• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2013.tde-24062013-105739
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Cunha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Busatto Filho, Geraldo (Presidente)
Caetano, Sheila Cavalcante
Dias, Alvaro Machado
Título em português
Relação entre conhecimento em língua inglesa e sucesso das publicações de pós-graduandos de psiquiatria e neurociências em periódicos internacionais de impacto
Palavras-chave em português
Conhecimento
Conhecimento de língua inglesa
Educação de pós-graduação em medicina/recursos humanos
Fator de impacto de revistas
Publicações científicas e técnicas
Publicações periódicas como assunto/classificação
Tradução
Resumo em português
Investigamos o quanto o conhecimento de língua inglesa e as capacidades científicas dos orientadores podem predizer significativamente o sucesso que estudantes de pós-graduação em Psiquiatria num país emergente obtêm em termos da quantidade e qualidade de publicações de resultados de suas pesquisas em periódicos de impacto. Usando como amostra alunos de mestrado e doutorado do curso de Pós- Graduação da área de concentração do Departamento de Psiquiatria da FMUSP, foram levantadas informações sobre seus conhecimentos na língua inglesa e os caminhos utilizados para a tradução de seus artigos submetidos para periódicos publicados em inglês. O número de sujeitos foi de 43 participantes, sendo 28 mestrandos e 15 doutorandos. A maioria de nossos sujeitos (60%) obteve notas acima de 80 (em possíveis 100) para conhecimentos em língua inglesa no momento do ingresso no curso. No entanto, mais de 93,7% utilizou algum grau de assistência externa na elaboração da tradução de artigos científicos submetidos para publicação a partir de suas teses, ainda que a proporção de uso de serviços para tradução integral de artigos tenha sido pequena (20,9%). Análises de regressão múltipla realizadas mostraram haver uma relação significativa entre conhecimento de língua inglesa (nota de entrada) e fator de impacto obtido (p = 0,03). Contudo, relação significativa foi também encontrada ao se relacionar os índices de produção científica dos sujeitos com o índice h de seus orientadores (p = 0,03), bem como uma trend de associação com a busca de assistência externa para tradução dos artigos (p = 0,05). O conhecimento de inglês, apesar de relevante, não é decisivo para a obtenção de um maior número ou impacto de publicações para pós-graduandos em Psiquiatria e outras variáveis (índice h do orientador e o uso de assistência externa para tradução dos artigos) foram as que também apresentaram significância estatística com as medidas de sucesso da publicação
Título em inglês
Relation between knowledge of English language and publication results by Psychiatry and Neurosciences graduate students in international periodicals of impact
Palavras-chave em inglês
Education medical graduate/manpower
Journal impact factor
Knowledge of english
Knowledge
Periodicals as topic/classification
Scientific and technical publications
Translating
Resumo em inglês
This study evaluates the success of graduate students in psychiatry in an emerging country, in terms of the quantity and quality of their scientific production (as well as the impact factors of the journals in which they publish), investigating to what extent student proficiency in English and the scientific capabilities of academic advisors predict that success. Our sample comprised 43 master's and doctoral students in psychiatry (N=28 and N=15, respectively) at the University of São Paulo School of Medicine, in São Paulo, Brazil. We collected information about their knowledge of English and the ways in which they write their articles to be submitted to journals publishing in English. Of the 43 students evaluated, 26 (60%) scored >= 80 (out of 100) on an English test given at admission to the graduate program. However, 40 (93.7%) used some form of external assistance in transforming their theses into articles suitable for submission, although only 9 (20.9%) requested full English translation from a version written in Portuguese. Multiple regression analysis revealed that first-author publication in a high-impact journal correlated significantly not only with student proficiency in English at admission (p=0.03), but also with having the article translated by a third party (p=0.05) as well as with the h-index of the academic advisor (p=0.03). Albeit relevant, knowledge of English was not the key factor for the publication success of the graduate students evaluated. Other variables (h-index of the advisor and third-party translation) appear to be also important predictors of success in publication
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AlexandreCunha.pdf (1.04 Mbytes)
Data de Publicação
2013-06-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.