coronary artery disease patients submitted to coronary stent implantationt
Palavras-chave em inglês
Angioplasty
Coronary artery disease
Inflammation
Myocardial damage
Stents
Resumo em inglês
Background. The elevation of markers of inflammatory and myocardial necrosis after percutaneous coronary intervention may interfere on clinical outcome. However, little is known concerning preprocedural statin therapy on the reduction of these markers in stable patients at low-risk. Objective. To evaluate if statin therapy prior to elective coronary stent implantation (CSI) reduces the plasma levels of markers inflammatory and myocardial necrosis in patients with low-risk stable coronary artery disease (CAD). Methods. In this prospective, observational study, 100 patients (n=50 on statin therapy vs n=50 not on statin) with stable CAD underwent elective CSI. Inflammatory (C-reactive protein [CRP], interleukin [IL]-6, tumor necrosis factor-a and matrix metalloproteinase-9) and myocardial necrosis markers (troponin I and CK-MB) were determined before and 24 hours after CSI. Results. All patients presented a significant increase of CRP and IL-6 after CSI. However, this increase was blunted in patients on statin therapy prior to CSI than those without statin therapy: 75% vs 150% (p<0.001), and 192% vs 300% (p<0.01), respectively for PCR and IL-6. The other pro-inflammatory markers were not affected in both sets of patients. Troponin I and CK-MB did not change after CSI regardless of previous statin therapy or not. Conclusions. Previous treatment with statins reduces the magnitude of procedural inflammation, denoted by markedly lower increases of CRP and IL-6 levels, in elective CSI on stable CAD patients. Periprocedural myocardial injury was not significant in this population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GilmarValdirGreque.pdf (384.65 Kbytes)
Data de Publicação
2013-03-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.