• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-13012020-113645
Documento
Autor
Nome completo
Heliana Freitas de Oliveira Góes Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Sato, Maria Notomi (Presidente)
Miyamoto, Denise
Reis, Vitor Manoel Silva dos
Tomimori, Jane
Título em português
Mecanismos pró-inflamatórios e reguladores na dermatite de contato alérgica a metilcloroisotiazolinona e metilisotiazolinona
Palavras-chave em português
Aditivos em cosméticos
Citocinas
Dermatite alérgica de contato
Imunidade inata
Interleucina-10
Interleucina-6
Linfócitos T reguladores
Resumo em português
INTRODUÇÃO: As dermatites de contato representam de 4 a 7% das consultas dermatológicas de acordo com estudos europeus e americanos, dentre elas está a dermatite de contato alérgica (DCA) que é uma reação imune cutânea de hipersensibilidade do tipo IV mediada por linfócitos T. Dentre as substâncias causadoras de DCA estão as isotiazolinonas utilizadas como conservantes em produtos cosméticos e industriais. Os dois principais produtos desse grupo são: metilcloroisotiazolinona (MCI) e metilisotiazolinona (MI). Embora existam estudos evidenciando a participação de receptores Toll-like (TLR), de mecanismos pró-inflamatórios e reguladores em lesões cutâneas de indivíduos com DCA, não há evidências sobre a participação destes componentes na DCA a MCI/MI. OBJETIVO: Avaliar o equilíbrio dos fatores pró-inflamatórios e reguladores no local da reação de DCA ao composto MCI/MI. MÉTODOS: Foram selecionados indivíduos com DCA a MCI/MI identificada no teste de contato. A expressão de fatores pró-inflamatórios foi avaliada por q-PCR e por imunohistoquímica após 48 horas da aplicação do teste de contato com MCI/MI no grupo com DCA e de água estéril no grupo sem DCA. Análises da secreção de IL-1Beta, TNF e IL-6 induzidas por MCI/MI ou MI por células mononucleares do sangue periférico (CMNs) foram realizadas por citometria de fluxo. RESULTADOS: Foram evidenciados uma expressão diminuída de mRNA para TLR4 e aumento dos níveis de IL6 e dos fatores reguladores como FOXP3, IL10 e TGF Beta no local da reação positiva a MCI/MI. Além disso, detectamos níveis aumentados de proteínas de TLR4, FOXP3, IL-6 e IL-10 na camada dérmica na reação de DCA. Observamos também que o composto MCI/MI é capaz de induzir citocinas pró-inflamatórias TNF, IL-1Beta e IL-6 de CMNs, em ambos os grupos, positivos ou não ao composto, pela via de sinalização de NF-Kappa B. CONCLUSÃO: A sensibilização com MCI/MI induz fatores pró-inflamatórios e possui acentuada capacidade de elicitar componentes reguladores para controlar o processo imunopatológico. Isto destaca que o efeito tolerogênico é um mecanismo crucial para a resolução da DCA, considerando que muitas substâncias de exposição ocupacional e de uso pessoal podem conter compostos biocidas e conservantes
Título em inglês
Proinflammatory and regulatory mechanisms in allergic contact dermatitis to methylchloroisothiazolinone and methylisothiazolinone
Palavras-chave em inglês
Additives in cosmetics
Cytokines
Dermatitis allergic contact
Immunity innate
Interleukin-10
Interleukin-6
T-Lymphocytes regulatory
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Contact dermatitis accounts for 4 to 7% of dermatological consultations according to European and American studies, including allergic contact dermatitis (ACD), which is a T-lymphocyte-mediated type IV hypersensitivity skin reaction to the allergen. Among the substances that cause ACD are isothiazolinones used as preservatives in cosmetic and industrial products. The two main products in this group are methylchloroisothiazolinone (MCI) and methylisothiazolinone (MI). Although there are studies showing the participation of Toll-like receptors (TLR), proinflammatory and regulatory mechanisms in cutaneous lesions of individuals with ACD, there is no evidence on the participation of these components in ACD to MCI/MI. OBJECTIVE: To evaluate the balance of proinflammatory and regulatory factors at the site of ACD reaction to the MCI/MI compound. METHODS: Individuals with ACD to MCI/MI identified in the patch test were selected. The expression of proinflammatory factors was assessed by q-PCR and immunohistochemistry 48 hours after the application of the MCI/MI patch test in the group with ACD and sterile water in the group without ACD. Analysis of MCI/MI or MI induced IL-1Beta, TNF and IL-6 secretion by peripheral blood mononuclear cells (PBMC) was performed by flow cytometry. RESULTS: Decreased mRNA expression for TLR4 and increased IL6 levels were observed, as well as regulatory factors such as FOXP3, IL10 and TGF Beta at the site of positive MCI/MI reaction. In addition, we detected increased levels of TLR4, FOXP3, IL-6 and IL-10 proteins in the dermis layer in the ACD reaction. We also observed that MCI/MI compound is capable of inducing in the PBMC TNF, IL-1Beta and IL-6 proinflammatory cytokines in both groups, positive or not to the compound, by the NF-Kappa B signaling pathway. CONCLUSION: Sensitization with MCI/MI induces proinflammatory factors and it has marked ability to elicit regulatory components to control the immunopathological process. This highlights that the tolerogenic effect is a crucial mechanism for the resolution of ACD, considering that many occupational and personal exposure substances may contain biocidal compounds and preservatives
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.