• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2011.tde-10012012-164430
Documento
Autor
Nome completo
Álex Augusto Ribeiro Brandão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Jorge, Jose Marcio Neves (Presidente)
Campos, Fábio Guilherme Caserta Maryssael de
Teixeira, Magaly Gemio
Título em português
Perfil psicológico dos pacientes com distúrbios funcionais colorretoanais: avaliação quantitativa e qualitativa
Palavras-chave em português
Constipação intestinal
Dor anorretal
Incontinência anal
MMPI
Psicologia médica
Resumo em português
Introdução: Os distúrbios funcionais colorretoanais, frequentemente representados por constipação intestinal, incontinência anal e dor anorretal apresentam alta prevalência na população geral. De etiologia multifatorial onde estão envolvidas causas orgânicas, funcionais, culturais e psicológicas. Dados bibliográficos apontam que a depressão, a ansiedade e o estresse estão entre os fatores psicológicos mais presentes nesse grupo de pacientes. Representam um desafio para abordagem gerando impacto significativo na qualidade de vida. Objetivo: Este estudo prospectivo teve como objetivo avaliar o perfil de psicológico de pacientes com distúrbios funcionais colorretais: constipação intestinal crônica (CIC), incontinência anal (IA) e dor anal (DA), utilizando uma versão reduzida, mais aplicáveis do MMPI, o MMPI- IRF (Minnesota Multiphafic Personality Inventory Improved Readability Form). Métodos: Um total de 90 pacientes, sendo 30 de cada grupo sintomático, CIC, AI e DA, respectivamente, e 60 indivíduos controle foram avaliados. Todos os grupos foram igualmente distribuídos por sexo. Os dados foram obtidos através de semi-dirigidas e MMPI-IRF, que consiste de 167 propostas divididas em quatro escalas de validade ("não posso dizer ", mentira, defensividade) e 10 escalas clínicas (hipocondria, depressão, histeria, desvio- psicopático, masculinidade e feminilidade , paranóia, psicastenia, esquizofrenia, hipomania e introversão-extroversão social). O estudo estatístico incluiu o teste ANOVA, Belferroni e exato de Fisher sendo considerados significativos quando os calores de p<0,05. Resultados: A média de idade os valores foram 48, 52, 49 e 43 anos para o CIC, IA, DA e grupos de controle, respectivamente. O IA se destacou por apresentar menor escolaridade 36% nao concluíram o 1° grau. Quanto aos antecedentes psiquiátricos DA obteve maior porcentagem de pacientes que já estiveram em tratamento psiquiátrico (43%). O início da depressão precedeu o início da queixa funcionais em 36% dos pacientes do CIC, mas em apenas 20% e 23%, respectivamente, IA e pacientes DA. Os escores de depressão, hipocondria e histeria escalas foram significativamente maiores em todos os grupos de pacientes quando comparados aos indivíduos do grupo controle. Conclusão: As elevações nas escalas hipocondria, depressão e histeria são indicativos que os sintomas funcionais colorretoanias são mecanismos de defesa que atuam protegendo os indivíduos da ansiedade e da depressão excessivos. Confirmando a importância de combinar a abordagem psicológica aos cuidados médicos convencionais desses pacientes
Título em inglês
Psychological profile of patients with colorectal funcional disorders: a quantitative and qualitative approach
Palavras-chave em inglês
Anal incontinence
Anorectal pain
Constipation
Medical psychology
MMPI
Resumo em inglês
Introduction: The functional colorectal disorders frequently represented by constipation, anal incontinence and anorectal pain with a high prevalence in the general population. The multifactorial etiology which are involved in organic, functional, cultural and psychological. Bibliographic conclusions suggest that depression, anxiety and stress are among the psychological factors present in most of this patients. Represent a challenge to approach generating significant impact on quality of life.. Objective: This prospective study aimed to evaluate the psychological profile of patients with colorectal functional disorders: chronic idiophatic constipation (CIC), anal incontinence (AI) and chronic idiopathic rectal pain (CIRP), using a reduced version, the MMPI more applicable, the MMPI- IRF (Minnesota Multiphafic Personality Inventory-Improved Readability Form). Methods: A total of 90 patients, 30 of each symptomatic group, CIC, AI and CIRP, respectively, and 60 control subjects were evaluated. All groups were equally distributed by gender. Data were obtained through semi-directed interviews and MMPIIRF, which consists of 167 proposals divided into four scales of validity ("I can not say," lie, infrequency, defensiveness) and 10 clinical scales (hypochondriasis, depression, hysteria, psychopathic deviate, masculinity- femininity, paranoia, psychaesthenia, schizophrenia, mania, and social introversion-extroversion). Statistical analysis included ANOVA, Fisher's exact and Belferroni were considered significant when the heats of p <0.05. Results: Mean age values were 48, 52, 49 and 43 years for the CIC, AI, CIRP and control groups, respectively. The AI was noted for 36% less education have not completed a degree. The psychiatric history's got higher percentage of patients who have been in psychiatric treatment (43%). The onset of depression preceded the onset of functional complaints in 36% of patients in the CIC, but in only 20% and 23%, respectively, and AI patients. The scores of depression, hypochondria and hysteria scales were significantly higher in all patient groups compared to control subjects. Conclusion: The elevations on the scales hypochondria, depression and hysteria are indicative that the colorectal functional symptoms are defense mechanisms that act to protect individuals from excessive anxiety and depression. Confirming the importance of combining a psychological approach to conventional medical care for these patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.