• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-23082011-143257
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Zerati
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Dall'Oglio, Marcos Francisco (Presidente)
Colombo Junior, José Roberto
Diz, Maria Del Pilar Estevez
Leite, Katia Ramos Moreira
Rhoden, Ernani Luis
Título em português
Estudo de fatores prognósticos moleculares no carcinoma renal de células claras pela técnica de tissue microarray
Palavras-chave em português
Analise digital
Análise em microsséries
Carcinoma de células renais
Imunoistoquímica
Prognóstico
Resumo em português
INTODUÇÃO: O carcinoma renal (CR) é uma doença agressiva, e sua incidência vem aumentando. A variante de células claras (CRCC) é a mais comum e apresenta comportamento biológico mais agressivo. Os recentes avanços no conhecimento da biologia molecular do tumor demonstram que a oncogênese dos diversos tipos histológicos é regida por mecanismos celulares diversos. Os modelos prognósticos atuais vêm procurando incorporar os recentes avanços da biologia molecular, com o intuito de melhorar sua capacidade de predizer a evolução e o desfecho destes pacientes. OBJETIVOS: Correlacionar a imunoexpressão dos marcadores selecionados com: 1) sobrevida global e, 2) com parâmetros prognósticos estabelecidos (estadio clínico TNM, tamanho tumoral, grau nuclear de Fuhrman, invasão microvascular e invasão de gordura perirrenal) em portadores de CRCC não metastático. MÉTODOS: Neste estudo de coorte retrospectivo, avaliamos 99 pacientes portadores de CRCC não metastático, quanto à expressão imunoistoquímica das seguintes proteínas: CA-IX, EGF-R, Ki-67, p53, PTEN, VEGF e VEGF-R. Os parâmetros analisados foram: Sobrevida global, estadio TNM, tamanho tumoral, grau nuclear de Fuhrman, invasão microvascular e invasão de gordura perirrenal. Utilizamos um tissue microarray construído exclusivamente para esta finalidade e realizamos a leitura da imunoexpressão por técnica digital utilizando o software Photoshop®. RESULTADOS: O tempo de seguimento médio foi de 7,9 anos. Com relação à sobrevida global, não observamos sua correlação com nenhum dos marcadores avaliados. Quanto à correlação da expressão dos marcadores com os parâmetros prognósticos convencionais, observamos que a expressão do EGF-R se correlacionou com estadio T (p= 0,049) e invasão da gordura perirrenal (p=0,020); e o VEGF-R se correlacionou com grau de Fuhrman (p=0,022) e invasão microvascular (p=0,005). Nos demais marcadores, não foi observada correlação significativa. CONCLUSÃO: Os fatores prognósticos moleculares EGF-R e VEGF-R apresentam-se como ferramentas úteis para avaliação do risco de prognóstico desfavorável em portadores de carcinoma renal de células claras não metastático
Título em inglês
Study of molecular prognostic factors in clear cell renal cell carcinoma by tissue microarray
Palavras-chave em inglês
Digital analysis
Immunohistochemistry
Prognostic
Renal cell carcinoma
Tissue microarray
Resumo em inglês
INTODUCTION: Renal cell carcinoma is an aggressive disease and its incidence is rising. The clear cell variant is the most common, and also the most aggressive. Recent advances in the understanding of the tumors molecular biology indicate that the oncogenesis of each histologic subtype is controlled by distinct cellular mechanisms. Current prognostic models are gradually incorporating the advances in molecular biology, in the hope to improve their predictive capacity. OBJECTIVES: To correlate the immunoexpression of selected markers with 1) overall survival, and 2) with established prognostic parameters (clinical TNM stage, tumor size, Fuhrman nuclear grade, microvascular invasion and perirenal fat invasion) in patients with non-metastatic ccRCC. METHODS: This is a retrospective cohort study, we evaluated 99 patients with non-metastatic clear cell renal cell carcinoma, as to the expression of the following proteins: CA-IX, EGF-R, Ki-67, p53, PTEN, VEGF e VEGF-R. The analyzed parameters where: overall survival, TNM stage, tumor size, Fuhrman nuclear grade, microvascular invasion, perirenal fat invasion. We utilized a custom built tissue microarray, and the immunoexpression was digitally quantified using the Photoshop® software. RESULTS: The mean follow-up time was 7,9 years. We found no correlation between the expression of the studied molecular markers and overall survival. As for the conventional prognostic parameters, we found the expression of EGF-R to correlate with T stage (p= 0,049) and perirenal fat invasion (p= 0,020), and VEGF-R to correlate with Fuhrman nuclear grade (p= 0,022) and microvascular invasion (p= 0,022). None of the other markers showed correlation with the studied parameters. CONCLUSIONS: The expression of EGF-R and VEGF-R may be useful tools in the prognostic evaluation of unfavorable risk in patients with non metastatic clear cell renal cell carcinoma
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarceloZerati.pdf (4.29 Mbytes)
Data de Publicação
2011-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.