• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.2007.tde-11032008-113917
Documento
Autor
Nombre completo
Veridiana Aun Rufino Pereira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2007
Director
Tribunal
Castro, Fabio Fernandes Morato (Presidente)
Forte, Wilma Carvalho Neves
Kokron, Cristina Maria
Motta, Antonio Abilio
Nunes, Inês Cristina Camelo
Título en portugués
Variação sazonal nas concentrações de aeroalérgenos em diferentes níveis de poluição ambiental
Palabras clave en portugués
Alérgenos
Esporos fúngicos
Fungos
Instituições acadêmicas
Poeira
Poluição ambiental
Pyroglyphidae
Variações sazonais
Resumen en portugués
OBJETIVOS: Estudar o ambiente interno em escolas públicas situadas em duas cidades (Atibaia e São Paulo), com diferentes níveis de poluição atmosférica, mediante a identificação e quantificação dos principais alérgenos presentes na poeira e no ar das salas de aula dessas escolas, assim como a avaliação da existência de padrão sazonal para cada um dos alérgenos estudados. MATERIAIS E MÉTODOS: As amostras de poeira foram coletadas de uma única sala de aula em cada escola, uma vez por mês durante um ano. A cada visita foram medidas a temperatura e umidade relativa do ar. A aspiração da poeira foi realizada em 8 pontos da sala, sendo 2 próximos à janela, 2 junto à porta, 2 junto à lousa e 2 no centro. Uma das amostras aspirada de cada local foi analisada quanto à sua composição, através de leitura por ELISA, utilizando-se anticorpos monoclonais (Indoor Biotechnologies-USA), para dosagem dos seguintes alérgenos: Der p 1, Der f 1, Blo t 5, Fel d 1, Can f 1, Asp f 1, Alt a 1, Bla g 1 e Bla g 2. A outra amostra foi semeada em agar Sabouraud para cultura para fungos. As amostras de ar foram coletadas por 20 minutos com o aparelho de Andersen N-6, um impactador de 6 estágios, colocado no centro da sala de aula. Os gêneros dos fungos foram identificados pela observação macroscópica das xi colônias e pelas características microscópicas das hifas, determinadas pela técnica de Ridell. RESULTADOS: Os resultados mostraram baixos níveis (< 2ug/g) de alérgenos de ácaros (Der p 1, Der f 1 e Blo t 5) na maioria das amostras de poeira dos pisos das escolas. Também foram encontrados baixos níveis (< 1ug/g) dos alérgenos animais (Fel d 1 e Can f 1), sendo que maiores níveis de Can f 1 foram detectados nas amostras da escola de São Paulo. Os alérgenos de barata não foram detectados nas duas escolas. As maiores quantidades de alérgenos de ácaros ocorreram durante a primavera e as menores no outono. Em Atibaia, verificaram-se maiores níveis de alérgenos de ácaros e esporos de fungos junto à lousa. Foram identificados 19 gêneros de fungos nas amostras de poeira e 25 gêneros nas amostras de ar das duas escolas. Destacaram-se Cladosporium nas amostras coletadas com aparelho de Andersen e Trichoderma nas amostras aspiradas. Considerando-se o total de esporos de fungos obtidos com aparelho de Andersen, não houve diferença estatisticamente significante entre as escolas de Atibaia e São Paulo, assim como não houve diferença entre as estações do ano. Em relação às amostras de poeira coletadas com aspirador, São Paulo apresentou os maiores níveis de UFC/g de poeira. CONCLUSÃO: Os pisos e o ar das escolas estaduais estudadas parecem não representar fonte importante de exposição à alérgenos de ácaros, fungos, cães, gatos e baratas, independente da presença de poluição atmosférica
Título en inglés
Seasonal variation in aeroallergens concentrations in different degrees of air pollution
Palabras clave en inglés
Allergens
Dust
Fungi
Pyroglyphidae
Schools
Seasonal Variations
Spores fungal
Resumen en inglés
Objective: To study indoor environment in public schools located in two cities (Atibaia and São Paulo) with different degrees of air pollution, identifying and measuring the most important allergens in classroom dust and air samples and evaluating the existence of seasonal variation for each allergen. Methods: Dust samples were obtained from a single classroom in each school, once a month during a year. During each visit temperature and relative humidity were measured. Floor dust was collected from eight different sites: 2 near the door, 2 near the window, 2 near the blackboard and 2 in the middle of the room. One sample collected from each site was analyzed by using mAb-based ELISAs (Indoor Biotechnologies-USA) for Der p 1, Der f 1, Blo t 5, Asp f1, Alt a 1, Fel d 1, Can f 1, Bla g 1 and Bla g 2. The other samples were plated on Sabouraud dextrose agar. Air samples were collected for 20 minutes with a N-6 Andersen sampler, a six-stage impactor, located in the middle of the classroom. Fungal genera were identified by macroscopic observation of the colonies and by the microscopic characteristics of the sporulating hyphae determined by the Ridell technique. Results: The results showed low levels (<2ug/g) of mite allergens (Der p 1, Der f 1 and Blo t 5) in most dust samples collected from the classroom's floor. Low levels (<1ug/g) of animal allergens (Fel d 1 and Can f 1) were found too, and higher levels of Can f 1 were detected in dust samples from São Paulo. Cockroach allergens (Bla g 1 and Bla g 2) were undetectable in all samples. Higher levels of mite allergens occurred during spring and lower during autumn. Higher levels of mite allergens and fungal spores were found near the blackboard in Atibaia. A total of 19 different fungal genera were distinguished in dust samples, while 25 genera were identified in air samples. The most frequently isolated fungal genera in Andersen samples was Cladosporium and in dust samples was Trichoderma. Considering total mold spores obtained with Andersen sampler, there was no statistically significant difference between São Paulo and Atibaia schools, neither between the seasons of the year. In relation to dust samples collected with vaccum cleaner, the school from São Paulo presented higher levels of UFC/g of dust. Conclusion: The floor and air from these two elementary schools in São Paulo seems not to represent an important source of exposure to allergens from mites, molds, cats, dogs and cockroach, independent on the presence of air pollution.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2008-03-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.