• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2005.tde-14102014-113516
Documento
Autor
Nome completo
Ursula Maria Lellis de Vitto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Cruz, Oswaldo Laércio Mendonça (Presidente)
Carvallo, Renata Mota Mamede de
Fiorini, Ana Claudia
Iorio, Maria Cecília Martinelli
Santos, Teresa Maria Momensohn dos
Título em português
Efeito nas mudanças temporárias dos limiares auditivos durante o uso de próteses auditivas de alta potência
Palavras-chave em português
Auxiliares de audição/efeitos adversos
Perda auditiva neurossensorial/fisiopatologia
Perda auditiva provocada por ruído/fisiopatologia
Perda auditiva provocada por ruído/prevenção e controle
Reabilitação de deficientes auditivos/estatísticas e dados numéricos
Testes audiológicos/métodos
Resumo em português
Alterações temporárias ou permanentes na audição podem ser encontradas nas orelhas submetidas a níveis elevados de pressão sonora. As mudanças temporárias induzidas nas orelhas protetizadas, quando estimuladas por suas próteses auditivas ajustadas na amplificação prescrita, foram avaliadas em um grupo de 25 pacientes após um período controlado (2 a 2 ½ h) de exposição ao ruído presente em um ambiente acústico comum. O estudo foi dividido em três etapas. Uma medida inicial foi realizada na primeira etapa para mensurar a magnitude das mudanças temporárias dos limiares auditivos, induzidas nas 42 orelhas (25 pacientes) durante um período contínuo de exposição ao ruído, com suas próteses auditivas ajustadas na amplificação prescrita. Na segunda etapa, essas 42 orelhas foram divididas em dois grupos distintos: as 22 orelhas protetizadas (13 pacientes) que apresentaram maior mudança temporária inicial nos limiares auditivos foram incluídas no Grupo Experimental e as 20 orelhas protetizadas (12 pacientes) que apresentaram menor mudança temporária inicial nos limiares auditivos foram incluídas no Grupo Convencional. Nesta etapa, as próteses auditivas, adaptadas nas 22 orelhas incluídas no Grupo Experimental, tiveram a sua amplificação reduzida por um período de 60 a 90 dias proposto para o "treinamento" das orelhas no uso cotidiano de suas próteses auditivas. Após este período de treino, a amplificação das próteses auditivas retornou ao nível prescrito. No Grupo Convencional, a amplificação prescrita das próteses auditivas adaptadas não foi alterada. Durante esta etapa, quatro medidas das mudanças temporárias induzidas nos limiares auditivos foram realizadas para os dois grupos nas mesmas condições de exposição ao ruído adotadas para a determinação da medida inicial. Uma última medida das mudanças temporárias induzidas nos limiares auditivos foi realizada na terceira etapa, também em idênticas condições. Esta última medida ocorreu em média 30/35 dias depois do término do treinamento, quando os pacientes do Grupo Experimental já faziam o uso cotidiano de suas próteses auditivas reajustadas na amplificação prescrita. A análise estatística de variância (ANOVA) comparou o comportamento das mudanças temporárias induzidas nos limiares auditivos nas três etapas do estudo. Para as orelhas incluídas no Grupo Experimental, foram verificadas alterações estatisticamente significantes (f<0,05) durante as etapas do estudo. As mudanças temporárias induzidas nos limiares auditivos das orelhas incluídas no Grupo Experimental aumentaram nos primeiros quinze a trinta e cinco dias após o inicio do treinamento. Com a continuidade do treinamento essas alterações foram gradualmente se reduzindo. As mudanças temporárias induzidas no final do treinamento (etapa pós-experimental) foram as menores observadas durante o estudo. A redução teve inicio nas freqüências abaixo de 1000 Hz e se extendeu na faixa de freqüência mais afetada nas orelhas protetizadas durante a exposição inicial ao ruído ambiente (250 a 2000 Hz). Para as orelhas incluídas no Grupo Convencional não foram constatadas alterações estatisticamente significantes (f>0,05) nas mudanças temporárias induzidas nos limiares auditivos quando avaliadas nas mesmas condições de exposição ao ruído ambiente. Entretanto, para as freqüências mais graves (250 Hz), foi verificada uma tendência a redução nestas alterações no decorrer do estudo
Título em inglês
Effect in the temporary threshold shift during the use of the high power hearing aid
Palavras-chave em inglês
Audiologic tests/methods
Hearing aids/adverse effects
Hearing loss noise induced/physiophatology
Hearing loss noise induced/prevention & control
Hearing loss sensorineural/physiopathology
Rehabilitation of hearing patients/statistical and numerical data
Resumo em inglês
It is well known that the temporary threshold shift in hearing sensitivity is the most obvious hearing effect of the high level acoustic stimulation. Temporary threshold shifts induced in the aided ears were measured in 25 patients after the use of the hearing aids fitted in the prescribed gain during a controlled exposition time (2 a 2 ½ h) to an environmental noise. The study was performed in three phases. In the first phase a first measure of the temporary threshold shift was obtained for 42 aided ears (25 patients) in order to measure the initial amount of temporary threshold shift induced by the hearing aids fitted in the prescribed acoustic gain. In the second phase the ears were included into two study groups: The Experimental Group (EG) formed by 22 ears (13 patients) with greater temporary threshold shift in the initial measure and the Conventional Group(CG) , formed by 20 ears with the shorter temporary threshold shift in the initial measure . The hearing aids amplification in the 22 aided ears of the Experimental Group was reduced during the daily use for a "training" period of about 60 to 90 days, and after that was turned to the prescribed gain. The prescribed gain was not modified to the 20 ears of the Conventional Group. Four measure of temporary threshold shift were performed in the second phase when the patients included in the two groups were exposed to an environmental noise in the same conditions used to obtain the initial measure. The last measure (post-experimental phase) of the temporary threshold shift was performed in the same conditions , 30 days in average after the patients of Experimental Group had returned to use their hearing aids in the prescribed gain. In the Experimental Group, the analysis of the variance (ANOVA) showed significant differences(f<0,05) in the amount of induced temporary threshold shifts measured during the three phases of the study. Fifteen or thirteen five days after the training had begun the amount of temporary threshold shift increase, but with the continuous training it was gradually to reduced .In the end of the study, the last measure (post-experimental phase) was performed and the amount of temporary thresholds shift was very shorter. This reduction of temporary threshold shift was initially verified in the frequencies below 1000 Hz and at the end of the study all of the frequencies initially affected during the exposition time to the environmental noise (250 to 2000 Hz) were significantly reduced. In the ears included in the Conventional Group it was not verified temporary threshold shift statistically significant (f>0,05) in any moment, but in the low frequencies (250 Hz) it was noticed a gradually reduction of the amount of temporary threshold shift during the period of this study
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.