• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-23082011-133536
Documento
Autor
Nombre completo
Letícia Raquel Baraky
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Bento, Ricardo Ferreira (Presidente)
Ramalho, Jeanne da Rosa Oiticica
Raposo, Nádia Rezende Barbosa
Samelli, Alessandra Giannella
Tomita, Shiro
Título en portugués
Prevalência de surdez incapacitante no município de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil
Palabras clave en portugués
Perda auditiva
Saúde pública
Surdez
Resumen en portugués
Introdução: No Brasil, dados epidemiológicos da prevalência de perda auditiva incapacitante (PAI) são escassos, e profissionais de saúde precisavam ter ciência da extensão do problema. Objetivos: Estimar a prevalência da PAI no município de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais, no sudeste do Brasil, fornecendo informações úteis para que os profissionais de saúde possam estabelecer programas de prevenção e tratamento. Identificar possíveis variáveis individuais relacionadas à PAI. Mapear a distribuição dos portadores de PAI nas regiões administrativas avaliadas, a fim de verificar áreas de risco para PAI. Material e Método: No período de janeiro a outubro de 2009, 1.050 pessoas entre 4 dias de vida e 95 anos participaram de um estudo descritivo populacional seccional. O cálculo do tamanho mínimo da amostra foi feito considerando-se margem de erro de 2%, uma prevalência estimada em 5% e um intervalo de confiança de 95%. Este estudo populacional foi composto de 349 domicílios, escolhidos aleatoriamente em 14 setores censitários. Os instrumentos de coleta foram três, a saber: um questionário estruturado; exame otorrinolaringológico e exames complementares. Teste de qui-quadrado e modelos de regressão de Poison foram utilizados para análise dos resultados. Resultados: A prevalência da PAI foi estimada em 5,2% (95% CI = 3,1-7,3). Esta dividida em moderada com 3,9% (95% IC = 0,0010,134), severa em 0,9% (95% IC= 0,0010,107) e profunda em 0,4% (95% IC= 0,001 - 0,095). As variáveis que foram significantes relacionadas à PAI foram o zumbido, idade acima de 60 anos e baixa escolaridade. Depois de a amostra ser ajustada, as variáveis como hipertensão arterial sistêmica (HAS), sexo, raça, tabagismo e Diabetes Mellitus (DM) não foram mais significantes A variável de confusão foi a idade. Conclusões: Nossos dados mostram a necessidade de criar programas de saúde auditiva para pessoas com mais de 60 anos, com zumbidos e baixa escolaridade. Melhoras na detecção e condução da PAI poderiam aliviar boa parte da morbidade e da mortalidade causadas pela surdez
Título en inglés
Prevalence of disabling hearing loss in developing countries
Palabras clave en inglés
Deafness
Hearing loss
Public health
Resumen en inglés
Background: In Brazil and worldwide, epidemiological data on the prevalence of disabling hearing loss is scarce and health professionals needs to know the extent of this problem. We estimated the prevalence of disabling hearing loss in the southeast of Brazil and obtained data to establish a program of prevention and treatment. Moreover, we tried to identify individual variables related to disabling hearing loss. Methods: We carried out a cross-sectional population-based study of 1050 people from 4 days to 95 years old between January and October 2009. All individuals included had permanent residence in the 349 households were randomly selected and agreed to participate by signing a informed consent. We excluded collective residences and shops. We used a structured questionnaire, otologic examination and complementary exams including audiometry or transient otoacoustic emission tests. Findings: The prevalence of disabling hearing loss was 5.2% (95% CI = 3.1-7.3). The prevalence of moderate HL was 3.9% (95% CI = 0.0010.134), the prevalence of severe HL was 0.9% (95% CI= 0.0010.107), and deep deafness was 0,4% (95% CI= 0.001 0.095). Patients with tinnitus or with low level of education had a prevalence of DHL 145% and 91% higher than in other individuals, respectively. The DHL among people over 60 years old is about six times higher than the others. After variable adjustment like hypertension, sex, race, smoking and diabetes were no longer significant. Confouding variable was age. Interpretation: Our data shows the need to create programs of hearing health to people over 60 years old, with tinnitus or with low level of education. Improvements in detection and management of DHL could decrease morbidity and mortality
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2011-08-24
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.