• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-01032017-135429
Document
Author
Full name
Juliana Martins Rocha do Nascimento
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2016
Supervisor
Committee
Terra Filho, Mario (President)
Jaluul, Omar
Jardim, Carlos Viana Poyares
Nery, Luiz Eduardo
Title in Portuguese
Estudo das equações de referência dos parâmetros de função pulmonar em repouso e ao exercício em amostra de idosos hígidos da população brasileira
Keywords in Portuguese
Capacidade de difusão pulmonar
Envelhecimento
Espirometria
Pletismografia total
Teste de esforço
Valores de referência
Abstract in Portuguese
Introdução: A diferenciação entre saúde e doença do sistema respiratório torna-se mais difícil devido à tendência de envelhecimento populacional e da necessidade de identificação das alterações próprias da senescência. Os testes de função pulmonar constituem ferramentas clínicas importantes para avaliação respiratória e sua interpretação está baseada em equações de referência derivadas de amostra de indivíduos saudáveis, que podem não expressar adequadamente o comportamento nesta faixa etária específica, dada a reduzida representatividade de indivíduos idosos nos estudos que postularam tais equações. Objetivo: Verificar a acurácia das equações de referência disponíveis para testes de função pulmonar e cardiopulmonar de esforço em relação aos valores obtidos em amostra de indivíduos idosos hígidos e o impacto clínico na interpretação funcional baseada nestas equações. Metodologia: Estudo prospectivo observacional transversal, com voluntários saudáveis, com idade igual ou superior a 65 anos, não tabagistas, urbanos. Em uma única visita, foram coletados dados demográficos, antropométricos e clínicos, seguidos da realização de provas de função pulmonar em repouso (espirometria, medidas de volumes pulmonares e difusão) e do teste cardiopulmonar de exercício máximo (TCPE). Os resultados obtidos foram comparados com os valores esperados de acordo com equações de referência rotineiramente utilizadas para a interpretação (teste-T pareado e avaliação de concordância pelo diagrama de Bland-Altman) e a frequência de casos fora das faixas previstas foi determinada. Novas equações de referência foram geradas por regressão linear múltipla. Resultados: Foram incluídos 95 indivíduos (55 mulheres), com idade (anos) 75 ± 6 (feminino) e 74±6 (masculino). Caracterizou-se diferença significativa entre as médias dos parâmetros de função pulmonar em repouso observados e previstos por pelo menos 2 das 3 equações testadas para CVF, VEF1, CPT, VR e difusão para ambos os sexos. O mesmo ocorreu para os parâmetros funcionais ao exercício (carga e VO2 no pico do esforço) para 3 de 4 equações testadas. Não houve homogeneidade de um autor específico em predizer com melhor acurácia os valores observados na amostra testada para todos os parâmetros funcionais em ambos os sexos. A frequência de classificação de parâmetros fora das faixas de referência foi elevada para todas as equações avaliadas. Novas equações de referência foram apresentadas a partir dos dados obtidos. Conclusões: A utilização das equações de referência existentes apresentou aplicabilidade limitada à amostra de idosos saudáveis estudada, gerando elevados índices de valores sub e superestimados, potencialmente comprometendo a sensibilidade e especificidade dos testes. Foram derivadas equações idade-específicas para uma amostra de idosos suadáveis brasileiros, visando contemplar as mudanças fisiológicas nesta faixa etária
Title in English
Studies of reference equations of pulmonary function parameters at rest and exercise in a sample of healthy elderly individuals of the Brazilian population
Keywords in English
Aging
Exercise test
Plethysmography whole body
Pulmonary diffusion capacity
Reference values
Spirometry
Abstract in English
Introduction: Differentiating between health and disease of the respiratory system becomes more challenging due to the tendency of population aging and the need to identify themselves senescence changes. Pulmonary function tests are important tools for respiratory evaluation. Its interpretation is based on reference equations derived from healthy people studies that possibly not accordingly express the behavior at this particular age group, due to the low representativity of elderly individuals in the studies that postulated such equations. Objective: To verify the accuracy of reference equations available for pulmonary function and cardiopulmonary exercise tests in comparison to values obtained in a sample of healthy elderly subjects and assess the clinical impact on functional interpretation based on these equations. Methodology: Cross-sectional observational prospective study in healthy volunteers, aged over 65 years, non-smokers, urban living. Demographic, anthropometric and clinical data, were collected and pulmonary function tests at rest (spirometry, lung volumes measures and diffusing capacity pulmonary), and the maximal cardiopulmonary exercise test (CPET) were performed. Results were compared to the expected values according to reference equations routinely used for interpretation (paired t-test and evaluation agreement by Bland-Altman plot) and the frequency of cases outside the reference ranges were determined. New reference equations elderly-specific were generated using multiple linear regression. Results: 95 subjects (55 women), age (years) 75 ± 6 (female) and 74 ± 6 (male) were included. Significant difference between the mean lung function parameters observed versus predicted by at least 2 of 3 tested equations for FVC, FEV1, TLC, RV for both sexes were identified. The same occured for exercise measurements (load and VO2 at peak exercise) for 3 of 4 tested equations. There was no homogeneity of a particular author to predict more accurately values observed in the sample tested for all functional parameters in both sexes. There was high rates of out of reference range classification for all evaluated equations. New elderly-specific reference equations were presented from the data obtained. Conclusions: The use of existing reference equations had limited applicability to the sample of healthy elderly studied, generating high rates of under and overestimated values, potentially compromising the sensitivity and specificity of the tests. Age-specific equations were derived from a sample of Brazilian healthy elderly, aiming to represent the physiological changes in this age group
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2017-03-01
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.