• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-21082007-114419
Document
Author
Full name
Vicência Mara Rodrigues de Lima
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2007
Supervisor
Committee
Oliveira, Claudia Pinto Marques Souza de (President)
Guarita, Dulce Reis
Soares, Elza Cotrim
Title in Portuguese
Esteato-hepatite não alcoólica (ENA) em camundongos obesos (ob/ob): avaliação do efeito citoprotetor do Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK)
Keywords in Portuguese
Cirrose hepática
Estresse oxidativo
Fígado gorduroso
Obesidade
Abstract in Portuguese
Introdução: A Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA) tem sido considerada atualmente a forma mais comum de doença hepática no mundo ocidental, relacionada principalmente ao aumento da prevalência da obesidade. A DHGNA abrange um largo espectro de doença, desde casos de esteatose simples até esteato-hepatite (ENA) e fibrose, podendo evoluir para cirrose e carcinoma hepatocelular (CHC). Embora se conheçam os fatores predisponentes para o desenvolvimento da ENA, sua patogênese, assim como tratamento eficaz, permanecem pouco conhecidos. Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK), produto derivado do Henshiko, é formado por 4 ingredientes: Panax pseudo ginseng, Eucommia ulmoides, Polygonati rhizoma, e Licorice root. Estes compostos que apresentam propriedades antioxidantes, hepatoprotetoras, hipoglicemiantes e hipolipemiantes. Objetivos: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do YHK na ENA em camundongos obesos (ob/ob). Métodos: ENA foi induzida em camundongos ob/ob, machos, pesando 40-50g, com 8 semanas de vida, por meio de dieta deficiente em colina e metionina (DCM) ou dieta hiperlipídica (H) durante 4 semanas. Os animais foram distribuídos aleatoriamente por meio de tabela de classificação seqüencial randomizada em 5 grupos, com 5 animais em cada grupo: 1) Grupo DCM: submetidos à dieta em pó, deficiente em colina e metionina por um período de 4 semanas associada a 0,3 mL de solução fisiológica por meio de gavagem diária; 2) Grupo DCM tratado com YHK: submetidos à dieta em pó, deficiente em colina e metionina por um período de 4 semanas associada à solução de YHK (Kyotsu,Yokyo, Japan) (20mg/kg/dia diluída em 0,3mL de solução fisiológica) administrados diariamente por gavagem; 3) Grupo H: submetidos à dieta em pó, hiperlipídica, por 4 semanas associada a 0,3 mL de solução fisiológica diariamente por meio de gavagem; 4) Grupo H tratado com YHK: submetidos à dieta hiperlipídica por um período de 4 semanas associada a solução de YHK (Kyotsu, Yokyo, Japan) (20mg/Kg/dia diluída em 0,3mL solução fisiológica) administrados diariamente por gavagem; 5) Grupo C: submetidos à dieta padrão NUVILAB CR1 (NUVITAL Industria Brasileira Ltda.) por um período de 4 semanas associada a 0,3 mL de solução fisiológica diariamente por meio de gavagem. O diagnóstico histológico de DHGNA e ENA foi determinado segundo a classificação padronizada pelo "Pathology Committee of the NASH Clinical Research Network", que designou e validou as características histológicas e um sistema de escore de atividade para DHGNA. Resultados: Os animais das dietas DCM e H não tratados com YHK desenvolveram moderada esteatose macro e microgoticular, balonização hepatocelular e infiltrado inflamatório misto. Com a adição de YHK, ocorreu uma redução na esteatose e inflamação em ambas as dietas. No que se refere à bioquímica hepática, as aminotransferases reduziram-se significativamente em ambos os grupos tratados com o YHK. Associadamente observou-se perda de peso significativa nos camundongos tratados com o YHK em ambas as dietas empregadas (DCM e H) (p<0,05), embora a ingestão alimentar não tenha sido diferente entre os grupos. A redução da ENA e das concentrações de aminotransferases associou-se à redução do estresse oxidativo hepático, avaliado pela diminuição na lipoperoxidação no tecido hepático (redução do MDA - Malonaldeído). Contudo, a glutationa reduzida (GSH) só sofreu redução significativa no grupo da dieta DCM que usou o YHK. Conclusões: Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK) inibiu o desenvolvimento da ENA experimental induzida por dieta deficiente em colina e metionina (DCM) e hiperlipídica (H), reduziu as concentrações séricas das aminotransferases e reduziu os parâmetros de estresse oxidativo hepático nesses dois modelos experimentais. Futuros estudos serão necessários para elucidar melhor, o mecanismo de hepatoprotetor do YHK.
Title in English
YO JYO HEN SHI KO, a novel Chinese herbal, prevents nonalcoholic steatohepatitis in ob/ob mice fed a high fat or methionine/choline deficient diet
Keywords in English
Fatty liver
Liver cirrhosis
Obesity
Oxidative stress
Abstract in English
Background: Oxidative stress plays a role in the pathogenesis of nonalcoholic steatohepatitis (NASH). Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK) is a complex compound purported to reduce reactive oxygen species (ROS) by blocking the propagation of radical-induced reactions. Aim: The aim of this study was to evaluate the role of the effect of YHK in experimental NASH. Methods: NASH was induced in male ob/ob mice by a high-fat (H) diet or methionine/choline deficient (MCD) diet for 4 weeks. YHK-treated animals received YHK solution orally (20 mg/kg/day) in both experimental diets (n = 5; each group) while control animals received only vehicle. Results: The MCD and H groups developed moderate diffuse macrosteatosis, hepatocellular ballooning, and a diffuse inflammatory infiltrate. With the addition of YHK, there was a marked reduction in macrosteatosis in both groups. This was associated with decreased lipoperoxide and reduced glutathione (GSH) concentrations as well as reduced serum aminotransferases and improved histological markers of inflammation. These changes were also associated with weight loss in the MCD+YHK group and diminished weight gain in the H+YHK group. Conclusion: YHK therapy blunts the development of macrosteatosis in these models of NASH and significantly reduces markers of oxidative stress. YHK also diminishes weight gain in this obesity prone model. Our findings warrant further study on the mechanisms involved with these effects.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
vicenciamrdelima.pdf (3.05 Mbytes)
Publishing Date
2007-08-22
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2019. All rights reserved.