• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-20062016-144607
Documento
Autor
Nome completo
Bianca Wierman Boreggio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Ceccon, Maria Esther Jurfest Rivero (Presidente)
Diniz, Edna Maria de Albuquerque
Petri, Renata
Título em português
A prematuridade no discurso materno: de que se trata?
Palavras-chave em português
Feminino
Mães
Mulheres
Pediatria
Prematuro
Psicanálise
Relações mãe-filho
Resumo em português
Quais os efeitos do diagnóstico de prematuridade no discurso das mães e suas repercussões na relação mãe-criança? Partindo desta questão, que surgiu na experiência psicanalítica em um hospital pediátrico, o presente estudo visa analisar os efeitos do diagnóstico de prematuridade no discurso materno a partir de entrevistas psicanalíticas preliminares com mães de crianças prematuras. Trata-se de uma pesquisa clínica qualitativa que propõe uma articulação entre clínica e teoria a partir da construção de quatro casos clínicos fundamentados pelo referencial teórico da psicanálise de Freud, Lacan e autores contemporâneos. Se no imaginário social a prematuridade é associada a dificuldades em diversos contextos da vida, a análise de cada caso revela que este diagnóstico pode ou não ser encadeado pelo sujeito aos significantes que o marcam de forma prevalente. Nesta via, a prematuridade se desloca do lugar determinante de algo que sempre marca e decide, para um lugar que só pode ser escutado no um a um. Para a análise dos casos, elencou-se a divisão mãe-mulher como operador conceitual central dada sua prevalência nos discursos, em um percurso teórico que parte da história do amor materno ao exame psicanalítico da maternidade a partir da sexualidade feminina. Tais considerações partem do mito do amor materno de Badinter, em direção à equivalência do filho como substituto da falta fálica em Freud, até à ênfase ao desejo da mulher na mãe em Lacan. A discussão apresenta os diferentes lugares atribuídos à prematuridade por cada sujeito feminino e a prevalência de impasses próprios à conjunção e disjunção mãe-mulher incidindo na relação mãe-criança
Título em inglês
Prematurity in the maternal speech: what is it about?
Palavras-chave em inglês
Female, Pediatrics
Mother-child relations
Mothers
Premature
Psychoanalysis
Women
Resumo em inglês
What are the effects of the diagnosis of prematurity on mothers' discourse and their repercussions on the mother-child relationship? Based on an issue that arose in the psychoanalytic experience in a pediatric hospital, this study aims to analyze the effects of the prematurity on the maternal speech by means of preliminary psychoanalytic interviews with mothers of premature children. This is a clinical qualitative research that proposes some articulation between clinical practice and theory based on the construction of four clinical cases justified by the theoretical reference of the psychoanalysis of Freud, Lacan and contemporary authors. If, in the social imagery, prematurity is associated with difficulties in various contexts of life, the analysis of each case shows that this diagnosis may or may not be triggered by the subject towards those significant ones who label them in such a defining form. In this sense, prematurity moves away from the place determinant of something that always labels and decides, into a place that can only be heard about in oneto- one conversations. For the case studies, the mother-woman disintegration has been singled out as a central conceptual operator due to its prevalence in the speeches, in a theoretical route based on the history of maternal love, under the psychoanalytical examination of maternity from the perspective of female sexuality. Such considerations are based on the myth of Badinter's maternal love toward the equivalence of the son as a surrogate for the lack of phallus, in Freud, to the emphasis on the woman's desire in the mother, in Lacan. The discussion presents the different roles allocated to prematurity and the prevalence of deadlocks typical of the mother-woman conjunction and disjunction reflected on the mother-child relationship
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.