• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-20122010-172410
Documento
Autor
Nome completo
Gean Paulo Scopel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Faria, José Carlos Marques de (Presidente)
Alonso, Nivaldo
Costa, Marcio Paulino
Farina Junior, Jayme Adriano
Pereira, Max Domingues
Título em português
Estudo comparativo da fixação dos transplantes musculares na reanimação facial unilateral com ou sem o uso do tendão palmar longo
Palavras-chave em português
Doenças do sistema nervoso periférico
Microcirurgia
Músculos/transplantes
Paralisia facial
Retalhos cirúrgicos
Resumo em português
Vinte e seis pacientes com paralisia facial unilateral de longa duração foram submetidos à reanimação facial em único estágio com transplante do músculo grácil inervado pelo ramo massetérico do nervo trigêmeo. Foram divididos em 2 grupos não-randomizados de acordo com a técnica de fixação: Grupo I (19 pacientes), fixação do músculo com uso do tendão palmar longo inserido no músculo orbicular nos lábios superior e inferior do lado não paralisado (além da linha média); Grupo II (7 pacientes), fixação do retalho apenas com pontos separados no músculo orbicular dos lábios superior e inferior no lado paralisado. A avaliação qualitativa demonstrou melhores resultados no Grupo I (94,1% vs 66,6%). Na comparação do posicionamento do arco de cúpido em repouso, no pré e pós-operatório, observamos melhora estatisticamente significante (p<0,05) em ambos os grupos. Durante o sorriso, entretanto, houve melhora significativamente maior na centralização do arco de cúpido nos pacientes submetidos à fixação com tendão palmar longo (Grupo I)
Título em inglês
Comparative study of muscle transplants insertion technique for unilateral facial reanimation with and without the palmaris longus tendon
Palavras-chave em inglês
Facial palsy
Free flaps
Microsurgery
Muscle/transplants
Peripheral nervous system diseases
Resumo em inglês
Twenty-six patients with unilateral long-stading facial palsy underwent 1-stage reanimation with free gracilis muscle transplant innervated by the masseteric branch of the trigeminal nerve. They were divided into 2 nonrandomized groups according to insertion technique: group I (19 patients), palmaris longus tendon graft placed between the gracilis free flap and the orbicularis oris of the upper and lower lip on the nonparalyzed side; group II (7 patients), interrupted suture between the free flap and the orbicularis oris of the upper and lower lip on the paralyzed side. Qualitative evaluation of the smile demonstrated better results in patients from group I (94,1% vs 66,6%). Comparing the position of the Cupid`s bow at rest, pre- and postoperatively in each patient, we observed significant improvement of facial symmetry in both groups. During smile, however, there was significantly higher rate of centralization of the Cupid`s bow in patients submitted to reanimation with the use of the palmaris longus tendon (group I)
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GeanPauloScopel.pdf (4.87 Mbytes)
Data de Publicação
2010-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.