• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2019.tde-09122019-090450
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Gustavo Vasconcelos de Moraes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Susanna Junior, Remo (Presidente)
Suzuki, Ricardo
Hatanaka, Marcelo
Paula, Jayter Silva de
Título em português
Progressão estrutural e funcional da lesão glaucomatosa na mácula
Palavras-chave em português
Glaucoma de ângulo aberto
Mácula lútea
Progressão da doença
Testes de campo visual
Tomografia óptica
Resumo em português
OBJETIVOS: comparar a performance de parâmetros estruturais e funcionais convencionais (perimetria acromática 24-2 e tomografia de coerência óptica da camada de fibras nervosas retiniana peripapilar) com a dos parâmetros otimizados para a região macular (perimetria 10-2 e tomografia de coerência óptica da camada de células ganglionares retiniana macular) para detecção de progressão glaucomatosa. MÉTODOS: análise prospectiva e longitudinal de indivíduos saudáveis e pacientes suspeitos ou portadores de glaucoma de ângulo aberto, com perda inicial de campo visual 24-2 (definida pelo desvio médio maior que -6 dB). Os participantes do estudo foram examinados com perimetria acromática 24-2 e 10-2, além de tomografia de coerência óptica de alta resolução da região peripapilar e mácula no mesmo dia. Todos os participantes foram seguidos em intervalos regulares por, no mínimo, um ano. Progressão por análise de tendência foi determinada usando-se regressão linear com modelos de efeitos mistos e estimativas Bayesianas multivariadas. Modelos de simulação computacional foram utilizados para se investigar a sensibilidade com especificidades pareadas de cada parâmetro sob diferentes frequências de exame e tempo total de seguimento. RESULTADOS: foram estudados 164 olhos de 153 participantes (49 olhos de 49 indivíduos saudáveis e 115 olhos de 104 pacientes glaucomatosos ou suspeitos de glaucoma). A média de idade foi 57,8 ± 19,0 (amplitude: 18-85) anos. A maioria dos participantes (86,2%) era de raça branca e do sexo feminino (54,2%), como tempo de seguimento mediano de 2,2 (amplitude: 1 a 3) anos. Os parâmetros funcionais (perimetria 10-2) e estruturais (camada de células ganglionares retiniana) otimizados para a região macular exibiram taxas de progressão mais rápidas e com menor variância residual relativamente a seu intervalo dinâmico na análise de tendências do que parâmetros convencionais (perimetria 24-2 e camada de fibras nervosas retiniana peripapilar). A combinação de parâmetros convencionais com aqueles otimizados para a região macular resultou em redução da variabilidade. Estudos de simulação computacional indicaram um maior poder estatístico e menor tempo de seguimento para detecção de progressão glaucomatosa usando-se parâmetros otimizados para a região macular em relação aos parâmetros convencionais. Tais achados foram mais significativos ao se combinarem esses parâmetros. CONCLUSÕES: Os parâmetros estruturais e funcionais da mácula apresentaram melhor capacidade de detecção de progressão glaucomatosa do que os parâmetros convencionais, sem significativo comprometimento de especificidade. A combinação dos parâmetros (maculares e convencionais) pode apresentar aplicabilidade clínica na avaliação da progressão do glaucoma em pacientes com perda funcional inicial, com potencial implicação no desenho de ensaios clínicos randomizados em glaucoma
Título em inglês
Structural and Functional progression of glaucomatous damage to the macula
Palavras-chave em inglês
Diseaseprogression
Glaucoma open-angle
Macula lutea
Tomography optical
Visual field tests
Resumo em inglês
OBJECTIVES: to compare the performance of conventional structural and functional parameters (24-2 achromatic perimetry and optical coherence tomography of the peripapillary retinal nerve fiber layer) with those optimized for the macular region (10-2 achromatic perimetry and optical coherence tomography of the macular ganglion cell layer) for the detection of glaucomatous progression. METHODS: prospective and longitudinal analysis of healthy subjects and patients with or suspected open-angle glaucoma with early visual field loss on the 24-2 (defined by the mean deviation greater than -6 dB). Study participants were tested with achromatic perimetry 24-2 and 10-2, in addition to high-resolution optical coherence tomography of the peripapillary region and macula on the same day. All patients were followed at regular intervals for at least one year. Trend analysis with linear mixed effects models and multivariate Bayesian estimates were employed to measure rates of progression. Computer simulation models were used to investigate the sensitivity at matched specificities for each parameter under different examination frequencies and total duration of follow-up. RESULTS: 164 eyes of 153 participants (49 eyes of 49 healthy subjects and 115 eyes of 104 glaucomatous or suspected glaucoma patients) were studied. The mean age was 57.8 ± 19.0 (range: 18-85) years. Most participants (86.2%) were white and (54.2%) female followed for a median of 2.2 (range: 1-3) years. Functional (10-2 perimetry) and structural (retinal ganglion cell layer) parameters optimized for the macular region exhibited faster rates of progression and smaller residual variances relative to their dynamic range than conventional parameters (24-2 perimetry and peripapillary retinal nerve fiber layer). The combination of conventional and parameters optimized for the macular region resulted in decreased variability. Computer simulation models indicated a greater statistical power and a shorter follow-up time to detect glaucomatous progression using parameters optimized for the macular region compared to conventional parameters. These findings were more significant when these parameters were combined. CONCLUSIONS: Structural and functional parameters of the macula had improved ability to detect glaucomatous progression when compared to conventional parameters without significantly compromising specificity. The combination of these parameters (macular and conventional) may have clinical utility in the evaluation of glaucomatous progression in patients with early functional loss, with potential implication for the design of randomized clinical trials in glaucoma
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.