• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-22032010-181957
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Mika Horie
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Waitzberg, Dan Linetzky (Presidente)
Braghiroli Neto, Oddone
Moraes Filho, Joaquim Prado Pinto de
Título em português
Desenvolvimento de equações preditivas de composição corporal para obesos graves: uso da bioimpedância elétrica
Palavras-chave em português
Antropometria
Composição corporal
Impedância bioelétrica
Obesidade mórbida
Tecido adiposo
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A obesidade grave dificulta fisicamente a avaliação da composição corporal. OBJETIVO: Desenvolver equações para estimativa de gordura corporal (GC) em obesos grau III. MÉTODOS: Adultos obesos graves tiveram a GC estimada por bioimpedância elétrica (BIA impedância de 5, 50, 100 e 200kHz) e por método de referência (pletismografia de deslocamento aéreo - PDA). Avaliaram-se os limites de concordância e seu coeficiente de correlação (CCC). Novas equações preditivas foram desenvolvidas por análise de regressão multivariada. RESULTADOS: A GC estimada por BIA e PDA foi similar para a população estudada (64,8 ± 15kg vs 65,6 ± 16kg, p>0,05). Ambas tiveram boa acurácia, precisão e CCC, porém a sua comparação teve amplos limites de concordância que variaram de -10,4 a 8,8kg. A equação residente de BIA aplicada em mulheres superestimou a GC (-1,3 kg; p<0,05) e em homens subestimou a GC (5,6 kg; p<0,05). Novas equações preditivas de GC foram criadas, para BIA de freqüência de 50kHz, Horie-Waitzberg & Barbosa-Silva1: GC1 (kg) = 23,25 + (0,13 × idade) + (1,00 × peso atual) + (0,09 × Resistência 50kHz) (0,80 × altura) e para BIA de frequência de 100kHz, Horie-Waitzberg & Barbosa-Silva2: GC2 (kg) = 23,97 + (0,10 × Impedância 100kHz) + (0,11 × idade) + (0,99 × peso atual) - (0,80 × altura). CONCLUSÕES: A equação residente no aparelho de BIA foi inadequada para estimar a GC em pacientes obesos grau III. As equações desenvolvidas especialmente para esta população forneceram estimativas de GC mais precisas (melhores limites de concordância, precisão, acurácia e CCC).
Título em inglês
Development of body composition prediction equations for severely obese patients: the use of bioelectrical impedance
Palavras-chave em inglês
Adipose tissue
Anthropometric
Bioelectrical impedance
Body composition
Severe obesity
Resumo em inglês
RATIONALE: Severe obesity limits physically the body composition assessment. AIM: To develop equations of body fat (BF) estimative in severe obesity. METHODS: Severely obese adults had BF estimated by bioelectrical impedance (BIA impedance of 5, 50, 100 and 200kHz) and reference method (air displacement plethysmography - ADP). The limits of agreement and of concordance correlation coefficient (CCC) of the data were evaluated. New predictive equations were developed by multivariate regression analysis. RESULTS: The BF estimations from BIA and ADP were similar for the studied population (64.8 ± 15kg vs 65.6 ± 16.4kg, p>0.05). Both had good accuracy, precision, and CCC, but their comparison had wide limit of agreement with range from -10.4 to 8.8kg. The home BIA equation overestimated BF in women (-1.3 kg, p<0,05) and underestimated BF in men (5.6 kg; p <0.05). BF new predictive equations were generated, for BIA with 50kHz frequency, Horie- Waitzberg & Barbosa-Silva1: BF1 (kg) = 23.25 + (0.13 × age) + (1.00 × current weight) + (0.09 × Resistance 50kHz) (0.80 × height) and for BIA with 100kHz frequency, Horie-Waitzberg & Barbosa-Silva2: BF2 (kg) = 23.97 + (0.10 × Impedance 100kHz) + (0.11 × age) + (0.99 × current weight) - (0.80 × height). CONCLUSIONS: The home equation on BIA was inadequate for estimating BF in severely obese patients. Equations developed especially for this population provides more accurate BF estimative (better limits of agreement accuracy, precision and CCC).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LilianMikaHorie.pdf (2.41 Mbytes)
Data de Publicação
2010-05-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • HORIE, Lilian Mika, et al. New body fat prediction equations for severely obese patients. Clinical Nutrition [online], 2008, vol. 27, n. 3, p. 350-356. [cited 2011-11-12]. Available from : <http://www.clinicalnutritionjournal.com>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.