• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-03022016-144719
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula Klein
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Ana Flavia Pires Lucas D (Presidente)
Senna, Dulce Maria
Cunha, Gustavo Tenório
Título em português
Matriciamento na atenção primária à saúde: o trabalho do psicólogo no NASF no município de São Paulo
Palavras-chave em português
Apoio matricial
Atenção primária à saúde
Equipe interdisciplinar de saúde
Psicologia
Saúde da família
Saúde mental
Resumo em português
Com o intuito de fortalecer a Estratégia Saúde da Família e aumentar sua resolutividade, foi criado o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Essa proposta privilegia a metodologia de trabalho do Apoio Matricial, que possibilita a troca de saberes entre diferentes profissionais. O presente estudo teve como objetivo analisar a concepção e a prática da atividade de matriciamento realizada por psicólogos que trabalham no NASF no município de São Paulo para as Equipes da Estratégia Saúde da Família (EqSF). Foi utilizada a metodologia qualitativa e a análise dos dados foi de conteúdo do tipo temática. Foram realizadas quinze entrevistas semiestruturadas em profundidade com psicólogos que atuam em diferentes regiões do município. A troca de saberes e a capacitação apareceram como os principais significados da concepção de matriciamento. A prática revelou dificuldades, como a divisão desigual de tarefas, em que as EqSF devem se responsabilizar pela assistência direta à população enquanto o NASF ocupa o lugar daquele que capacita e supervisiona, gerando uma grande tensão sobre de quem é a responsabilidade da assistência, e assimetrias de poder dos especialistas em relação aos profissionais da EqSF. Há desvalorização do núcleo de competência em detrimento ao campo, falta de estabelecimento de parâmetros do que é comum a todos e o que é específico a cada profissional, ocasionando dificuldades de trabalho conjunto, organização do trabalho com divisão de profissionais não escolhidos de acordo com os casos e necessidades de saúde do território, falta de recursos na Atenção Primária à Saúde (APS), sobrecarregada com o excesso de demanda para o contingente de profissionais disponíveis, e uma gestão percebida pelos profissionais como fraca, fragmentada e pouco acolhedora. Apesar das dificuldades encontradas, os psicólogos contribuem com o matriciamento com uma ampliação do olhar para o reconhecimento da subjetividade implicada nos processos de saúde-doença nas dinâmicas pessoais e familiares, na identificação dos aspectos emocionais, na qualificação da escuta sem julgamento e na desmitificação de transtornos mentais. O Apoio Matricial necessita, para efetivar-se, do reconhecimento de quais aspectos dizem respeito ao campo da APS, e que são comuns a todos, e quais são as especificidades dos núcleos de competência que cabem aos profissionais do apoio se responsabilizar, propiciando encontros mais horizontais e divisão de trabalho mais democrática e colaborativa, em conjunto com a ampliação de recursos para a construção de uma APS abrangente e integral
Título em inglês
Matrix support in primary health care: the psychologists working in NASF in São Paulo
Palavras-chave em inglês
Family health
Matrix support
Mental health, Interdisciplinary health team
Primary health care
Psychology
Resumo em inglês
In order to strengthen Family Health Program and increase its effectiveness, the Family Health Team Supporter (NASF) was created. This team uses the Matrix Support methods which allow the exchange of knowledge between different kinds of professional. This study aimed to analyze the establishment and practice of the mental health Matrix Support activities to the teams from the Family Health Teams (EqSF), which was conducted by psychologists working in the NASF in the city São Paulo in Brazil. Qualitative methodology was used, and content analysis was done in thematic style. Fifteen semi-structured interviews were conducted with psychologists who work in different regions of the city of São Paulo. The exchange of knowledge and training appeared as the main takeaways regarding the concept of Matrix Support. The practice revealed a number of difficulties. There was a significant tension over who was responsible for the assistance, teamwork difficulties, imbalance of power between specialists and Family Health professionals, unequal division of labor. With respect to this last point, EqSF is responsible for direct assistance to the population with NASF being responsible for training and supervision. Additionally, another difficulty was that the organizing of work was not chosen according to the regional health needs and specific cases in that territory. Next, there was devaluation of the core knowledge over the field. There were a failure to establish parameters of what knowledge and practice is common to all, and what is specific to each professional. Lack of resources overburdened the primary health care (APS) with an excess of demand for the contingent of professionals available. In addition, the study identified a weak and poorly coordinated management. Despite the difficulties encountered, psychologists contributed to the Matrix Support with an amplified vision of the following: recognition of subjectivity implied in the process of health and sickness, intrapersonal and family dynamics, identification of emotional aspects, importance of listening without judgment and decrease stigma of mental disorders. To be effective, Matrix Support needs to recognize which aspects concern the field of APS that are common to all and which are the specific competencies under the responsibility of the cores team of the support professionals, contributing to more horizontal encounters and a more democratic and collaborative division of labour, in addition to the expansion of resources to build a comprehensive and integral APS
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AnaPaulaKlein.pdf (1.29 Mbytes)
Data de Publicação
2016-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.