• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2013.tde-13012014-095510
Documento
Autor
Nome completo
Carla Cristina Adda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Castro, Luiz Henrique Martins (Presidente)
Brucki, Sônia Maria Dozzi
Jorge, Carmen Lisa
Porto, Claudia Sellitto
Radanovic, Marcia
Título em português
Memória prospectiva após ressecção mesial temporal
Palavras-chave em português
Epilepsia do lobo temporal
Memória episódica
Memória prospectiva
Neuropsicologia
Ressecção mesial temporal
Resumo em português
Introdução: A memória prospectiva (MP) refere-se a um conjunto de habilidades cognitivas que permitem lembrar-se de uma intenção a desempenhar no futuro, no momento adequado. Essa função é pouco avaliada em baterias neuropsicológicas que avaliam pessoas com epilepsia. Objetivo: Estudamos o impacto da cirurgia para epilepsia sobre a MP, componente prospectivo, em pessoas submetidas a lobectomia temporal unilateral para controle de epilepsia refratária ao tratamento clínico. Métodos: Comparamos o desempenho de MP em pessoas com epilepsia associada à esclerose mesial temporal à esquerda (EMTE) ou direita (EMTD) com dois grupos controles. Um grupo foi composto por indivíduos sem epilepsia (controles normais), e o outro por pessoas com epilepsia secundária à EMT, submetidos a avaliação e reavaliação neuropsicológica, sem intervenção cirúrgica (grupo clínico para controle teste/reteste). Resultados: Avaliamos 42 indivíduos sem epilepsia, 20 do grupo clínico (controle teste/reteste) e 39 do grupo cirúrgico (pré e pósoperatório). Comparamos o desempenho entre grupos e também a variação de desempenho individual, pelo índice de mudança confiável. Os grupos não diferiram em idade, escolaridade e quociente de inteligência. Na avaliação inicial, observou-se rebaixamento no desempenho em MP nos grupos clínico e cirúrgico (p < 0,01) (efeito lesão), sem diferença entre os grupos EMTE ou EMTD (efeito lateralidade). Para o grupo cirúrgico, observamos acentuada (p < 0,01) redução de crises e leve, porém significativa, redução de carga de drogas antiepilépticas pós-operatória. Observamos estabilidade em reteste de MP, declínio de memória verbal para o grupo EMTE e estabilidade de memória verbal e visual para o grupo EMTD. Conclusão: Embora exista um sistema de evocação compartilhado entre a MP e a memória episódica, a ressecção de estruturas temporais mesiais acometidas patologicamente não provoca declínio adicional em MP, mesmo quando se observou declínio de memória verbal no grupo EMTE. O comportamento dissociado de declínio de memória verbal para o grupo EMTE e preservação de MP após cirurgia de epilepsia sugere diferentes papeis das estruturas temporais mesiais nestes sistemas de memória. O papel do acometimento de estruturas extratemporais e de estruturas temporais não mesiais na MP em pacientes com EMT deverá ser melhor elucidado em estudos futuros
Título em inglês
Prospective memory after mesial temporal resection
Palavras-chave em inglês
Episodic memory
Mesial temporal resection
Neuropsychology
Prospective memory
Temporal lobe epilepsy
Resumo em inglês
Introduction: Prospective memory (PM) refers to a set of cognitive abilities that allow recall of a previous intention to perform in the future, in the appropriate setting. This function is not usually evaluated in neuropsychological batteries used to evaluate people with epilepsy. Objective: We evaluated the impact of epilepsy surgery on the prospective component of PM, in people undergoing unilateral temporal lobectomy to treat medically refractory epilepsy. Methods: We compared performance in PM in people with left or right mesial temporal sclerosis (MTS) in the pre and postoperative periods with that of two control groups. One group was composed of people without epilepsy (normal controls), and another group was composed of people with epilepsy associated with mesial temporal sclerosis that underwent neuropsychological testing and retesting without undergoing surgery (clinical test/retest control group). Results: We studied 42 people without epilepsy, 20 clinical controls (test/retest group), and 39 patients that underwent epilepsy surgery (pre and postoperative testing). We compared groups performances and changes in individual performances with the reliable change index. Groups did not differ in age, education, and intelligence quotient. We found decreased preoperative PM performance for the clinical and surgical groups (p < 0.01) (lesion effect), without a difference between right and left groups (laterality effect). Postoperatively, there was a significant (p < 0.01) decrease in number of seizures, a small, but significant reduction in antiepileptic drug load, stable prospective memory, verbal and visual memory for right mesial temporal sclerosis, and decreased verbal memory in the left mesial temporal sclerosis group. Conclusion: In spite of a shared evocation system for episodic and prospective memory, resection of pathologically involved mesial temporal structures does not impact on prospective memory performance, even in the setting verbal memory decline in the left MTS group.The finding of dissociated verbal memory decline and PM stability after epilepsy surgery suggests a different role of mesial temporal lobe structures in these memory systems. The role of extratemporal and nonmesial temporal lobe structures in prospective memory in MTS patients should be evaluated in future studies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CarlaCristinaAdda.pdf (1.04 Mbytes)
Data de Publicação
2014-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.