• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-20122010-115323
Documento
Autor
Nome completo
Katia Cristina Dantas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Martins, Jose Eduardo Costa (Presidente)
Criado, Paulo Ricardo
Moreira, Adriana Pardini Vicentini
Pannuti, Claudio Sergio
Silva, Marcos Vinicius da
Título em português
Avaliação de seqüências iniciadoras das regiões 18SrDNA, 5,8SrDNA e ITS pela Nested PCR, em amostras de soro e líquor de pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) para o diagnóstico molecular da criptococose
Palavras-chave em português
Criptococose
Cryptococcus neofarmans
Estudos soroepidemiológicos
Líquido cefalorraquidiano
Reação em cadeia da polimerase
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Resumo em português
Cryptococcus neoformans (C. neoformans), um fungo que se encontra disseminado em várias partes do mundo, inclusive no Brasil, é o responsável pela criptococose infecção oportunista mais comum em pacientes com a síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). O caráter sistêmico da criptococose pode levar esses pacientes a óbito. A finalidade de se obter um diagnóstico laboratorial rápido e acurado de C. neoformans, principalmente para o seguimento dos pacientes HIV nos levou a investigar "seqüências iniciadoras" (Si) A, B e C das regiões 18SrDNA, 5,8SrDNA e ITS do Cryptococcus spp. Pela Nested PCR com estas seqüências, sugerimos a melhor delas para o desenvolvimento de um diagnóstico molecular em relação aos métodos usuais. Para tal, foram avaliadas amostras de soro e líquor de 39 pacientes, que já haviam recebido tratamento clínico. Todos os casos foram selecionados em grupos, como segue:7 com criptococose (GIII), 14 HIV positivos (GIV), 18 HIV positivos associados com a criptococose (GV) em relação a 10 controles - indivíduos sadios (GI) e amostras de culturas referência (GII). Os resultados obtidos pela Nested PCR com as "Sis" A, B e C foram comparados àqueles obtidos pelos métodos de diagnóstico convencionais. As análises desse estudo mostraram que as "Sis" A, B e C detectam C. neoformans com especificidade variada, tanto no soro (SiA 91,66%, SiB-100%, SiC 75%), como no líquor (SiA 83,33%, SiB 100% e SiC 75%) mas não apresentaram falso positivo, quando esses resultados foram comparados aos obtidos das culturas heterólogas (GVI). A SiB, em líquor, apresentou sensibilidade, acurácia, valores preditivo positivo e negativo, e especificidade de 100% para a detecção de C. neoformans da mesma forma que no soro, porém neste o valor preditivo negativo foi 89%, acurácia 94% e a sensibilidade 88%. Em amostras de soro e líquor, os testes Tinta da China e Látex, mostraram resultados falso positivos para o GIV e falso negativos nos grupos GIII e GV. As análises comparativas entre as técnicas mostraram que a ordem de eficiência da sensibilidade para detecção de C. neoformans no soro foi SiB>SiA=Látex>SiC e no líquor foi SiB> SiA>tinta da China>Látex=SiC. No soro, a especificidade entre as técnicas foi SiB>SiA=Látex>SiC e no líquor foi SiB=tinta da China>Látex>SiA>SiC. De acordo com nossos dados, concluímos que, independente da doença associada (HIV) ou se o paciente for tratado, a SiB foi a melhor seqüência para a detecção de C. neoformans, tanto em amostras diretamente de soro, como de líquor para todos os grupos estudados. Tendo em vista os fatos, acreditamos que, a aplicação da técnica da Nested PCR com a "SiB", em amostras de líquor e soro, é um método viável e acurado para realizar o diagnóstico molecular do C. neoformans em pacientes HIV. O uso de amostras de soro, para o segmento dos pacientes com SIDA, durante o tratamento, pode ser a forma menos invasiva em relação ao líquor para a detecção do C. neoformans, com vantagens sobre os métodos utilizados
Título em inglês
Evaluation of primers 18SrDNA, 5,8SrDNA and ITS regions by Nested PCR in serum and cerebrospinal fluid samples from acquired immunodeficiency syndrome (AIDS) patients for molecular diagnosis of cryptococcosis
Palavras-chave em inglês
18S rDNA region
8SrDNA e ITS region
AIDS
Cerebrospinal fluid
Cryptococcosis
Cryptococcus neoformans 3.5
Nested PCR
Resumo em inglês
Cryptococcus neoformans (C. neoformans), a fungus that is widespread in many parts of the world, including Brazil, is responsible for cryptococcosis the most common opportunistic infection in patients with acquired immunodeficiency syndrome (AIDS). The systemic character of cryptococcosis may be fatal. In order to obtain a rapid and accurate laboratory diagnosis to follow - up of HIV-cryptococcosis patients led us to investigate the sensibility and especificity of three primers (A, B and C) of 18SrDNA, 5,8SrDNA and ITS regions of Cryptococcus spp. Using Nested PCR with those primers we suggest the best among them to be used as a method of molecular diagnosis in relation to the usual techniques. For this purpose, the serum and cerebrospinal fluid (CSF) of 39 patients, who had received medical treatment, were evaluated. All cases were separated in groups, as follows: 7 with cryptococcosis (group III), 14 HIV positive (group IV), 18 HIV positive associated with cryptococcosis (group V) were compared to, 10 healthy subjects (group I) controls, as well as to reference cultures (group II) samples. The results obtained by nested PCR with primers A and B and C were compared to those obtained by conventional diagnostic methods. The analyses of primers A, B and C detected C. neoformans both in serum (SiA 91,6%, SiB-100%, SiC 75%), and in CSF (SiA 83,3%, SiB 100% e SiC 75%). Besides, they were specific for the identification of C. neoformans and showed that there were no false positives when compared with heterologous cultures (group VI) samples. The primer B in CSF showed 100% sensitivity, 100% accuracy and 100% predictive values (positive and negative), and 100% specificity for the detection of C. neoformans, the same that occurs in serum, but in this case, with 88% in sensitivity, 89% predictive value negative and 94% accuracy. In serum and CSF samples the China Ink and the Latex tests showed false positive results for group IV and false negative for III and V groups. The comparative analysis among the techniques (Nested PCR, China Ink, Latex) indicated that the efficiency order of sensitivity for the detection of C. neoformans were PrB> PrA = Latex> PrC in serum and PrB > PrA > China Ink> Latex = PrC in CSF. For the serum and CSF specificities the same techniques were used with the following results: PrB>PrA=Latex>PrC and PrB=China Ink>Latex>PrA>PrC. According to our data we conclude that, whether the patients had been under treatment or not, the Nested PCR by PrB was the best way to detect C. neoformans both in serum and in CSF for all groups. The following up of AIDS patients, throughout the course of therapy was found to be feasible, accurate and less invasive to detect C. neoformans by using serum samples (directly)
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.