• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.5.2011.tde-07102011-151239
Documento
Autor
Nombre completo
Silvia Yoko Hayashi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Director
Tribunal
Faintuch, Joel (Presidente)
Barbosa, Mariana Raslan Paes
Oliveira, Claudia Pinto Marques Souza de
Título en portugués
Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade
Palabras clave en portugués
Cirurgia bariátrica
Obesidade
Serviços hospitalares
Resumen en portugués
Em decorrência do sucesso da cirurgia bariátrica para o tratamento da obesidade grau III e de suas comorbidades associadas, esta cirurgia vem se tornado cada vez mais indicada. A redução do consumo de cuidados com a saúde tem sido relatada após o tratamento cirúrgico, entretanto a utilização de serviços hospitalares não tem sido bem documentada. O conhecimento do consumo destes serviços na cirurgia bariátrica é importante para dimensionar serviços de saúde e custos resultantes desta cirurgia. Objetivos: Analisar o consumo dos serviços hospitalares e de exames bioquímicos em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. Métodos: O estudo foi retrospectivo. A amostra foi constituída por indivíduos do sexo feminino por ser a predominante na população bariátrica. O consumo de serviços hospitalares foi analisado pela quantidade de atendimentos ambulatoriais, hospitalizações, atendimento em pronto-socorro e exames bioquímicos realizados durante quatro anos pós-operatórios e comparados com o período pré-operatório. Os exames bioquímicos analisados foram hemograma completo, colesterol total e frações, triglicérides, albumina, glicemia, insulina, hemoglobina A1c, uréia e creatinina. Estas variáveis foram comparadas com grupos de obesos em tratamento clínico e pacientes cirúrgicos submetidos à cirurgia curativa de câncer colo-retal. Resultados: A quantidade de consultas ambulatoriais não se modificou ao longo do tempo em todos os grupos. O grupo de obesos em tratamento clínico teve maior demanda para esta variável, seguido pelo grupo bariátrico e cirúrgico respectivamente. Hospitalizações aumentaram no grupo bariátrico, entretanto não houve diferenças significativas quando comparadas com os outros grupos. Atendimentos em pronto-socorro não se alteraram durante o estudo e também não houve diferenças para esta variável entre os grupos. O grupo de obesos em tratamento clínico teve maior demanda de exames bioquímicos durante o período, não havendo alteração ao longo do estudo. Já nos grupos bariátrico e cirúrgico esta variável foi reduzida após a cirurgia. O colesterol total e HDL pré-operatório de todos os grupos se apresentaram com valores alterados e houve melhora somente no grupo bariátrico. Triglicérides não estavam elevados no grupo bariátrico e com a cirurgia houve também redução. Valores de glicemia, insulina, hemoglobina A1c e leucócitos (inflamação sistêmica) reduziram-se somente no grupo bariátrico. A creatinina diminuiu nos grupos bariátrico e de obesos em tratamento clínico. Albumina e uréia permaneceram inalteradas em todos os grupos. O Índice de Massa Corporal (IMC) inicial manifestou diferenças entre os grupos, sendo maior no grupo bariátrico, seguido pelos obesos em tratamento clínico e por último o grupo cirúrgico. Somente o grupo bariátrico teve seus valores reduzidos. Conclusão: A cirurgia bariátrica foi capaz de melhorar a maioria das variáveis laboratoriais, juntamente com a perda de peso. Entretanto, há um grande impacto no consumo de visitas ambulatoriais mantendo-se em níveis elevados até o quarto ano após a cirurgia, exceto para a demanda de exames bioquímicos que se reduziu. O consumo de serviços hospitalares destes pacientes é comparável ao de outros pacientes submetidos a cirurgia abdominal de grande porte. A administração hospitalar bem como autoridades de saúde pública devem ficar atentos para as peculiaridades desta demanda face às dimensões do atual problema com a obesidade.
Título en inglés
Correlation between demografic, nutritional and biochemical measurements and consumption of hospital services by patients undergoing bariatric surgery
Palabras clave en inglés
Bariatric surgery
Hospital services
Obesity
Resumen en inglés
Due to the success of bariatric surgery in the treatment of obesity class III and associated comorbidities, this surgery is becoming more common. Consumption of healthcare has been shown to diminish after surgical treatment but utilization of hospital services has not been well documented. The knowledge of consumption of this service in bariatric surgery is important to project the requirement for health services and the costs resulting from this surgery. Objectives: Analyze the consumption of hospital services and biochemical tests by patients submitted to bariatric surgery. Methods: Retrospective study. Sample was constituted by female individuals because they are predominant in bariatric population. Consumption of hospital services was analyzed by documentation of outpatient visits, hospitalizations, emergency department visits and biochemical tests during four years in the postoperative period, compared to the preoperative year. Variables included hematologic counts, total cholesterol and fractions, triglycerides, albumin, blood glucose, insulin, hemoglobin A1c, urea and creatinine. These variables were compared to conservatively managed obese cases and to surgical patients submitted to curative colorectal cancer operation. Results: Obese nonsurgical participants displayed the highest demand for outpatient visits, followed by bariatric and surgical cases respectively. Hospitalizations increased in bariatric group, however they did reach statistical difference concerning other groups. Emergency visits did not alter along the study and did not have differences between the groups. Obese cases receiving clinical treatment had the highest demand of biochemical tests, without modification along the study. Bariatric and surgical groups demonstrated decrease of this variable after surgery. Preoperatively cholesterol and HDL was abnormal in all groups, subsequent reduction occurring in bariatric group only. Triglycerides were not elevated but again diminished in bariatric group only. Blood glucose, insulin, Hemoglobin A1c and white blood cell count (systemic inflammation) decreased in bariatric subjects only. Creatinine was reduced in bariatric and obese nonsurgical patients. Albumin and urea remained stable in all groups. Initial Body Mass Index was different in all groups, being highest in bariatric group, followed by obese submitted to clinical treatment and colorectal surgical group respectively. Just bariatric subjects had reduction in their values. Conclusion: Bariatric intervention was able to ameliorate most variables, simultaneously to weight loss. However, it has a significant impact on outpatient visits, which maintained high values until four years after surgery. The opposite occurred with biochemical tests which decreased in the follow-up period. Consumption of hospital services by bariatric subjects was comparable to patients requiring major abdominal operations such as colorectal interventions. Hospital administration and public health authorities should consider the characteristics of such demand, since obesity is a significant problem in our days.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
SilviaYokoHayashi.pdf (732.35 Kbytes)
Fecha de Publicación
2011-10-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.