• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-20122010-111920
Document
Auteur
Nom complet
Ana Tereza Costa Galvanese
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2010
Directeur
Jury
Oliveira, Ana Flavia Pires Lucas D (Président)
Lima, Elizabeth Maria Freire de Araujo
Nascimento, Andréia de Fátima
Titre en portugais
A produção do cuidado através de atividades de arte e cultura nos Centros de Atenção Psicossocial CAPS/ adultos do município de São Paulo
Mots-clés en portugais
Arte
Centros de atenção psicossocial
Cultura
Pesquisa qualitativa
Saúde mental
Serviços comunitários de saúde mental
Resumé en portugais
O objetivo desta pesquisa foi descrever e analisar a produção do cuidado através das atividades de arte e cultura nos CAPS que atendem adultos no município de São Paulo, conforme informado pela observação dessas atividades e breves relatos de profissionais envolvidos nesse cuidado. Trata-se de investigação empreendida a partir de parte da base de dados da pesquisa Avaliação dos Centros de Atenção Psicossocial do Município de São Paulo, desenvolvida em 21 CAPS que atendem adultos entre 2007 e 2008. Foram analisados os relatos de observação etnográfica das 126 atividades de arte e cultura que integraram aquela pesquisa. O método empregado foi análise de conteúdo, com referenciais da reabilitação psicossocial; da arte e da cultura; e de meios terapêuticos em Terapia Ocupacional (enquadres, atividades e vínculos). A interpretação dos resultados deu visibilidade a três tendências de cuidado. A primeira foi caracterizada por atividades realizadas exclusivamente dentro do CAPS e voltadas à ampliação de competências pessoais, com vínculos relacionados a interações dentro dos grupos; temas referentes às dificuldades e desafios dos participantes; e produções culturais circunscritas ao ambiente dos serviços. O foco do cuidado foi o processo grupal e as atividades tiveram função predominantemente expressiva. A segunda tendência caracterizou-se por uma perspectiva clínica desenvolvida na interface da arte e da saúde, com desdobramentos em direção ao território. Predominaram as parcerias com espaços culturais, a diversidade de abordagens, a sustentação de experiências criativas e a ampliação dos repertórios culturais dos participantes. A ampliação das relações com os espaços da cidade, a autoria e as produções artísticas e intervenções culturais em âmbito mais amplo do que o CAPS caracterizaram essa tendência, em que arte, cultura e cuidado estiveram relacionados à produção de vida. Uma terceira e minoritária tendência esteve relacionada a dificuldades na condução das atividades; repertórios limitados; desconsideração de necessidades, desejos ou projetos dos participantes; e ausência de oportunidades de experiência estética e cultural. No seu conjunto, as atividades tiveram pouca visibilidade para gestores, com escassez de discussão no âmbito das equipes multiprofissionais e um aproveitamento tímido na articulação de redes de apoio social aos sujeitos da atenção, percepções essas que sugerem uma possível fragmentação do cuidado, tanto em relação ao projeto terapêutico do CAPS quanto aos projetos individuais. Seu pleno desenvolvimento, na perspectiva da reabilitação psicossocial, parece depender: do acesso dos profissionais a bens culturais, processos criativos e recursos de avaliação; da sua visibilidade, para gestores e equipes, enquanto trabalho implicado na instauração de formas de convívio com a diferença; e da consideração de todos os atores envolvidos como produtores de fatos de cultura
Titre en anglais
Mental healthcare production through artistic and cultural activities in the Psychosocial Health Care Community Services(CAPS) at the city of São Paulo, southeastern Brazil.
Mots-clés en anglais
Art
Community mental health services
Culture
Mental health
Psychosocial health care services
Qualitative research
Resumé en anglais
The research's main goal was to describe and analyse the mental health care through artistic and cultural activities in 21 Psychosocial Health Care Community Services (CAPS) at the city of São Paulo. These facilities are targeted to the treatment of adult people undergoing serious mental ilness. This research was developed using part of the data base of the Avaliação dos Centros de Atenção Psicossocial do Município de São Paulo research, carried out from 2007 to 2008. The ethnographic observation reports related to all 126 artistic and cultural activities and a brief report of the health providers about it were analysed through content analysis. The theoretical framework included the concepts of psychosocial rehabilitation, art and culture and occupational therapy perspectives. It was possible to identify three main trends of mental health care. The first, more common trend, consisted of activities conduced strictly inside the CAPS's facilities, aiming to improve personal capacities, to stimulate the self knowledge, to establish bonds among the patients, to share life's adversities; the focus of this procedures were the patients group process. The second trend included activities outside the facilities, in public spaces and cultural facilities; aiming artistic and cultural creative experiences and social reinsertion; this trend stood out by using both health and art professionals, with different approaches. The third and smaller trend had difficulties to conduce their activities, lacking of cultural repertory, disregarding of patient's needs, desires or projects and lack of aesthetic and cultural experiences. The art and culture activities, in general, had low visibility to managers and healthcare teams and were barely considered in the social support network strength. The results suggest a fragmentation of the care provided, both in institutional terms as in individual therapeutic project. To develop a more comprehensive care with the whole development of art and culture activities would depend on: providers have greater access to creative and cultural experiences and evaluation resources; managers and providers teams to acknowledge these activities; the acceptance of the differences; and everybody start to be considered as facts of culture producers.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2010-12-20
 
AVERTISSEMENT: Le matériau se réfère à des documents provenant de cette thèse ou mémoire. Le contenu de ces documents est la responsabilité de l'auteur de la thèse ou mémoire.
  • GALVANESE, ANA TEREZA COSTA, NASCIMENTO, ANDREIA DE FATIMA, and DOLIVEIRA, ANA FLAVIA PIRES LUCAS. Arte, cultura e cuidado nos centros de atencao psicossocial [doi:10.1590/s0034-8910.2013047003487]. Revista de Saúde Pública [online], 2013, vol. 47, p. 360-367.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.