• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-10062010-140742
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana de Vasconcellos Aneas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita (Presidente)
Nogueira, Roberto Passos
Oliveira, Ana Flavia Pires Lucas D
Título em português
Significados e sentidos das práticas de saúde: a ontologia fundamental e a reconstrução do cuidado em saúde
Palavras-chave em português
Assistência à saúde
Atenção à saúde
Filosofia médica
Resumo em português
O cuidado em saúde tem sido um tema abordado atualmente por autores da Saúde Coletiva. Estas práticas e estudos refletem dois modos de se conceber o cuidado aparentemente antagônicos, ora baseados na instrumentalidade, com ênfase nos procedimentos e nas intervenções técnicas, ora com foco na relação de encontro entre profissionais e usuários dos serviços de saúde. A partir de uma leitura crítica desse conjunto de estudos, este trabalho procura não opor os dois grupos identificados, acentuando suas diferenças e supostas incompatibilidades, mas sim articulá-los em sua complementaridade por meio da ontologia fundamental de Martin Heidegger. Em Ser e Tempo, obra originalmente publicada em 1927, Heidegger desconstrói a ontologia tradicional, da qual o conhecimento da ciência e o da vida cotidiana são desdobramentos para reconstruir uma nova ontologia que busque os fundamentos da existência humana. Considerando que em toda prática de saúde há uma concepção de homem e de mundo que a sustenta, um retorno aos fundamentos mostra-se essencial para uma reconstrução das práticas de saúde e do cuidado
Título em inglês
The meanings and senses of health practices: fundamental ontology and the reconstruction of healthcare
Palavras-chave em inglês
Delivery of healthcare
Health care
Philosophy medical
Resumo em inglês
Care in healthcare has been a subject currently approached by authors in the field of Collective Health. Both practices and studies reflect two ways of conceiving care, which are only apparently antagonistic. Part of them being based on instrumentality, with emphasis on the procedures and technical interventions, and part with a focus on the relationship between health professionals and the users of healthcare services. Based on a critical reading of this collection of studies, this work intends not to oppose the two groups identified, accentuating their differences and supposed incompatibilities, but to articulate them in their complementarity through the use of Martin Heideggers fundamental ontology. In Being and Time, originally published in 1927, Heidegger deconstructs traditional ontology, which scientific and everyday knowledge unfold from, to reconstruct a new ontology which searches for the fundamentals of human existence. Considering that in every health practice there is a conception of man and world that sustains it, a return to these fundamentals proves itself to be essential for a reconstruction of health practices and care
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.