• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-05082008-151021
Documento
Autor
Nome completo
Renato dos Reis Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pannuti, Claudio Sergio (Presidente)
Bellei, Nancy Cristina Junqueira
Ueda, Vanda Akico
Título em português
Padronização e comparação de técnicas de reação em cadeia por polimerase (PCR) para detecção do metapneumovírus humano em secreções respiratórias
Palavras-chave em português
Infecções respiratórias
Metapneumovírus humano/diagnóstico
Reação da cadeia da polimerase
Técnicas de diagnóstico e procedimento
Resumo em português
A reação em cadeia por polimerase (PCR) e suas variantes tem sido, desde o isolamento do metapneumovírus humano (hMPV), a técnica mais utilizada para a detecção do vírus em secreções respiratórias de diferentes grupos de pacientes. Entretanto, a interpretação de estudos abordando aspectos epidemiológicos e patogenéticos da infecção pelo hMPV tem sido dificultada pelo uso de uma grande variedade de técnicas de PCR "in house" na ausência de uma técnica "padrão ouro" claramente definida. A avaliação da sensibilidade, especificidade e reprodutibilidade de qualquer técnica molecular "in house" é um passo crucial para podermos comparar estudos realizados por diferentes grupos de pesquisa e diferentes grupos de pacientes. Este estudo teve como objetivos a padronização de duas técnicas de PCR - convencional e em tempo real - para a detecção do hMPV em secreções respiratórias e a avaliação da concordância existente entre as técnicas. Entre 228 amostras de lavado de nasofaringe coletadas de receptores de transplante de células tronco hematopoiéticas com sintomas de infecção respiratória aguda, 10 (4,4%) foram positivas para a presença do hMPV pela técnica de PCR convencional enquanto que 11 (4,8%) foram positivas pela técnica de PCR em tempo real. A concordância entre as técnicas, medida pelo índice Kappa para um intervalo de confiança de 95%, foi de 0,95, ou seja, quase perfeita.
Título em inglês
Standardization and comparison of polymerase chain reaction assays to the detection of human metapneumovirus at respiratory specimens
Palavras-chave em inglês
Diagnostic techniques and procedures
Human metapneumovirus/diagnosis
Polymerase chain reaction
Respiratory tract infections
Resumo em inglês
The polymerase chain reaction (PCR) has been, since the isolation of the virus in 2001, the most used technique for detection of human metapneumovirus (hMPV) in respiratory specimens of several groups of patients. However, the interpretation of studies regarding the epidemiology and pathogenesis of hMPV infection has been hindered by the use of a great variety of PCRs techniques for hMPV detection, in the absence of a clearly defined "gold standard". The assessment of the sensitivity, specificity and reproducibility of any in-house molecular technique is a crucial step to allow the comparison of studies conducted in different settings and different groups of patients. The aim of the present study was to standardize two in-house PCR assays a conventional PCR and a real-time PCR for detecting hMPV in nasopharyngeal aspirates and to evaluate the agreement between the two assays. Of 228 samples of nasopharyngeal aspirates obtained from hematopoietic stem cell transplant recipients with acute respiratory symptoms, 10 (4.4%) were positive for hMPV by conventional PCR whereas 11 (4.8%) were positive by real-Time PCR. The agreement of both assays, measured by Kappa Index, was almost perfect (0.95, 95% confidence interval).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.