• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-06052009-171637
Documento
Autor
Nome completo
Geisa de Angelis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Reimão, Rubens Nelson Amaral de Assis (Presidente)
Rossini, Sueli Regina Gottochilich
Sanches, Rafael Faria
Título em português
Estudo comparativo entre a percepção da qualidade do sono, qualidade de vida, sintomas depressivos e de ansiedade em portadores de transtorno bipolar na fase eutímica
Palavras-chave em português
Qualidade de vida
Sintomas afetivos
Sono
Transtorno bipolar
Transtornos do sono
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O transtorno bipolar é caracterizado por episódios alternados e recorrentes de mania ou hipomania com depressão e períodos de eutimia, com prevalência entre 1% e 8% na população geral. Os transtornos mentais influenciam consideravelmente a qualidade de vida, prejudicando as relações familiares, sociais e ocupacionais. O sono que influi diretamente na qualidade de vida, também pode alterar-se no transtorno bipolar. OBJETIVOS: a) Verificar se existe diferença entre a percepção da qualidade de vida e qualidade do sono em portadores de transtorno bipolar quando comparados a um grupo-controle; b) verificar a associação entre qualidade de vida e qualidade do sono em cada grupo; c) avaliar a intensidade de sintomas depressivos e de ansiedade e verificar se essas variáveis são diferentes entre os grupos; d) investigar se existe associação dos sintomas depressivos e de ansiedade na qualidade de vida e na qualidade do sono; e) verificar se a latência, duração e eficiência do sono nos maus dormidores do grupo-estudo são diferentes dos maus dormidores do grupo-controle. MÉTODOS: A pesquisa foi do tipo caso-controle e a amostra foi caracterizada como não probabilística por conveniência. Grupoestudo (n=43) e grupo-controle (n=80). A seleção do grupo-estudo seguiu os seguintes critérios de inclusão: pessoas com transtorno bipolar na fase estabilizada que participavam do grupo de psicoeducação em um Hospital Dia Psiquiátrico, idade entre 25 e 60 anos, diagnóstico de transtorno bipolar tipo I ou II, de acordo com os critérios diagnósticos do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV-Revisão, em uso de estabilizador do humor e ausência de co-morbidade psiquiátrica. Foram excluídos os controles com quaisquer diagnósticos psiquiátricos do eixo I, do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV-Revisão. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os instrumentos utilizados foram: Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, Inventário de Depressão de Beck, Inventário de Ansiedade de Beck, Questionário de Qualidade de Vida da Organização Mundial da Saúde, Entrevista Clínica Estruturada para o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais IV-Revisão, Escala de Avaliação de Mania Modificada e o Critério de Classificação Econômica Brasil. RESULTADOS: Encontrou-se diferença significativa em relação à qualidade do sono (p=0,045). As diferenças não foram significativas para qualidade de vida (p=0,154), sintomas depressivos (p=0,480) e sintomas de ansiedade (p=0,484). As variáveis qualidade do sono e qualidade de vida apresentaram correlação significativa tanto para o grupo-estudo (p<0,001; r=0,534) quanto para o grupo-controle (p<0,001; r=0,382). Foram encontradas diferenças significativas na latência e duração do sono nos subgrupos de maus dormidores (p=0,026 e p=0,001; respectivamente). CONCLUSÃO: As pessoas com transtorno bipolar apresentaram percepção da qualidade de vida, intensidade de sintomas depressivos e de ansiedade semelhantes às de pessoas não afetadas por este transtorno, porém com pior qualidade do sono. Houve associação diretamente proporcional entre as variáveis: qualidade do sono e qualidade de vida. No subgrupo de maus dormidores do grupo-estudo, a latência e duração do sono estiveram aumentadas comparadas com o subgrupo de maus dormidores do grupo-controle.
Título em inglês
Comparative study between the perception of quality of sleep and quality of life, depressive and anxiety symptoms in euthymic bipolar disorder
Palavras-chave em inglês
Affective symptoms
Bipolar disorder
Quality of life
Sleep
Sleep disorders
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The bipolar disorder is characterized by alternating and recurrent episodes of mania and hypomania with depression and periods of euthymia, with prevalence between 1 and 8% in the general population. The mental disorders influence the quality of life considerably, disturbing familiar, social and occupational relations. Sleep is also associated with the quality of life; moreover, it can be modified in bipolar disorder. OBJECTIVES: a) To verify if there is a difference between the perception of the quality of life and the quality of sleep in bipolar disorder when compared with a control-group; b) to verify the association between quality of life and quality of sleep in each group; c) to evaluate the intensity of depressive and anxiety symptoms and verify if these variables are different between the groups; d) to investigate possible association of depressive and anxiety symptoms in quality of life and quality of sleep; e) to verify if latency, duration and efficiency of sleep in the bad sleepers of the study-group are different from those of bad sleepers in the control-group. METHODS: The kind of research was case-control and the sample was characterized as a no-probability for convenience. Study-group (n=43) and control-group (n=80). The selection for the study-group had the following criteria of inclusion: patients with bipolar disorder in the stabilized phase who took part of the group of psychoeducation in a Psychiatric Hospital, age between 25 and 60, diagnostic of bipolar disorder, according to the criteria diagnostics of Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-Fourth Edition, in use of stabilizer of mood and absence of psychiatric comorbidity. The project has been approved by the Committee of Ethic of Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo, Brazil. The instruments used in this process were: Pittsburgh Sleep Quality Index, Beck Depression Inventory, Beck Anxiety Inventory, World Health Organization Quality of Life Assessment, Clinical Interview Structuralized for the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-Fourth Edition, Modified Scale of Mania Evaluation and Brazilian Criteria of Economic Classification. RESULTS: a significant difference in the quality of sleep (p=0.045) has been found. The differences werent significant for the variables: quality of life (p=0.154), depressive symptoms (p=0.480) and anxiety symptoms (p=0.154). The variables quality of sleep and quality of life presented a significant correlation to both studygroup (p<0.001; r=0.534) and control-group (p<0.001: r=0.382). Significant differences in latency and duration of sleep in the subgroup of bad sleepers (p=0.026 and p=0.001, respectively) have been found. CONCLUSION: Patients with bipolar disorder presented perception of the quality of life, intensity of depressive and anxiety symptoms similar to those of subjects in the control-group not affected by this disorder. There has been a direct proportional association between the variables quality of sleep and quality of life. In the sub-group of bad sleepers in the study-group, the latency and duration of sleep had been increased compared to those in the sub-group of bad sleepers in the control-group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AngelisGeisa.pdf (693.30 Kbytes)
Data de Publicação
2010-06-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.