• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2009.tde-07052009-174303
Documento
Autor
Nome completo
André Gustavo Bombana Nicoletti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Matayoshi, Suzana (Presidente)
Araf, Davi
Couto Junior, Abelardo de Souza
Takahashi, Walter Yukihiko
Vessani, Roberto Murad
Título em português
Avaliação da prevalência de glaucoma em pacientes com blefaroespasmo essencial
Palavras-chave em português
Blefarospasmo
Glaucoma
Pressão intra-ocular
Toxina botulínica tipo A
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O blefaroespasmo essencial é uma distonia focal caracterizada por contrações involuntárias, espasmódicas e bilaterais dos músculos protratores das pálpebras. O glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível em adultos de países desenvolvidos e a elevação da pressão intra-ocular é o maior fator de risco para o desenvolvimento da doença. A contração voluntária forçada das pálpebras pode causar aumentos da pressão intra-ocular de até 90 mmHg. Uma vez que pacientes com blefaroespasmo essencial apresentam contrações palpebrais freqüentes e de forte intensidade, eles poderiam compor um grupo de risco para o desenvolvimento do glaucoma. MÉTODOS: Vinte e oito pacientes com blefaroespasmo essencial e 28 pacientes de grupo controle, formado por indivíduos com doenças palpebrais ou no seu pós-operatório, foram submetidos a um exame oftalmológico completo. No grupo de pacientes com blefaroespasmo, a avaliação foi realizada em 8 a 11 dias após o tratamento com toxina botulínica. Efetuou-se exame de refração e medida de melhor acuidade visual corrigida com tabela de Snellen, biomicroscopia em lâmpada de fenda, tonometria de aplanação, campo visual computadorizado, teste de sobrecarga hídrica e biomicroscopia de fundo para avaliação da papila óptica. RESULTADOS: 1) A prevalência de glaucoma nos pacientes com blefaroespasmo foi significativamente maior do que nos indivíduos do grupo controle, sendo diagnosticada em 14,3% e 3,6% dos casos, respectivamente (p=0,008). 2) A pressão intra-ocular foi significativamente maior nos pacientes com blefaroespasmo (15,80 ± 3,80 mmHg) do que nos indivíduos do grupo controle (13,90 ± 2,75 mmHg) (p= 0,004). 3) O pico da pressão intra-ocular na prova de sobrecarga hídrica foi significativamente maior nos pacientes com blefaroespasmo essencial (18,82 ± 4,47 mmHg) do que nos indivíduos do grupo controle (16,27 ± 2,69 mmHg) (p=0,0421). DISCUSSÃO: Diversos estudos descreveram a influência da compressão palpebral sobre a pressão intra-ocular. A prova de sobrecarga hídrica tem sido considerada uma ferramenta indireta para se avaliar a capacidade do fluxo de drenagem do trabeculado, além de exibir correlação com os picos de pressão intra-ocular que muitas vezes não são detectados em exames de rotina. Os pacientes com blefaroespasmo essencial apresentaram pressões intra -oculares e picos de pressão intra-ocular na prova de sobrecarga hídrica mais elevados do que os pacientes do grupo controle, o que poderia indicar um baixo fluxo de drenagem. Estas altíssimas variações de pressão intra -ocular a que estes indivíduos são submetidos constantemente, em pacientes com menor fluxo de drenagem poderiam causar um aumento crônico da pressão intra -ocular e o desenvolvimento do glaucoma. CONCLUSÕES: Os resultados observados sugerem que estes pacientes compõem um grupo de risco para o desenvolvimento de glaucoma e esta doença deve ser pesquisada de maneira sistemática na avaliação inicial e durante o seguimento desses casos
Título em inglês
Prevalence of glaucoma in patients with essential blepharospasm
Palavras-chave em inglês
Blepharospasm
Botulinum toxin type A
Glaucoma
Intraocular pressure
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Essential blepharospasm is a focal distonia characterised by involuntary, spasmodic, bilateral contractions of eyelid protractors. Glaucoma is the most important cause of irreversible blindness in adults in developed countries and high intraocular pressure is the major risk factor for development of the disease. Voluntary forced eyelid closure can produce an intraocular pressure increase of 90 mmHg. As patients with essential blepharospasm present frequent and strong eyelid contractions, they could be at risk for glaucoma development. METHODS: Twenty eight patients with essential blepharospasm and 28 patients of a control group, with eyelid diseases or in the post-operative period, were submitted to a complete ophthalmic examination. In the group of patiens with blepharospasm, the evaluation was done between 8 to 11 days after botulinum toxin treatment. We performed refractometry and best corrected visual acuity with Snellen chart, slitlamp biomicroscopy, applanation tonometry, automated perimetry, water drinking test and dilated funduscopy to evaluate optic discs. RESULTS: 1) Prevalence of glaucoma in patients with blepharospasm (14,3%) was higher than in the individuals from control group (3,6%) (p=0,008). 2) Intraocular pressure was higher in patients with blepharospasm (15,80 ± 3,80 mmHg) than in the individuals from control group (13,90 ± 2,75 mmHg) (p=0,004). 3) Intraocular pressure peaks in the water drinking test were higher in patients with essential blepharospasm (18,82 ± 4,47 mmHg) than in the individuals from control group (16,27 ± 2,69 mmHg) (p=0,0421). DISCUSSION: Several studies reported the influence of eyelid compression over intraocular pressure. The water drinking test has been considered as an indirect tool to measure outflow facility and it has good correlation with intraocular pressure peaks which are frequently missed in routine examinations. Patients with essential blepharospasm had higher mean intraocular pressures and intraocular pressure peaks in the water drinking test than patients from control group, which could indicate low outflow facility. These high intraocular pressure variations in patients with low outflow facility could increase the intraocular pressure chronically and lead to development of glaucoma. CONCLUSION: Our results suggest that patients with essential blepharospasm be at higher risks for development of glaucoma and this disease should be always investigated at presentation and during follow-up of these cases
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Andregbnicoletti.pdf (2.41 Mbytes)
Data de Publicação
2009-05-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.