• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.2016.tde-22082016-150641
Documento
Autor
Nombre completo
Fabio de Aquino Capelli
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Cernea, Claudio Roberto (Presidente)
Kanda, Jossi Ledo
Matos, Leandro Luongo de
Tannuri, Ana Cristina Aoun
Vanderlei, Felipe Augusto Brasileiro
Título en portugués
Quantificação dos linfonodos em espécimes de esvaziamento cervical: estudo morfológico
Palabras clave en portugués
Anatomia
Cadáver
Estudos transversais
Esvaziamento cervical
Excisão de linfonodo
Neoplasias de cabeça e pescoço
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: O esvaziamento cervical é parte importante do tratamento das neoplasias de cabeça e pescoço, exercendo também função de estadiamento, ao quantificar os linfonodos e verificar seu grau de acometimento pela doença. Neste estudo a quantidade de linfonodos em espécimes de esvaziamento cervical radical modificado realizados em uma série de cadáveres não formolizados foi avaliada, procurando definir parâmetros que determinem o número mínimo desejável de linfonodos em um esvaziamento cervical efetuado na prática clínica, bem como o número de linfonodos em cada nível do esvaziamento cervical. O trabalho busca também verificar se existe relação entre o número de linfonodos nos espécimes de esvaziamento cervical radical modificado e dados demográficos e antropométricos do cadáver. MÉTODOS: Estudo anatômico transversal com a realização de dissecções em 28 cadáveres não formolizados do Serviço de Verificação de Óbitos da Capital, reproduzindose a técnica de esvaziamento cervical radical modificado bilateralmente, com a retirada do tecido fibroadiposo que contém os linfonodos cervicais profundos, nível por nível, segundo a divisão e limites anatômicos preconizadas pela American Head and Neck Society e pela American Academy of Otolaryngology-Head and Neck Surgery. Os espécimes foram dissecados manualmente a fresco, pelo mesmo patologista, com separação dos linfonodos encontrados e colocação em cassetes e armazenados em frascos separados para cada nível, contendo solução de formalina tamponada a 10%. O tecido adiposo remanescente também foi incluído para avaliação posterior. A análise das lâminas coradas por hematoxilina e eosina teve a finalidade de confirmar os linfonodos dissecados manualmente e avaliar a presença de linfonodos microscópicos. RESULTADOS: A amostra analisada foi constituída por 28 cadáveres, sendo 18 (64,3%) do sexo masculino e com média de idade de 67,4 ± 10,3 anos. Quinze indivíduos foram classificados como brancos (53,6%), 12 negros/pardos (42,9%) e um amarelo (3,6%), apresentando peso médio de 59,6 ± 13,3 kg, altura média de 164 ± 9,1 cm e índice de massa corpórea (IMC) médio de 22,0 ± 3,9 kg/m2. A média do número de linfonodos encontrados nos diferentes níveis dos 56 esvaziamentos cervicais radicais modificados realizados foram: nível IA - 1,5 (IC 95%: 1,1 - 1,8), nível IB - 2,5 (IC 95%: 2,1 - 2,9), nível IIA - 7,2 (IC 95%: 6,0 - 8,5), nível IIB - 6,5 (IC 95%: 5,5 - 7,4), nível III - 6,6 (IC 95%: 5,7 - 7,4), nível IV - 8,6 (IC 95%: 7,1 - 10,1), nível V - 11 (IC 95%: 9,2 - 12,7), totalizando 43,8 linfonodos (IC 95%: 40,3- 47,4). O número de linfonodos no nível IV à esquerda apresentou maior média em indivíduos do sexo masculino em relação aos do sexo feminino (11,9 X 7,2; p=0,040 - teste de Mann-Whitney), além de ter mostrado correlação positiva com a altura (r=+ 0,396, p=0,037 - teste de correlação de Spearman). A quantidade de linfonodos no nível V à direita, e quando considerada nos dois lados do pescoço em conjunto, também teve correlação positiva com o peso (r=+ 0,417, p=0,027 e r=+ 0,278, p=0,038; respectivamente, teste de correlação de Spearman) e o IMC (r=+0,456, p=0,015 e r=+0,317, p=0,021; respectivamente, teste de correlação de Spearman) do indivíduo. O número total de linfonodos de cada esvaziamento apresentou correlação negativa com a idade (r=-0,358, p=0,007 - teste de correlação de Spearman). Não houve diferenças em relação à raça dos indivíduos. CONCLUSÕES: A análise dos dados encontrados permite delinear um parâmetro em relação ao número mínimo recomendável de linfonodos a ser recuperado em um espécime de esvaziamento cervical radical modificado, bem como em cada nível deste esvaziamento, efetuado na prática clínica. Houve associação do número de linfonodos identificados nos espécimes de esvaziamento cervical radical modificado, em algumas situações, com o sexo, altura, idade, peso e índice de massa corpórea do cadáver
Título en inglés
Quantitative analysis of lymph nodes in neck dissection specimens: morphologic study
Palabras clave en inglés
Anatomy
Cadaver
Cross-sectional studies
Head and neck neoplasms
Lymph node excision
Neck dissection
Resumen en inglés
INTRODUCTION: Neck dissection is an important part of the treatment of head and neck neoplasms and also perform a staging function, by quantifying the lymph nodes and verifying their degree of involvement by the disease. In this study the amount of lymph nodes in modified radical neck dissection specimens conducted in a series of non-preserved cadavers was accessed, trying to define parameters which determine the minimum desired number of lymph nodes in a neck dissection performed in clinical practice, as well as the number of lymph nodes in each level of the neck dissection. The study also seeks to determine whether there is a relationship between the number of lymph nodes in the specimens of modified radical neck dissection and demographic and anthropometric data of the cadaver. METHODS: Cross-sectional anatomical study conducted in 28 non-preserved cadavers dissected in the Serviço de Verificação de Óbitos of the University of São Paulo, reproducing the modified radical neck dissection technique bilaterally, with the removal of fibroadipose tissue that contains the deep cervical lymph nodes, level by level, according to the division and anatomical limits recommended by the American Head and Neck Society and the American Academy of Otolaryngology-Head and Neck Surgery. Specimens were manually dissected by the same pathologist, with separation of the lymph nodes, which were placed in cassettes and stored in separate vials for each level, containing phosphate buffered formalin 10% solution. The remaining fat tissue was also included for further evaluation. The analysis of the slides stained with hematoxylin and eosin aimed to confirm manually dissected lymph nodes and to determine the presence of microscopic lymph nodes. RESULTS: There were 28 cadavers; 18 (64.3%) were male and the mean age was 67.4 ± 10.3 years. Fifteen subjects were classified as caucasian (53.6%), 12 afrodescendants (42.9%) and one asian (3.6%), with average weight of 59.6 ± 13.3 kg, mean height of 164 ± 9.1 cm and mean body mass index (BMI) of 22.0 ± 3.9 kg/m2. The average number of lymph nodes found in the levels of the 56 modified radical neck dissections performed were: level IA - 1.5 (95% CI: 1.1 - 1.8), level IB - 2.5 (95% CI: 2.1 - 2.9), level IIA - 7.2 (95% CI: 6.0 - 8.5), IIB level - 6.5 (95% CI: 5.5 - 7.4), level III - 6.6 (95% CI: 5.7 - 7.4), level IV - 8.6 (95% CI: 7.1 - 10.1), level V - 11 (95% CI: 9.2 - 12.7), totalizing 43.8 lymph nodes (95% CI: 40.3 - 47.4). The number of lymph nodes in the left side level IV was higher in males compared to females (11.9 X 7.2; P=0.040 - Mann-Whitney´s test), and correlated positive with height (r=+ 0.396, P=0.037 - Spearman´s correlation test). The amount of lymph nodes in the right side level V, and also when considered both sides of the neck, had positive correlation with the weight (r=+ 0.417 P=0.027 e r=+ 0.278, P=0.038; respectively, Spearman´s correlation test) and BMI (r=+ 0.456, P=0.015 e r=+0.317, P=0.021; respectively, Spearman´s correlation test) of the individual. The total number of lymph nodes in each neck dissection had a negative correlation with age (r=-0.358, P=0.007 - Spearman´s correlation test). There were no differences in relation to the race of individuals. CONCLUSIONS: The results defined a parameter in relation to the minimum recommended number of lymph nodes to be recovered in a modified radical neck dissection specimen, as well as on each level of this dissection, performed in clinical practice. There was association among the number of lymph nodes identified in specimens of modified radical neck dissection and some demographic and antropometric features: sex, height, age, weight and body mass index of the cadaver
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-08-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.