• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-07052010-150127
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Rodrigues Bonazzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Abdala, Edson (Presidente)
Bacchella, Telesforo
Mendonça, João Silva de
Santos, Sigrid de Sousa dos
Sato, Helena Keico
Título em português
Imunogenicidade de doses dobradas da vacina contra o vírus da hepatite B em pacientes cirróticos em lista de espera para transplante de fígado: estudo clínico randomizado
Palavras-chave em português
Cirrose hepática
Ensaio clínico controlado aleatório
Transplante de fígado
Vacinas contra hepatite B/administração & dosagem
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A vacina contra o vírus da hepatite B é recomendada a todos os pacientes cirróticos, por outra etiologia, em lista de espera para transplante de fígado. Entretanto, a resposta vacinal descrita nesta população é inferior à da população de adultos imunocompetentes. Estratégias para aumentar sua imunogenicidade são discutidas na literatura, como a aplicação de doses dobradas, recomendada a populações de imunodeprimidos. Neste estudo, foi comparada a resposta à vacina contra o vírus da hepatite B de um esquema com doses simples a um com doses dobradas, e avaliada a influência de outros fatores associados à resposta vacinal no cirrótico em lista de espera para transplante de fígado. MÉTODO: Desenvolveu-se um estudo clínico, prospectivo, randomizado, entre outubro de 2006 e setembro de 2008. Adotando-se intervalo de confiança de 95% e poder de 80%, o cálculo da amostra resultou em 103 pacientes em cada grupo. Estimou-se uma perda de 10%, resultando em 113 pacientes a receber o esquema 0, 1, 2 e 6 meses com dose simples, e 113 a receber esquema semelhante com dose dobrada. As vacinas utilizadas foram Euvax e Butang. A imunogenicidade da vacina foi avaliada através da dosagem do anti-HBs após a terceira e a quarta dose da vacina. RESULTADO: Foram selecionados 738 pacientes inscritos em lista de espera para transplante de fígado, e incluídos 232. Na análise de resposta vacinal após a terceira dose, não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos que receberam dose simples ou dobrada (35,2% x 37,2%, p = 0,8). A soroconversão global após a quarta dose foi 66,9% (85/127). Também não houve diferença entre o grupo com dose simples e dobrada após a quarta dose (64,5% x 69,2%, p = 0,57), mas ao desenvolver a análise com ajuste para alguns fatores de confusão como idade, IMC, MELD e grupo sanguíneo, encontrou-se uma razão de probabilidade de soroconversão entre os pacientes que receberam a dose dobrada de 2,57 vezes a razão entre os pacientes que receberam a dose simples. Esta diferença foi estatisticamente significante, mas o intervalo de confiança incluiu 1 (OR=2,57, IC 95%=1 até 6,63, p=0,043). Fatores como idade, IMC e grupo sanguíneo O foram preditivos de resposta vacinal após a quarta dose da vacina. CONCLUSÃO: Não houve diferença na resposta vacinal entre dose simples e dobrada no cirrótico após esquema proposto. A má resposta após o esquema acelerado (0,1 e 2 meses) não contribui para que este esquema seja adotado na prática clínica. Provavelmente, o número de doses e o intervalo entre elas têm maior relevância, em relação a dose simples ou dobrada, como estratégia para aumentar a resposta vacinal.
Título em inglês
Immunogenicity of double doses of hepatitis B vaccine in cirrhotic patients in waiting list for orthotopic liver transplantation: a randomized clinical trial
Palavras-chave em inglês
Cirrhosis
Hepatitis B vaccines/administration & dosage
Liver transplantation
Randomized controlled clinical trial
Resumo em inglês
BACKGROUND: Vaccine against hepatitis B is recommended for all cirrhotic patients, by another etiology, in waiting list for liver transplantation. However the vaccine response described in this population is lower than in immunocompetent adults. Strategies to increase its immunogenicity are discussed in the literature, as the application of double doses, usually recommended in immunocompromised populations. This study compared response to the vaccine against hepatitis B virus in a single dose regimen with a double dose regimen, and evaluated the influence of other features associated with vaccine response in cirrhotic on the waiting list for liver transplantation. METHOD: A prospective and randomized clinical trial was conducted between October 2006 and September 2008. Adopting confidence interval of 95% and a power of 80%, calculated sample comprised 103 patients in each group. Considering an estimated mortality of 10%, final calculated sample resulted in 113 patients to receive the scheme 0, 1, 2 and 6 months with a single dose, and 113 to receive a similar scheme with double doses. Vaccines used were Euvax and Butang. Vaccine immunogenicity was assessed measuring anti-HBs after the third and fourth dose of vaccine. RESULT: We selected 738 patients in waiting list for liver transplantation and included 232. There was no statistically significant difference between the groups that received single or double doses in the analysis of vaccine response after the third dose (35.2% vs. 37.2%, p = 0,8). Overall seroconversion after the fourth dose was 66.9% (85/127). There was no difference between the groups with double and single dose after the fourth dose (64.5% vs. 69.2%, p = 0,57), but analysis adjusted for some confounding factors such as age , BMI, MELD and blood group, found odds of seroconversion among patients who received double doses 2.57 times that of patients who received single doses. This difference was statistically significant, but confidence interval included 1 (OR = 2.57, 95% CI = 1 to 6.63, p = 0.043). Features as age, BMI and blood group were predictors of vaccine response after the fourth dose of vaccine. CONCLUSION: There was no difference in vaccine response between single and double doses in cirrhotic patients after the proposed scheme. The poor response after accelerated schedule (0.1 and 2 months) does not contribute to adopting this scheme in clinical practice. Number of doses and interval between them may be more important to vaccine response than single or double doses.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.