• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2012.tde-04042012-111142
Documento
Autor
Nome completo
Natalia Cristina Lima Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Waitzberg, Dan Linetzky (Presidente)
Burdmann, Emmanuel de Almeida
Pereira, Claudia Cristina Alves
Título em português
Análise do desempenho da bioimpedância elétrica e somatória de pregas cutâneas na avaliação da composição corporal em pacientes renais dialíticos
Palavras-chave em português
Avaliação nutricional
Composição corporal
Hemodiálise
Insuficiência renal crônica
Resumo em português
Introdução: Em pacientes com insuficiência renal crônica em tratamento de hemodiálise (HD), existe necessidade de ferramenta simples, segura e eficaz para avaliar a composição corporal (CC) e permitir diagnóstico de suas alterações, com finalidade de planejamento e monitoramento de tratamento nutricional. Objetivo: Em 60 pacientes em insuficiência renal dialítica determinou-se a eficiência da análise de bioimpedância elétrica (BIA) e a somatória das pregas cutâneas (SPC) na estimativa da gordura corporal total. Métodos: Estudo prospectivo, observacional de comparação de gordura corpórea total (GC) e massa magra total (MM) estimadas, antes e após hemodiálise,por BIA multifrequencial e pela SPC com os valores estimados pelo método de referência, pletismografia a ar de deslocamento (PDA). Resultados: A média estimada GC (kg,%) observado por PDA antes da hemodiálise (HD) foi 17,95 kg ± 0,99 (IC 95% 16,00-19,90) e 30,11% ± 1,30 (IC 95% 27,56-32,66); após hemodiálise (HD), foi 17,92 kg ± 1,11 (IC 95% 15,74-20 10) e 30,04% ± 1,40 (IC 95% 27,28-32,79). Em nenhum período do estudo encontrou-se diferença de GC e de MM (para kg e %) estimadas pelo método SPC em comparação com PDA, no entanto, o BIA subestimou a GC e superestimou a MM (para kg e %) quando comparado com PDA. Conclusão: O método SPC mostrou resultados semelhantes aos PDA e pode ser considerado adequado para avaliação GC em pacientes HD. A BIA não foi considerada método para ser utilizado nessas condições
Título em inglês
Performance analysis of bioelectrical impedance analysis and sum of skinfolds in assessing body composition in renal dialysis patients
Palavras-chave em inglês
Body composition
Chronic renal failure
Hemodialysis
Nutritional assessment
Resumo em inglês
Introduction: In patients with chronic renal failure on hemodialysis (HD), there is need for simple tool, safe and effective for assessing body composition (BC) diagnosis and allow your changes, with the purpose of planning and monitoring of nutrition therapy. Objective: In 60 patients in renal dialysis efficiency was determined from the analysis of bioelectrical impedance analysis (BIA) and sum of skin folds (SPC) in the estimation of total body fat. Methods: Prospective, observational comparison of total body fat (BF) and total lean mass (LM) estimated before and after hemodialysis by multifrequency BIA and the SPC with the values estimated by the reference method, air displacement plethysmography (PDA). Results: The estimated average GC (kg,%) observed by PDA prior to hemodialysis (AHD) was 17.95 kg ± 0.99 (95% CI 16.00 to 19.90) and 30.11 ± 1.30% (95% CI 27.56 to 32.66), after hemodialysis (DHD) was 17.92 kg ± 1.11 (95% CI 15.74 to 20 10) and 30.04% ± 1.40 (IC 95% from 27.28 to 32.79). At no period of the study there was a difference of GC and MM (for kg and%) estimated by the SPC method compared with PDA, however, the BIA underestimated FFM and overestimated GC (for kg and%) compared to PDA. Conclusion: The SPC method showed similar results to PDA and can be considered adequate for evaluating GC in HD patients. The BIA was not considered to be the method used in these conditions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.