• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-04082010-172034
Document
Auteur
Nom complet
Fabricio Chies Barcelos
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2009
Directeur
Jury
Oliveira, Reginaldo Perilo (Président)
Landim, Elcio
Matos, Marcos Antonio Almeida
Titre en portugais
Histologia comparativa das alterações medulares provocadas pela reparação da dura-máter em ratos
Mots-clés en portugais
Colágeno
Dura-máter/lesões
Fibrina
Reabilitação
Suturas
Resumé en portugais
A durotomia acidental, na cirurgia da coluna lombar, é uma das mais comuns complicações, com uma prevalência de 1 a 17%. As fraturas da coluna também podem apresentar-se com lesão dural, chegando a 19% nas fraturas tipo explosão da coluna torácica ou lombar com lesão associada da lâmina vertebral. Procurou-se avaliar as alterações medulares que ocorreram apos a reparação de lesão dural com pontos do tipo simples, com cola de fibrina e com colágeno bovino, através de análise histológica. Manteve-se um grupo controle, sem reparação. Utilizaram-se 70 ratos da raça Wistar, sendo que 34 foram excluídos por problemas anestésicos ou intra-operatórios. Mantiveram-se nove ratos por grupo. Abordaram-se os segmentos vertebrais T8 e T9, para efetuar a lesão, que foi reparada pelos três diferentes métodos avaliados. Os animais permaneceram confinados por 24 dias, sendo submetidos à eutanásia com a coleta de material para análise histológica. O Serviço de Patologia avaliou e graduou (ausente, discreto, moderado e acentuado) os casos quanto à hiperemia, degeneração medular, necrose e infiltrado celular. De forma geral, as técnicas de reparo apresentaram resultados com maior grau de alteração, principalmente em relação ao infiltrado celular, onde todas as técnicas mostraram resultados bem piores. A sutura apresentou graus mais severos de necrose, hiperemia e infiltrado celular. A membrana de colágeno apresentou resultados com graus mais elevados de alteração em relação à hiperemia, à degeneração da substância nervosa e ao infiltrado celular. A reparação com cola de fibrina apresentou piora em relação ao grau de necrose e de infiltrado celular. A presença de alterações medulares em todos os grupos, até mesmo no grupo controle, levou a cogitar algumas possíveis causas para os resultados: as alterações medulares seriam geradas pela técnica cirúrgica ocorrendo uma lesão iatrogênica medular, mas sem repercussão clinica; os materiais estudados poderiam causar alterações no tecido neural; o simples contato do tecido neural com o meio extra-dural, após a lesão, seria a causa das alterações levando à mesma cascata de alterações que ocorre nas lesões medulares traumáticas. Apesar de todos os grupos apresentarem alterações medulares, ficou evidente que as de maior intensidade ocorreram nos grupos que utilizaram materiais de fechamento dural. Os métodos de reparação dural ainda não são os ideais, mas existe o consenso que a lesão deve ser reparada sempre na forma aguda, a fim de evitar e prevenir complicações e seqüelas.
Titre en anglais
Comparative histological analysis of spinal cord alterations caused by dura mater repairing in Wistar rats
Mots-clés en anglais
Collagen
Dura mater
Fibrin
Injury
Repair
Suture
Resumé en anglais
This study aimed to evaluate spinal cord alterations after dural repair with: simple interrupted suture, collagen membrane or fibrin glue using histopathogical analysis. All activities were performed in the São Paulo University Medical School General Hospital Traumatology and Orthopedic Division. Seventy Wistar rats were used, but 34 were excluded due to anesthetic or surgery problems. Animals were kept isolated for 24 days, then killed and histological samples collected. Pathology Division assessed and graduated hyperemia, spinal cord degeneration, necrosis and cellular infiltration. Repair techniques provided higher alteration, mostly in cellular infiltration. Suture showed more severe necrosis, hyperemia and cellular infiltrates graduations. Collagen membrane provided higher alterations related to hyperemia, nerve degeneration and cellular infiltrates. Fibrin glue reparation had worse results in necrosis and cellular infiltrates graduation.Spine cord alterations in all groups, including control group, made us suppose possible reasons for the results: spine cord changes would be caused by surgical technique as iatrogenic injury, without clinical meaning; studied material would cause alterations in neural tissue; contact of neural tissue with extra dural environment, after injury, leading to the same mechanisms present in spinal cord traumatic injury. Despite all groups showed spinal cord alterations it was clear a higher intensity of injury when dural closing material were used. There is no ideal choice for dural repair material and more research is warranted to find better form of repairing dura mater.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2010-08-04
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.