• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-23032011-175739
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Maria Rodrigues Ranna Torres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, André Lopes (Presidente)
Lehn, Carlos Neutzling
Magrim, Jose
Título em português
Estudo randomizado para a avaliação da eficácia da fisioterapia respiratória no pré-operatório de pacientes submetidos a tratamento cirúrgico do câncer de boca, laringe e faringe
Palavras-chave em português
Ensaio clínico randomizado
Fisioterapia (especialidade)
Neoplasias de cabeça e pescoço
Período pré-operatório
Resumo em português
A cirurgia de cabeça e pescoço é uma importante abordagem terapêutica no tratamento do câncer de cabeça e pescoço, no entanto, além as seqüelas mais comuns decorrentes do processo cirúrgico, as complicações pulmonares são também causas importantes de morbidade e mortalidade no período pós-operatório, estando a ocorrência destas complicações associadas à existência de fatores de risco pré-operatórios. Este estudo teve por objetivo investigar a eficácia de uma proposta de protocolo de intervenções de fisioterapia respiratória pré-operatória, na prevenção de complicações pulmonares em pacientes submetidos à cirurgia por câncer de boca, laringe ou faringe. A amostra foi composta por 43 pacientes que foram avaliados prospectivamente no período pré-operatório e alocados em dois grupos estratificados de acordo com a localização do tumor. Os grupos foram compostos por 37 pacientes com diagnóstico de câncer em região de boca/orofaringe, e 6 pacientes com diagnóstico de câncer em região de laringe/hipofaringe. Para a aplicação do protocolo proposto, os pacientes foram randomizados em grupo A, onde o paciente recebeu a intervenção da fisioterapia no período pré-operatório 3 a 5 dias antes de ser submetido à cirurgia, incentivo quanto a cessação do fumo e do consumo de álcool e orientação verbal e por escrito, de execução da fisioterapia respiratória e da utilização do inspirômetro de incentivo; ou grupo B, onde o paciente recebeu incentivo quanto a cessação do fumo e do álcool, e orientação verbal e por escrito, de execução da fisioterapia respiratória. Após a randomização, foi realizada a avaliação fisioterapêutica pré-operatória que constou de anamnese completa do paciente e avaliação das condições física e respiratória. No período pós-operatório, os 43 pacientes receberam o atendimento padrão da instituição, e a coleta de informações referentes as complicações pulmonares foram monitoradas até 30 dias pós a cirurgia. Após 30 dias do procedimento cirúrgico foi realizada re-avaliação das condições física e respiratória dos pacientes. A maioria dos pacientes eram do sexo masculino com idade superior a 60 anos (média 61,4 anos), e apresentavam 2 ou mais comorbidades associadas (48,84%). Não foi observada associação entre a fisioterapia respiratória no pré-operatório com a prevenção de complicações pulmonares no pós-operatório (p=0,650). No entanto, verificou-se que os baixos valores obtidos na Pressão Expiratória Máxima no período pré-operatório (mediana 60cmH2O) demonstrou ser um fator de risco para complicações pulmonares no pós-operatório (p=0,006). Protocolos direcionados para a melhora da PE máxima devem ser testados em novos estudos
Título em inglês
Randomized study to assess the efficacy of respiratory therapy in preoperative patients undergoing surgical treatment of mouth cancer, larynx and pharynx
Palavras-chave em inglês
Neoplasm of head and neck
Physical therapy (specialty)
Preoperative period
Randomized clinical trial
Resumo em inglês
Surgery for head and neck is an important therapeutic approach in the treatment of head and neck cancer, however, beyond the most common sequel resulting from surgical procedure, pulmonary complications are important causes of morbidity and mortality in the postoperative period, and the occurrence of these complications closely related to the existence of risk factors pre-operatively. This study aimed to investigate the efficacy of a protocol of interventions preoperative respiratory therapy in the prevention of pulmonary complications in patients undergoing surgery for cancer of the mouth, larynx or pharynx. The sample comprised 43 patients who were prospectively evaluated the preoperative and assigned to two groups stratified according to tumor location. The groups were composed of 37 patients diagnosed with cancer in the region of mouth / oropharynx, and six patients diagnosed with cancer in the region of the larynx / hypopharynx. To implement the proposed protocol, patients were randomized into group A, where the patient received the intervention of physiotherapy in the preoperative period 3-5 days before undergoing surgery, as encouraging smoking cessation and alcohol consumption and verbal and written execution of respiratory therapy and the use of an incentive spirometer; group B, where the patient received incentive for smoking cessation and alcohol, and verbal and written execution of respiratory therapy. After randomization, we performed a preoperative physical therapy evaluation that consisted of complete history and evaluation of the patient's physical and respiratory conditions. In the postoperative period, 43 patients received standard care of the institution and the collection of information regarding pulmonary complications were monitored until 30 days after surgery. After 30 days of surgery was performed re-appraisal of the physical and respiratory patients. Most patients were males aged over 60 years (mean 61.4 years), and had two or more comorbidities (48,84%). No association was observed between the respiratory therapy preoperatively with the prevention of pulmonary complications postoperatively (p = 0.650). However, it was found that the low values obtained at maximal expiratory pressure in the preoperative period (median 60cmH2O) proved to be a risk factor for pulmonary complications postoperatively (p = 0.006). Protocols directed to improve in PE maximal should be tested in new studies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-03-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.