• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-10092010-181443
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Ciampi Araujo de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Caramelli, Paulo (Presidente)
Abraham, Ronaldo
Damasceno, Benito Pereira
Nitrini, Ricardo
Teixeira, Manoel Jacobsen
Título em português
Comprometimento cognitivo e demência na neurocisticercose ativa: um estudo transversal controlado
Palavras-chave em português
Cognição
Demência
Epilepsia
Manifestações neurocomportamentais
Neurocisticercose
Resumo em português
Introdução: Neurocistcercose (NC) é a doença parasitária do SNC mais frequente no mundo. Afeta mais de 50 milhões de pessoas. No entanto, algumas de suas manifestações clínicas, como comprometmento cognitivo e demência, ainda permanecem caracterizadas de modo incompleto, sem que haja estudos controlados disponíveis na literatura até o momento. Objetvos: Investigar a frequência e o perfil clínico do comprometimento cognitivo associado à NC ativa, comparando o desempenho em testes de avaliação cognitiva de pacientes com a doença ao de controles saudáveis (CS) e de pacientes com epilepsia criptogênica (EC). Métodos: Quarenta pacientes (idade média = 39,25 ± 10,50 anos), com diagnóstco de NC ativa segundo critérios absolutos à ressonância magnética (RM) de crânio e sem tratamento antiparasitário prévio foram submetdos à avaliação cognitiva e funcional extensas, sendo comparados a 49 CS e 28 pacientes com EC emparelhados por idade, nível educacional e frequência de crises epilépticas (grupo EC). Resultados: Pacientes com NC apresentaram comprometimento significativo em relação ao grupo CS nos testes que avaliam funções executivas, memória verbal e não verbal, praxia construtiva e fluência verbal (p<0,05). Demência foi diagnosticada em 12,5% dos pacientes com NC de acordo com os critérios do DSM-IV. Os doentes do grupo NC apresentaram desempenho significativamente inferior em testes de memória operacional, memória episódica verbal, funções executivas, nomeação, praxia construtiva e orientação visual-espacial, quando comparados àqueles do grupo EC. Não se encontrou correlação entre as alterações nos testes cognitivos nos pacientes com NC e os achados à RM (carga de doença, tipo e localização das lesões). Conclusões: Comprometimento cognitivo foi muito frequente na amostra de pacientes com NC avaliada, sendo que demência foi identificada em uma proporção significativa dos doentes. Estes dados aumentam o nosso conhecimento sobre a apresentação clínica da NC e sobre seu potencial impacto na saúde pública.
Título em inglês
Cognitive impairment and dementia in neurocysticorsis a crosssectional controlled study
Palavras-chave em inglês
Cognition
Dementia
Epilepsy
Neurobehavioral manifestations
Neurocysticercosis
Resumo em inglês
Introducton: Neurocysticercosis (NCYST) is the most frequent CNS parasitic disease worldwide, afecting more than 50 million people. However, some of its clinical findings, such as cognitive impairment and dementia, remain poorly characterized, with no controlled studies conducted so far. We investigated the frequency and the clinical profile of cognitive impairment and dementia in a sample of NCYST patents in comparison to cognitvely healthy controls (HC) and to cryptogenic epilepsy (CE) patents. Methods: Forty treatment-naïve NCYST patients aged 39.25 ± 10.50 years and fulfilling absolute criteria for definitive active NCYST on magnetic resonance imaging (MRI), underwent a comprehensive cognitive and functional evaluation and were compared to 49 HC and 28 CE patients of similar age, educational level, and seizure frequency. Results: NCYST patients displayed significant impairment in executive functions, verbal and non-verbal memory, constructive praxis, and verbal fluency when compared to HC (p<0.05). Dementia was diagnosed in 12.5% of NCYST patients according to the DSM-IV criteria. When compared to CE patients, NCYST patients presented altered working and episodic verbal memory, executive functions, naming, verbal fluency, constructive praxis, and visual-spatal orientation. No correlation emerged between cognitive scores and number, localization or type of NCYST lesions on MRI. Conclusions: Cognitive impairment was ubiquitous in this sample of active NCYST patients. Antepileptic drug use and seizure frequency could not account for these features. Dementia was present in a signifcant proportion of patients. These data broaden our knowledge on the clinical presentations of NCYST and its impact in public health
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.