• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-05122018-133401
Documento
Autor
Nome completo
Helena Lemos Petta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita (Presidente)
Campos, Gastão Wagner de Sousa
Cardoso, Janine Miranda
Oliveira, Ana Flavia Pires Lucas D
Título em português
Grande mídia e comunicação sobre saúde coletiva e atenção primária: análise da experiência de produção da série televisiva "Unidade Básica"
Palavras-chave em português
Atenção primária em saúde
Comunicação em saúde
Integralidade em saúde
Meios de comunicação
Mídia audiovisual
Saúde pública
Resumo em português
A comunicação é um dos grandes desafios para reconstruir de maneira crítica as práticas de saúde, especialmente, quando se visa alcançar um público ampliado por intermédio da grande mídia, orientando-se por valores e concepções não-hegemônicas e pouco familiares ao senso comum. O objetivo deste estudo foi analisar os limites e as potencialidades gerados pelo diálogo entre o campo da Saúde Coletiva e a comunicação na grande mídia, tomando como base o processo de produção da série médica "Unidade Básica", que foi televisionada em setembro de 2016 por importante emissora de televisão a cabo. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, de caráter compreensivo-interpretativo, sendo a pesquisadora uma observadora participante. O estudo baseou-se na descrição densa do processo de elaboração da série em suas diversas etapas (desenvolvimento; pré-produção, filmagem, edição dos episódios e divulgação), depoimentos de informantes-chave (profissionais envolvidos na produção da série) e repercussões colhidas na mídia e redes sociais (de forma não sistemática). O material empírico da pesquisa foi produzido e interpretado à luz de conceitos reconstrutivos considerados relevantes no campo da Saúde Coletiva. Dentre eles: 1) diferentes racionalidades implicadas nas ações de saúde (a presença de um discurso biomédico em contraste com novas formas de se pensar o Cuidado em saúde); 2) entendimento ampliado sobre o processo saúde-doença-cuidado, buscando caracterizar as diferentes vulnerabilidades existentes neste processo; e 3) atributos da Atenção Primária à Saúde, tendo a integralidade como eixo norteador de suas ações. Como resultado, observou-se que os conceitos acima referidos foram potencializados no processo de criação da série. Porém o conceito de integralidade revelou-se o mais desafiador para ser comunicado. Como fatores limitantes ao diálogo entre os conceitos trabalhados e o processo de criação estão as estruturas pré-estabelecidas do gênero artístico da obra; as diferentes perspectivas morais que orientam a ação performática na linguagem televisiva; as rotinas de produção e as estratégias de comercialização televisivas. Por outro lado, certos aspectos favoreceram uma relação positiva, como a crítica aos formatos comunicativos hegemônicos e a necessidade de se construir diferentes dimensões racionais-cognitivas, bem como estéticas-afetivas sobre os processos saúde-doença-cuidado; o contexto político brasileiro no período; a presença de um conjunto de saberes e práticas consistentes no campo da Saúde Coletiva, além das experiências concretas de implementação de Atenção Primária à Saúde no Brasil. Por fim, ressalta-se positivamente que processo de construção de uma linguagem estética para a série logrou, por meio de elementos estéticos-afetivos, produzir efeitos relevantes para os objetivos da série por outras vias que não as racionaiscognitivas, mais comumente exploradas nas produções da comunicação em saúde
Título em inglês
Mass media and communication about collective health and primary attention: analysis of the experience of producing the TV series "Unidade Básica"
Palavras-chave em inglês
Communications media
Health communication
Integrality in health
Primary health care
Public health
Videoaudio media
Resumo em inglês
Communication is a crucial challenge for a critical reconstruction of health practices, especially when the goal is to reach a broad audience through the mass media, guided by non-hegemonic values and unfamiliar concepts to common sense. This study aims to explore limits and potentialities in the dialogue between the field of "Saúde Coletiva" (Brazilian Public Health reform movement) and communication in the mass media, through the analysis of the making process of the TV series "Unidade Básica", which was exhibited in September 2016 by a cable TV broadcaster in Brazil. Qualitative, comprehensive-interpretive research was carried out, with the researcher being a participant observer. The study was based on dense description of the series elaboration process in its diverse stages: (development, pre-production, filming, editing of episodes and dissemination), statements from key informants (professionals involved in the production of the series) and repercussions from the media and social networks (in a non-systematic way). The empirical material was produced and interpreted considering reconstructive concepts from the Collective Health field. Among them: 1) rationalities involved in health practices (the biomedical discourse as contrasted to new ways of thinking about health care); 2) enriched understanding of the health-disease-care process, looking for characterizing the various vulnerabilities involved in these processes; and 3) Primary Health Care attributes taking "integralidade" (comprehensive care) as its guiding axis. As a result, we observed that the concepts above were potentialized in the process of creating the series. But the concept of "integralidade" has proved the most challenging to be communicated. Limiting factors to the dialogue between the "Saúde Coletiva" concepts and the process of creation were the rigid structures of the series artistic genre; different moral perspectives guiding performative action in television language; routines from the TV production, and commercial strategies of the television. On the other hand, certain aspects fostered a positive relationship such as, the critique of the hegemonic communicative formats and the need for use different rational-cognitive dimensions, as well as aesthetic-affective about the health-disease-care processes; the Brazilian political context in the period; the presence of a consistent set of knowledge and practices from the "Saúde Coletiva" field; beyond concrete experiences of primary health care implementation in Brazil. Finally, we pointed out that the constructing process of an aesthetic language that the series has achieved, through aesthetic-affective elements, provoke relevant effects to the objectives of the series by means other than the rational-cognitive ones, more commonly explored in the productions of health communication
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
HelenaLemosPetta.pdf (28.24 Mbytes)
Data de Publicação
2018-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.