• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-27052010-170611
Documento
Autor
Nombre completo
Adriana Bueno de Figueiredo
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Cercato, Cintia (Presidente)
Faria, Maria Estela Justamante de
Lottenberg, Ana Maria Pita
Título en portugués
Avaliação fonoaudiológica clínica e eletromiográfica da motricidade orofacial do obeso: estudo comparativo
Palabras clave en portugués
Estudo comparativo
Mastigação
Obesidade
Sistema estomatognático
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: Alterações da morfologia, tonicidade e postura das estruturas do sistema estomatognático interferem diretamente em suas funções. Vários autores investigaram a implicação da mastigação na saciedade envolvendo mecanismos do sistema nervoso central. OBJETIVO: identificar se indivíduos obesos apresentam alterações no sistema estomatognático em relação a indivíduos de peso normal. MÉTODOS: Foram avaliados quarenta sujeitos obesos, oito homens e 32 mulheres, com média de idade de 30,0 ±8,9 anos e média de índice de massa corpórea (IMC) de 40,5 ±8,1 Kg/m2 e quarenta voluntários de peso normal, seis homens e 34 mulheres, com média de idade de 28,5 ±7,3 anos e média de IMC de 21,6 ± 1.9 Kg/m2. Foram excluídos indivíduos com ausência dentária, com alteração da arcada dentária (classe II e III de Angle), obstrução nasal da respiração no teste de Glatzel, dor durante a mastigação, patologia da articulação têmporo-mandibular, patologia neurológica e histórico de cirurgia bariátrica. Para a coleta dos dados foi estabelecida uma escala de (0) para ausência de alteração e (1) para alteração presente. A mastigação foi avaliada com o uso de 5g de pão francês e considerada como normal ou alterada e a contagem do número de golpes mastigatórios foi realizada por duas vezes, a partir do primeiro golpe mastigatório até a primeira deglutição. A deglutição foi observada em sua fase oral nas consistências sólida e líquida e foi considerada normal ou alterada. A morfologia, tonicidade e postura dos lábios, língua e bochechas foram determinadas por observação e consideradas como normais ou alteradas. A contração do músculo temporal anterior e do masseter foi determinada por palpação e considerada como normal ou diminuída. A eletromiografia de superfície foi realizada em masseter e temporal anterior durante a máxima oclusão dentária por cinco segundos em vinte sujeitos obesos, dois homens e 18 mulheres, com média de idade de 27,7 ± 7,47 anos e média de IMC de 37,8 ± 5,09 Kg/m2 e vinte voluntários de peso normal, dois homens e 18 mulheres, com média de idade de 26,4 ± 7,37 anos e média de IMC de 21 ± 1,88Kg/m2 através de eletromiógrafo de dois canais para o registro dos sinais de potencial elétrico em Root Mean Square (RMS) e valores em microvolts (V). RESULTADOS: os indivíduos obesos apresentaram maiores alterações de mastigação, deglutição, tonicidade diminuída de lábios, língua e bochechas e contração diminuída de temporal anterior e masseter em relação aos indivíduos controles. Não foi observada diferença significativa entre os sujeitos obesos e de peso normal no número de golpes mastigatórios. Na eletromiografia os obesos apresentaram assimetria entre as médias do potencial elétrico de masseter direito e esquerdo e menor média de potencial elétrico de masseter direito em comparação ao grupo controle. CONCLUSÕES: os obesos apresentaram maiores alterações do sistema estomatognático, mas não houve diferença no número de golpes mastigatórios entre os dois grupos. O grupo de obesos apresentou assimetria e menor potencial elétrico em RMS dos músculos da mastigação do que o grupo de peso normal
Título en inglés
Clinical and eletromigrafic speech therapy evaluation of the orofacial motricity of the obese: a comparative study
Palabras clave en inglés
Chewing
Comparative study
Obesity
Stomatognathic system
Resumen en inglés
INTRODUCTION: Alterations in morphology, tonicity and position of the structures of the stomatognathic system directly affect its functions. Many authors have investigated the relation of chewing with satiety, involving mechanisms of the central nervous system. OBJECTIVE: to identify differences in the stomatognathic system between obese and normal weight subjects. METHODS: forty obese subjects were evaluated, eight males and 32 females, with average age 30,0 ±8,9, average of body mass index (BMI) 40,5 ±8,1 Kg/m2 and forty normal weight volunteers, six males and 34 females, average age 28,5 ±7,3, and average BMI 21,6 ± 1.9 Kg/m2. Subjects without teeth, with malocclusion Angles Class II and III, nasal respiratory obstruction on Glatzels test, pain during chewing, pathology of the temporomandibular joint, neurological pathology and history of bariatric surgery have been excluded. For data collection the score (0) for absence of alteration and score (1) for presence of alteration was established. The observation of mastication of each subject was made by 5g of bread roll and considered as normal or altered. The number of chewing strokes was counted for twice, starting from the first bite until to the first swallowing. The oral stage of swallowing was observed in the solid and liquid consistence, and was considered normal or altered. The morphology, tonicity and posture of the lips, tongue and cheeks has been determined by observation and considered normal or altered. The contraction of the anterior temporal and masseter muscles was determined by palpation and considered as normal or diminished. The Electromyography recordings of the electrical activity of the masseter and anterior temporal muscles during maximum tooth clenching for five seconds were made in twenty obese subjects, two males and 18 females with average age 27,7 ± 7,47, average BMI 37,8 ± 5,09 Kg/m2 and in twenty normal weight volunteers, two males and 18 females, with average age 26,4 ± 7,37 and average BMI 21 ± 1,88Kg/m2 and were registered in Root Mean Square (RMS) and microvolts (V). RESULTS: The obese subjects had significantly differences regarding changes in chewing and deglutition; reduced tonicity of the lips, tongue and cheeks, decreased contraction of the masseter and anterior temporal muscles. No significant difference in the number of chewing strokes was observed between the both groups. In the electromyography the obese subjects had been divergent between average of the electrical activity of the right and left masseter and minor average of electrical activity of right masseter in comparison to normal weight subjects. CONCLUSIONS: The obese subjects had more significantly alterations in the stomatognathic system. No significant difference in the number of chewing strokes was observed between both groups. The obese group had been divergent and minor average of the electrical activity in RMS of the chewing muscles than control group
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-05-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.