• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2013.tde-09092013-162526
Documento
Autor
Nome completo
Verbenia Nunes Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Nomura, Roseli Mieko Yamamoto (Presidente)
Corrêa Júnior, Mario Dias
Francisco, Rossana Pulcineli Vieira
Liao, Adolfo Wenjaw
Rezende Filho, Jorge Fonte de
Título em português
Detecção da disfunção cardíaca fetal pelo BNP no sangue de cordão umbilical no nascimento e sua relação com a hemodinâmica fetal na insuficiência placentária
Palavras-chave em português
Cordão umbilical
Hipóxia fetal
Insuficiência placentária
Miocárdio
Peptídeo natriurético encefálico
Ultrassonografia Doppler
Resumo em português
O presente estudo analisou a hipótese de que as alterações hemodinâmicas fetais estão associadas à disfunção miocárdica fetal em gestações complicadas pela insuficiência placentária. Os objetivos do estudo foram correlacionar os valores do peptídeo natriurético cardíaco do tipo B (BNP) em sangue de cordão umbilical no nascimento com os parâmetros da dopplervelocimetria fetal, bem como com o pH no nascimento. Métodos: estudo prospectivo e transversal, com os seguintes critérios de inclusão: mulheres com gestação com feto único e vivo, insuficiência placentária caracterizada pelo aumento do índice de pulsatilidade (IP) da artéria umbilical (AU), membranas íntegras e ausência de anomalias fetais. Foram excluídos da pesquisa os casos com diagnóstico pós-natal de anomalia do recém-nascido e aqueles nos quais não foi realizada a análise do sangue no nascimento. Os seguintes parâmetros da dopplervelocimetria foram analisados: índice de pulsatilidade (IP) da artéria umbilical (AU) e da artéria cerebral média (ACM), relação cerebroplacentária (RCP) e IP para veias (IPV) do ducto venoso (DV). Os parâmetros de Doppler foram transformados em escore zeta. Amostras de sangue do cordão umbilical foram obtidas imediatamente após o parto para a mensuração do pH de artéria umbilical e do BNP. Resultados: Foram incluídas 32 gestações com diagnóstico de insuficiência placentária 21 (65%) com fluxo diastólico positivo e 11 (35%) com diástole zero ou reversa nas AU. A concentração do BNP apresentou correlação significativa com: escore zeta do IP da AU (rho=0,43; P=0,016); escore zeta da RCP (rho=-0,35; P=0,048); escore zeta do IPV do DV (rho=0,61; P<0,001), pH no nascimento (rho=- 0,39; P=0,031) e idade gestacional (rho=-0,51; P=0,003). Na regressão múltipla foram incluídos os parâmetros antenatais e o escore zeta do IPV do DV (P=0,008) demonstrou ser o único fator independente correlacionado com o BNP no nascimento. A correlação entre o BNP e o escore zeta do IPV do DV é representado pela equação de regressão Log[BNP]=2,34+0,13*DV (F=18,8, P<0,001). A correlação entre o BNP e o pH no nascimento é representado pela equação de regressão Log[BNP]=21,36-2,62*pH (F=7,69, P=0,01). Conclusão: os resultados sugerem que a disfunção cardíaca fetal identificada pelas concentrações de BNP no nascimento correlaciona-se de forma independente com as alterações no IPV do DV, além de correlacionarem-se negativamente com os valores do pH no nascimento
Título em inglês
Detection of fetal cardiac dysfunction by BNP in umbilical cord blood at birth and the relation to fetal hemodynamic in placental insufficiency
Palavras-chave em inglês
Fetal hypoxia
Myocardium
Natriuretic peptide brain
Placental insufficiency
Ultrasonography Doppler
Umbilical cord
Resumo em inglês
This study examined the hypothesis that fetal hemodynamic changes are associated with fetal myocardial dysfunction in pregnancies complicated by placental insufficiency. The objective was to study the correlation between the concentrations of cardiac natriuretic peptide type B (BNP) in umbilical cord blood at birth and fetal Doppler parameters, as well as the pH at birth. Methods: A prospective crosssectional study with the following inclusion criteria: pregnant women with a single fetus, placental insufficiency characterized by increased pulsatility index (PI) of the umbilical artery (UA), intact membranes and absence of fetal abnormalities. There were excluded from the study cases with postnatal diagnosis of abnormality of the newborn and those in which the blood analysis was not performed. The following Doppler parameters were analyzed: UA PI, middle cerebral artery (MCA) PI, cerebroplacental ratio (CPR) and ductus venosus (DV) PI for veins (PIV). The Doppler parameters were converted into zeta score. Blood samples were obtained from the umbilical cord immediately after delivery to measure the pH of the umbilical artery and the BNP. Results: Thirty two pregnancies with placental insufficiency were included, 21 (65%) with positive diastolic flow and 11 (35%) with absent or reversed end diastolic flow in the UA. The concentration of BNP correlated significantly with: UA-PI z-score (rho = 0.43, P = 0.016); CPR z-score (rho = -0.35, P = 0.048); DV-PIV zscore (rho = 0.61, P <0.001), pH at birth (rho = -0.39, P = 0.031) and gestational age (rho = -0.51, P = 0.003). In the multiple regression analysis, antenatal parameters were included and DV-PIV z-score (P = 0.008) was found to be independent parameter correlated with BNP at birth. The correlation between BNP and DV-PIV zscore is represented by the regression equation Log [BNP] = 2.34+0.13*DV (F=18.8, P <0.001). The correlation between BNP and pH at birth is represented by the regression equation Log [BNP] = 21.36-2.62*pH (F=7.69, P = 0.01). Conclusion: The results suggest that fetal cardiac dysfunction identified by BNP concentrations at birth correlated independently with changes in the DV PIV, and correlated negatively with pH values at birth
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.