• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-07082017-081956
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Miranda Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Mario Luiz Ribeiro (Presidente)
Cohen, Ralph
Ejzenbaum, Fabio
Hokazono, Kenzo
Zacharias, Leandro Cabral
Título em português
Potencial evocado visual multifocal em olhos com hemianopsia temporal por compressão quiasmática. Correlação com a perimetria computadorizada e a tomografia de coerência óptica
Palavras-chave em português
Atrofia óptica/diagnóstico
Fibras nervosas/patologia
Potenciais evocados visuais
Quiasma óptico/patologia
Testes de campo visual/métodos
Tomografia de coerência óptica/métodos
Resumo em português
OBJETIVO: Avaliar a capacidade do potencial visual evocado multifocal (PEV-mf) em diferenciar pacientes portadores de hemianopsia temporal de controles normais e avaliar a correlação entre o PEV-mf, o campo visual (CV) realizado com a perimetria automatizada e a tomografia de coerência óptica de domínio fourier (TCO-dF). MÉTODOS: Vinte sete olhos de 21 pacientes com defeito de campo visual temporal secundário a compressão quiasmática e 43 olhos de 23 controles normais foram submetidos aos exames PEV-mf, CV e TCO-dF (3D OCT-1000®, Topcon) da mácula e da camada de fibras nervosas da retina (CFNR). Foi calculada a média das respostas do PEV-mf global, do PEV-mf central e a média de espessura do TCO-dF da mácula para cada quadrante e para cada hemicampo, enquanto a espessura da CFNR foi dividida em 12 setores ao redor do nervo óptico. A perda de CV foi calculada para os quatro quadrantes e para os hemicampos temporal e nasal no CV 24-2 e CV 10-2. Os dois grupos foram comparados utilizando equações de estimativas generalizadas (GEE) e as correlações entre o PEV-mf, CV e o TCO-dF foram calculadas. RESULTADOS: As médias das amplitude P1 e N2 do PEV-mf global e central para os hemicampos e os quadrantes temporais foram significativamente menores nos pacientes que nos controles (p < 0.004). Não houve diferença estatística entre os grupos para os parâmetros de amplitudes do PEV-mf nos setores nasais. Não houve diferença estatística nas médias das latências do PEV-mf global e central entre os pacientes e os controles normais. Foi encontrada correlação moderada, estatisticamente significativa, entre os parâmetros de amplitudes temporais do PEV-mf - global e central com a perda de CV 24-2 e 10-2 temporal, assim como com as medidas de espessura macular e da espessura CFNR na TCO-dF. CONCLUSÕES: As médias das amplitudes do PEV-mf foram capazes de diferenciar olhos de pacientes com hemianopsia dos controles normais e apresentaram correlação significativa com os dados obtidos pela perimetria automatizada e pelo TCO-dF. Estes dados sugerem que o PEV-mf global e central podem ser utilizados na detecção de anormalidades do campo visual em pacientes portadores de compressão quiasmática
Título em inglês
Multifocal visual evoked potential in eyes with temporal hemianopia from chiasmal compression. Correlation with standard automated perimetry and OCT findings
Palavras-chave em inglês
Evoked potentials visual
Nerve fibers/pathology
Optic atrophy/diagnosis
Optic chiasm/pathology
Tomography optical coherence/methods
Visual field tests/methods
Resumo em inglês
PURPOSE: To evaluate the ability of multifocal visual evoked potential (mfVEP) to differentiate patients with temporal hemianopia due to chiasmal compression from normal controls. To assess the relationship between mfVEP, standard automated perimetry (SAP) and fourier domain-optical coherence tomography (fd-OCT). METHODS: Twenty-seven eyes of 21 patients with permanent temporal visual field (VF) defects from chiasmal compression and 43 eyes of 23 healthy controls underwent mfVEP, SAP and fd-OCT (3D OCT-1000®, Topcon) macular and peripapillary retinal nerve fiber layer (RNFL) measurements. It was averaged the responses for global mfVEP, central mfVEP and fd-OCT macular measurements were averaged in quadrants and halves, while peripapillary RNFL thickness was averaged in 12 sectors around the disc. VF loss was estimated in four quadrants and each half of 24-2 and 10-2 strategy test points. The two groups were compared using generalized estimated equations (GEE). Correlations between mfVEP, VF and fd-OCT findings were verified. RESULTS: Global and central mfVEP P1 and N2 amplitude parameters of temporal measurements were significantly smaller in patients than controls (p < 0.004). No significant differences were observed between the groups with respect to mfVEP amplitude parameters from the nasal measurements. No significant differences were observed in global and central mfVEP latency parameters for all averaged measurements between patients and healthy controls. A significant moderate correlation was found between global and central mfVEP amplitude parameters of temporal measurements and temporal VF 24-2 and 10-2 loss as well as with corresponding fd-OCT macular and RNFL thickness measurements. CONCLUSIONS: mfVEP amplitude parameters were able to differentiate eyes with temporal hemianopia from controls and were significant correlated with VF and fd-OCT findings. These data suggest that it is a useful technology for detecting visual abnormalities in patients with chiasmal compression
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.