• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-11052017-152135
Documento
Autor
Nome completo
Tania Maria Queiroz Reis Boccia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Massad, Eduardo (Presidente)
Rossi, Marcela Maschio
Santos, Paulo Cesar Costa dos
Título em português
Mudanças comportamentais de controle de vetores em face a uma vacina imperfeita contra a dengue
Palavras-chave em português
Aedes
Controle de vetores
Dengue
Epidemiologia
Hábitos
Vacinas
Resumo em português
O comportamento humano é influenciado por fatores sociais, culturais, econômicos e políticos, e pode aumentar ou diminuir o risco de infecção pela dengue, dependendo da relação entre a população e o inseto vetor da doença. Devido ao fato de nenhuma vacina 100% eficaz ter sido disponibilizada ainda, a disseminação da dengue só pode ser contida por técnicas de controle da população de vetores (Aedes aegypti e outros) e pela proteção individual dos componentes da população humana. Este estudo testou a hipótese de que as populações afetadas pela dengue provavelmente vão reduzir a intensidade de seus hábitos relacionados ao controle dos vetores na presença de uma vacina parcialmente protetora. Essa hipótese foi testada por uma avaliação em campo, na qual uma amostra de população de área endêmica para a dengue foi entrevistada sobre seus hábitos de controle do vetor na presença de uma vacina teórica. As entrevistas demonstraram que as pessoas que foram informadas sobre uma vacina muito eficiente iriam reduzir seus hábitos de controle do mosquito de maneira significativa mais importante do que a amostra que foi informada sobre a presença de uma vacina pouco eficaz
Título em inglês
Behavioral changes on vector control in the presence of an imperfect vaccine against dengue
Palavras-chave em inglês
Aedes
Dengue
Epidemiology
Habits
Vaccines
Vector control
Resumo em inglês
Human behaviors, which are influenced by social, cultural, economic and political factors, can increase or decrease the risk of dengue infection, depending on the relationship with the insect vector. Because no 100% efficacious vaccine is currently available, the spread of dengue can only be curtailed by controlling vector populations (Aedes aegypti and others) and by protecting individuals. This study tested the hypothesis that dengue-affected populations are likely to relax their vector-control habits if a potentially protective vaccine becomes available. The hypothesis was tested using an empirical field test in which the local population of an endemic area was interviewed about their vector-control habits given the presence of a theoretical vaccine. The interview showed that people who were informed that a very effective vaccine is available would reduce their vector-control habits significantly compared to a group that was informed that the vaccine is not very effective
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.