• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2004.tde-06102014-094007
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula Torres Schor
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Filomena Marino (Presidente)
Barbosa, Edison Mantovani
Bernardi, Fabiola Del Carlo
Kemp, Cláudio
Zerbini, Maria Claudia Nogueira
Título em português
Associação da proteína S100P e do receptor de estrogênio com o potencial evolutivo de lesões proliferativas epiteliais mamárias em pacientes com calcificações radiológicas
Palavras-chave em português
Biópsia por agulha/métodos
Doenças mamárias/patologia
Imunohistoquímica/métodos
Resumo em português
As doenças benignas da mama respondem pela maior parte dos diagnósticos em patologia mamária, por esse motivo têm se tornado um problema crescente na prática clínica pela limitação diagnóstica atual em identificar o subgrupo de lesões com maior potencial de risco par neoplasia invasora. O estudo das lesões proliferativas com marcadores prognósticos do câncer de mama mostrou que o estrogênio exerce papel importante na transformação dessas lesões, através do seu receptor nuclear, induzindo a transcrição de genes, mas também pelo receptor de membrana citoplasmática, estimulando a proliferação celular através da ativação das proteína-quinases ativadas por mitógenos. Trabalhos experimentais com culturas de células de diferentes linhagens, incluindo células mamárias, identificaram a proteína S100P, uma proteína ligante de cálcio, como participante da transformação neoplásica maligna e diferenciação celular. No presente trabalho, estudamos a expressão da S100P, do receptor de estrogênio e avaliamos a proliferação celular de 155 pacientes submetidas à biópsia mamária por agulha grossa assistida a vácuo, guiada por estereotaxia, população que corresponde à rotina diagnóstica em patologia mamária. Comprovamos a associação do receptor de estrogênio com as lesões pré-malígnas, classificadas segundo seu potencial de risco para neoplasia invasora, principalmente em mulheres abaixo dos 50 anos. Demonstramos haver forte associação entre a S100P e o receptor de estrogênio na distinção do potencial de risco das lesões histológicas, confirmando o papel importante da S100P no processo de transformação maligna. Observamos que a ausência da proteína torna praticamente nula a possibilidade de progressão tumoral, e mais ainda que sua ação depende também do receptor de estrogênio
Título em inglês
S100P and estrogen receptor associated with evolutive potential of epithelial proliferative breast lesions in patients with radiologic calcifications
Palavras-chave em inglês
Biopsy needle/methods
Breast diseases/pathology
Immunohistochemistry/methods
Resumo em inglês
The benign breast diseases represent the major diagnose in breast pathology, so they have became an increasing problem concerning the clinical practice for limited capability diagnosis to identify a subgroup in this category with greater risk to evolve to invasive breast cancer. Studies with proliferative breast lesions and prognostic markers of breast cancer have shown that estrogen plays an important roll in malignant transforming process through its nuclear receptor which activates the transcriptional process. Moreover, the surface estrogen receptor stimulates the cell proliferation as a result of activation of mitogen-activated protein-kinases cascade. In vitro experiments with differents cell lines, including breast cell ones, have identified a protein, called S100P, a calcium-binding protein, as participating of the malignant transforming process and cell differentiation. In the present work, we studied the immunoexpression expression of S100P, estrogen receptor and evaluated the cell proliferation of 155 patients submitted to vacuum assisted core biopsy with stereotactic guidance of breast, a population that corresponds to the routine diagnose in breast pathology. We have proved the association between estrogen receptor and premalignant lesions, stratified by the relative risk for developing invasive breast cancer, mainly among women under the 50 years. We also have demonstrated a strong association of S100P and estrogen receptor concerning the distinctive relative risk of breast histologic lesions; bring up the important contribution of S100P in the carcinogenetic process. Meanwhile, the presence of S100P rises up the transforming possibility. We finally have found that the action of S100P depends on the estrogen receptor status
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.