• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-24092009-161713
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lucia Aquilas Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Ferreira Junior, Mario (Presidente)
Matsudo, Victor Keihan Rodrigues
Ramadan, Páris Ali
Título em português
Impacto de um programa de exercicíos no local de trabalho sobre o nível de atividade física e o estágio de prontidão para mudança de comportamento
Palavras-chave em português
Comportamento
Estilo de vida
Exercício
Ginástica
Local de trabalho
Promoção da saúde
Qualidade de vida
Saúde do trabalhador
Resumo em português
OBJETIVO: Verificar o impacto de um programa estruturado de atividade física no local de trabalho, sobre o nível de atividade física e o estágio de prontidão para mudança de comportamento visando a um estilo de vida ativo. MÉTODOS: O programa de atividade física foi estruturado em sessões práticas e palestras de 10 minutos oferecidas no local de trabalho. De junho a dezembro de 2006, foram avaliados 46 funcionários administrativos de uma empresa da cidade de São Paulo, randomizados em 3 grupos, cuja participação sugerida no programa foi 2, 3 ou 5 vezes semanais. Como desfechos: a) o nível de atividade física foi abordado por meio de questionário (International Physical Activity Questionnaire - IPAQ Longo) e pedômetros; b) o estágio de prontidão para a prática de atividade física foi estimado usando um questionário de estágios de comportamento baseado no modelo trans-teórico adaptado para a prática de atividade física. Cada variável de desfecho foi avaliada antes da intervenção, 90 e 180 dias após o início, com comparações feitas por meio de testes não paramétricos de Friedman e Wilcoxon, considerando nível de significância p<0,05. RESULTADOS: Os resultados revelaram aumento estatisticamente significante do tempo referido de atividade física desenvolvida no trabalho, ao final de 180 dias (p< 0,0001) e no tempo total de atividade física de caminhada, ao final de 180 dias (p= 0,020), porém sem impacto nos outros domínios do IPAQ (lazer, transporte, tarefas domésticas) e no tempo de atividade física total dos participantes (caminhada + moderada + vigorosa), incluindo as medidas do pedômetro. Notou-se também uma tendência a uma progressão dos indivíduos para estágios de comportamento mais avançados para a prática de atividade física, porém sem significância estatística. CONCLUSÃO: Conclui-se que a intervenção foi bem sucedida em aumentar o tempo de atividade física dos trabalhadores no local de trabalho, porém não foi capaz de impactar significativamente os estágios comportamentais e o tempo dedicado à atividade física total
Título em inglês
Impact of an exercise program at the workplace on the level of physical activity and the readiness to change behavior
Palavras-chave em inglês
Behavior
Exercise
gymnastics
Health promotion
Life style
Occupational health
Quality of life
Workplace
Resumo em inglês
OBJECTIVE: To assess the impact of a structured program of physical activities at the workplace in terms of the workers level of physical activity and the readiness to change their behavior in order to adopt an active life style. METHODS: The physical activity program was structured in practical sessions and 10-minute lectures held at the workplace. From June to December 2006, 46 administrative employees of a company in the city of São Paulo were evaluated. These employees were randomly allocated into 3 groups and the suggested participation to each group in the program was 2, 3, or 5 times a week. The measured outcomes were: a) the level of physical activity, assessed by means of pedometers and a questionnaire (International Physical Activity Questionnaire IPAQ Long); b) the readiness to practice physical activities, assessed by means of a questionnaire of behaviour stages based on the trans-theoretical model adapted to the practice of physical activities. Each outcome variable was evaluated at the baseline, 90 days and 180 days after the program start-up. Comparisons were made through the non-parametric tests of Friedman and Wilcoxon, considering a significance level of p<0.05. RESULTS: The results have demonstrated a significant statistical increase in the time dedicated to physical activity at the workplace at the end of 180 days (p< 0.0001) and in the total walking time at the end of 180 days (p= 0.020), but with no impact on other IPAQ domains (leisure, transportation, household tasks) and on the participants total physical activity time (walking + moderate + vigorous), including the pedometer readings. It was also noticed that individuals had a tendency to progress to more advanced behavior stages in the practice of physical activities, but such tendency had no statistical significance. CONCLUSION: The intervention was successful in its purpose to increase the time of physical activity of workers at the workplace, but this change was not able to impact substantially the behavior stages and the total time dedicated to physical activities
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.