• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-05042017-164726
Documento
Autor
Nome completo
Dário Lucas Costa de Mendonça
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Leme, Luiz Eugenio Garcez (Presidente)
Alonso, Angelica Castilho
Brech, Guilherme Carlos
Título em português
Avaliação da qualidade de vida dos idosos lutadores de Kendô
Palavras-chave em português
Artes marciais
Idoso
Kendô
Medicina esportiva
Qualidade de vida
Resumo em português
OBJETIVOS: Comparar a qualidade de vida dos idosos praticantes de Kendô com idosos fisicamente ativos não praticantes dessa luta e, secundariamente, comparar os aspectos funcionais desses grupos. MÉTODOS: Este é um estudo controlado, do tipo observacional, com delineamento transversal. Por ser um tema ainda não tratado na literatura internacional, optou-se por uma amostra de conveniência composta por 20 participantes (10 no Grupo Kendô e 10 no Grupo Controle). O tratamento estatístico escolhido correspondeu à análise não paramétrica com o teste U de Mann Whitney para comparação dos dados quantitativos e o teste de quiquadrado para a comparação dos dados qualitativos com nível de significância de 5%. Os grupos foram pareados por idade, sendo a principal variável estudada a exposição ou não ao Kendô. A avaliação da qualidade de vida foi medida através do instrumento WHOQOL-bref em conjunto com o WHOQOL-old. A composição corpórea foi medida em balança de bioimpedância (InBody230). O equilíbrio dinâmico foi medido na plataforma de força (Balance Master System da Neurocom International INC® Clackamas - USA). A força de flexo-extensão de joelhos foi medida no isocinético (Biodex® Stystem 3 modelo Biodex Multi Joint System, BIODEX); a força de preensão palmar foi medida no dinamômetro manual portátil (Jamar SH 5001). RESULTADOS: A qualidade de vida do grupo Kendô foi estatisticamente superior a do grupo Controle (p=0,002), principalmente nos domínios Físico (p=0,0001) e Meio-ambiente (p=0,004), assim como na faceta Participação Social (p=0,001) e Atividades Passadas, Presentes e Futuras (p=0,01). Os grupos não apresentaram diferença estatística quanto à caracterização sociodemográfica, composição corpórea, nível de atividade física, força e equilíbrio dinâmico, mas o grupo Controle foi mais rápido no teste sentar e levantar (p=0,03). CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que o Kendô aprimora a qualidade de vida dos lutadores, mesmo quando comparado com um grupo Controle funcionalmente superior
Título em inglês
Assessment of the quality of life of elderly Kendo players
Palavras-chave em inglês
Aged
Kendo
Martial arts
Quality of life
Sports medicine
Resumo em inglês
OBJECTIVES: To compare the quality of life of older kendo practitioners with physically active elderly non-practicing this fight and, secondly, to compare the functional aspects of these groups. METHODS: This is a controlled observational, cross-sectional design study. Since this is a topic not covered in the international literature, we opted for a convenience sample of 20 participants (10 in Kendo group and 10 in the control group). The statistical treatment chosen corresponded to non-parametric analysis with the Mann Whitney U test in order to compare the quantitative data and the chi-square test for comparison of qualitative data with 5% significance level. The groups were matched for age, and the main variable studied the exposure or not to kendo. The evaluation of quality of life was measured by the WHOQOL-bref instrument together with the WHOQOL-old. The body composition was measured in balance of bioimpedance (InBody230). The dynamic balance was measured on the force platform (Balance Master System, Neurocom International INC® Clackamas - USA). The strength of flexion and knee extension was measured in isokinetic (Biodex® Stystem 3 model Biodex Multi Joint System, BIODEX); the palm pressure strength was measured on the dynamometer portable manual (Jamar HS 5001). RESULTS: The quality of life of kendo group was statistically higher than the control group (p = 0.002), especially in Physical domain (p = 0.0001) and Environment (p = 0.004), as well as social participation facet (p = 0.001) and Activities Past, Present and Future (p = 0.01). The groups showed no statistical difference in the sociodemographic characteristics, body composition, physical activity level, strength and dynamic balance, but control group showed statistical difference in the sit-to-stand test (p = 0,03). CONCLUSION: The results suggest that kendo improves the quality of life of fighters, even when compared with a control group functionally superior
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.