• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-10032017-090259
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Pereira de Moraes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Casseb, Jorge Simão do Rosário (Presidente)
Benard, Gil
Brigido, Luís Fernando de Macedo
Título em português
Estudo sobre a relação depressão e adesão aos ARTs entre diferentes grupos de homens portadores de HIV/AIDS
Palavras-chave em português
Adesão
Depressão
HIV
HSH
HSM
Prevalência
Questionários
Síndrome da imunodeficiência adquirida
Resumo em português
Objetivos: Investigar a prevalência de depressão no grupo de homens participantes do estudo, relacionar a incidência de depressão a baixa adesão e prevalência de depressão por faixa etária. Metodologia: Os 216 pacientes, (100 HSM e 116 HSH) foram submetidos ao questionário de investigação de depressão de BECK no ato do comparecimento às consultas previamente agendadas pelo setor responsável. O questionário consiste em 21 grupos de afirmações. Para investigação de aderência foi utilizado o questionário START. Resultados: Encontramos relação entre depressão e baixa adesão nestes pacientes, independente de faixa etária e orientação sexual. O estudo aponta que homens que fazem sexo com homens (HSH) é 2,0 prevalente em depressão, Conclusões: Por ser este um grupo que recebe cuidados há muito tempo por parte da equipe médica, o índice de adesão foi alto, mesmo em pacientes deprimidos. O grupo HSH mostrou-se claramente mais suscetível a desenvolver depressão, numa escala 2 vezes maior que o grupo HSM, quadros de depressão interferirem negativamente no desenrolar da doença com queda na adesão. O resultado deste trabalho (no grupo estudado a taxa de adesão encontrada é de 90%) indica que uma equipe multidisciplinar funcional pode mudar o curso da doença em pacientes vulneráveis ao desenvolvimento de quadros de depressão. Ações profiláticas diagnosticando e prevenindo quadros de depressão aumentam o índice de aderência dos pacientes, evitando comorbidades no curso da infecção por HIV/AIDS
Título em inglês
Study on the relationship depression and adherence to ARTs between different groups of men with HIV/AIDS
Palavras-chave em inglês
Acquired immunodeficiency syndrome
Adherence, Depression
HIV
MSM
MSW
Prevalence
Questionnaires
Resumo em inglês
Objectives: To investigate the prevalence of depression in the group of men participating in the study, the incidence of depression relate to low adherence and consider prevalence of depression by age. Methods: The 216 patients (100 MSW and 116 MSM) underwent questionnaire BECK depression research in attendance Act consultations previously scheduled by the responsible sector. The questionnaire consists of 21 groups of claims. For adherence research was used questionnaire START. Results: There was a relationship between depression and low adherence in these patients, regardless of age and sexual orientation. The study indicates that men infected in sexual contact with person of the same sex is 2.0 prevalent in depression Conclusions: Since this is a group that receives care for a long time by the medical staff, the adherence rate was high, even in depressed patients. The MSM group showed clearly more susceptible to developing depression, a scale 2 times the MSW group, shows the possibility of cases of depression negatively interfere in the course of the disease. This work indicates that a functional multidisciplinary team changes the course of disease in patients vulnerable to develop depression symptoms. Prophylaxis, diagnosing and preventing manifestations of depression increase the adhesion rate of the patients, avoiding comorbidities in the course of HIV infection / AIDS
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.