• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-17102014-143936
Documento
Autor
Nome completo
Valquiria Greco Arenas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
David Neto, Elias (Presidente)
Barbosa, Dulce Aparecida
Castro, Maria Cristina Ribeiro de
Título em português
Avaliação da qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em tratamento por diálise peritoneal automatizada e hemodiálise utilizando o instrumento SF-36
Palavras-chave em português
Diálise peritoneal
Diálise renal
Insuficiência renal crônica
Qualidade de vida
Questionários
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A avaliação da QV tem se destacado de modo crescente em pesquisas clínicas de pacientes com insuficiência renal crônica terminal (IRCT), sendo o SF-36 um dos instrumentos mais utilizados nesta população. O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a QV nos pacientes com IRCT que estavam em tratamento dialítico de DPA e HD utilizando o SF-36 e avaliar se parâmetros sociais, demográficos, econômicos, clínicos e de adequação em diálise interferem na QV desses grupos. MÉTODOS: este estudo transversal, prospectivo e observacional, foi realizado em uma unidade de diálise satélite no município de São Paulo, em dezembro de 2003. Foram incluídos no estudo os pacientes de DPA ou HD, com tempo na terapia maior que 90 dias, idade entre 18 e 75 anos, com domínio da língua portuguesa e que concordaram em responder o instrumento para avaliação da QV. Participaram 22 pacientes de DPA e 79 de HD. Através do prontuário médico, foram coletados dados demográficos, sociais, econômicos, informações clínicas e exames laboratoriais. A QV foi avaliada apenas uma vez durante entrevista com a pesquisadora. Os valores obtidos na QV foram cruzados com as demais variáveis para verificar se havia interação significativa. RESULTADOS: Os grupos foram muito semelhantes entre si na maioria das variáveis analisadas. Na HD observou-se tempo maior de tratamento (p=0.002) e níveis de albumina sérica mais elevados que DPA (p<0,001). Em DPA, mais pacientes possuíam seguro saúde privado (p=0,018). A avaliação da QV é semelhante em quase todos os domínios do SF-36, a única diferença significativa ocorreu no Aspecto Físico, onde HD teve um escore maior que DPA (p=0,007). Não ocorreu nenhuma interação significativa entre este domínio e as demais variáveis analisadas que justificasse a diferença encontrada. CONCLUSÃO: A QV foi muito semelhante entre as duas modalidades de diálise. O grupo de HD apresentou melhor resultado em relação ao Aspecto Físico, sendo que este fato parece depender unicamente do método dialítico
Título em inglês
Evaluation of Quality of Life of end-stage renal disease patients treated with either automatic peritoneal dialysis or hemodialysis using SF-36 questionnaires
Palavras-chave em inglês
Chronic kidney failure
Peritoneal dialysis
Quality of life
Questionnaires
Renal dialysis
Resumo em inglês
The evaluation of health-related Quality of Life (Qol) is fundamental when searching for better treatment in end-stage renal disease (ESRD). The SF-36 is the most used questionnaire for this population. The purpose of this study was evaluated and compared the Qol in ESRD patients during either automatic peritoneal dialysis (APD) or hemodialysis (HD) treatment using the SF-36. METHODS: this is a prospective, cross-sectional and observational study, performed in a single dialysis facility in the city of São Paulo. Patients, with an age between 18 and 75 years, should be for more than 90 days in therapy and besides showing fluency in Portuguese language should be able to understand the questionnaire. Twenty-two APD and 79 HD patients were enrolled. The social, demographics, economics, clinical and laboratories information were colleted from the electronic data base. The Qol was assessed once an interview with one of the authors. The scores of SF-36 was correlated with the others variables to verify possible interactions. RESULTS: Both groups were very similar in most of the analyzed variables. Time in therapy was longer (p=0.002) and serum albumin level was higher (p<0,001) for the HD group than APD. In APD group more patients had private health insurance (p=0,018). The scores of SF-36 were similar in the various dimensions of the Qol questionnaire. The mean score for Physical Functioning was higher in HD than in APD (p=0,007). No significant interactions between the SF-36 dimensions and the others variables explained this difference. CONCLUSION: The Qol was very similar between these two dialysis modalities. The HD group showed better scores in Physical Functioning and this seemed to depend on the type of dialysis modality only
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ValquiriaGrecoArenas.pdf (858.40 Kbytes)
Data de Publicação
2014-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.