• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2014.tde-15082014-154546
Documento
Autor
Nome completo
Maíne Botasso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Samelli, Alessandra Giannella (Presidente)
Santos, Maria Francisca Colella dos
Schochat, Eliane
Título em português
Teleaudiometria como método de triagem em escolares
Palavras-chave em português
Assistência à saúde
Audiometria
Criança
Promoção da saúde
Saúde escolar
Software
Telemedicina
Triagem
Resumo em português
Introdução: Dados epidemiológicos sobre prevalência de perdas auditivas em países em desenvolvimento são insuficientes para o planejamento e execução de programas efetivos, visando à intervenção, prevenção e promoção em saúde. Além disso, ações de saúde na atenção básica, bem como nos serviços de média e alta complexidade não dão conta de atender ou mesmo conhecer a demanda, também pelo fato de existir um número limitado de profissionais da saúde que cuidam da audição. Dentro deste contexto, faz-se necessária a adoção de técnicas ou procedimentos acessíveis às áreas carentes do país, que não contam com recursos financeiros para a aquisição de tecnologia ou recursos humanos que possibilitem a identificação, o mais precoce possível, de grupos de risco para alterações auditivas. Com o avanço da tecnologia, métodos de triagem auditiva à distância são possíveis, inclusive como facilitadores em áreas onde não há especialistas. Sendo assim, a criação e validação de protocolos de teleaudiologia são fundamentais para que possam ser utilizados dentro de programas de saúde rotineiros. Objetivo: avaliar a acurácia e a viabilidade de execução da teleaudiometria, comparando-a à audiometria por varredura, tendo como padrão ouro a audiometria tonal, em escolares do ciclo I do ensino fundamental. Método: Participaram do estudo 243 escolares, sendo 118 meninos e 125 meninas, com idade média de 8,3 anos. Foram realizados os seguintes procedimentos: triagem por teleaudiometria com fones TDH39, com software que avalia a audição automaticamente nas frequências de 1000, 2000 e 4000 Hz a 25 dBNA, triagem por varredura audiométrica em cabina acústica (nas frequências de 1000, 2000 e 4000 Hz a 20 dBNA) e pesquisa dos limiares auditivos por meio de audiometria tonal em cabina acústica (nas frequências de 500, 1000, 2000 e 4000Hz). Resultados: Verificou-se que não existe associação entre os resultados normais e alterados nos testes auditivos e a variável sexo. Das 243 crianças que realizaram a audiometria tonal, 195 apresentaram limiares auditivos normais. Para a audiometria por varredura, 209 passaram e para a teleaudiometria, 188 passaram. Sendo assim, a habilidade diagnóstica dos métodos de triagem foi avaliada, encontrando-se os seguintes valores para teleaudiometria / audiometria por varredura: sensibilidade - 58% / 65%, especificidade - 86% / 99%, valor preditivo positivo - 51% / 91%, valor preditivo negativo - 89% / 92%, acurácia - 81% / 92%. A teleaudiometria e a varredura apresentaram concordância moderada pelo coeficiente Kappa. Além disso, foi avaliada a possibilidade diagnóstica de execução da teleaudiometria realizada em série ou em paralelo com a imitanciometria, indicando que a aplicação destes métodos em série melhora a especificidade e a aplicação dos testes em paralelo melhora a sensibilidade. Conclusão: Embora a audiometria por varredura apresente valores de sensibilidade e especificidade maiores, a teleaudiometria mostrou confiabilidade e viabilidade como método de triagem auditiva em escolares. Além disso, a teleaudiometria apresenta vantagens de aplicação em áreas remotas, onde não existe a disponibilidade de profissionais especializados e equipamentos específicos, o que pode reduzir custos em programas de triagem auditiva
Título em inglês
Teleaudiometry as a screening method in school children
Palavras-chave em inglês
Audiometry
Child
Delivery of health care
Health promotion
School health
Software
Telemedicine
Triage
Resumo em inglês
Introduction: Epidemiological data on the prevalence of hearing loss in developing countries are insufficient for the planning and execution of effective programs, aimed at intervention, prevention and health promotion. In addition, health actions in primary care, as well as secondary and tertiary services are not enough to meet or even know the demand; this also occurs because there is a limited number of health professionals who care for the hearing. Within this context, it is necessary to adopt accessible techniques or procedures for the underserved areas of the country, that do not have financial resources for the purchase of technology or human resources to enable the identification, as early as possible, of risk groups for hearing disorders. With the advance of technology, distance hearing screening methods are possible, working as facilitators in areas where there are no experts. Thus, the creation and validation of teleaudiology protocols are essential so that they can be used in routine health programs. Objective: To evaluate the efficacy and feasibility of the teleaudiometry, comparing it to the sweep audiometry, considering pure tone audiometry as the gold standard, in school children of the first cycle in elementary school. Method: 243 students participated in this study, 118 boys and 125 girls, mean age 8.3 years. The following procedures were performed: teleaudiometry screening with TDH39 headphones and software that automatically evaluates hearing at the frequencies of 1000, 2000 and 4000 Hz at 25 dBHL, sweep audiometry screening in acoustic booth (at the frequencies of 1000, 2000 and 4000 Hz at 20 dBHL) and hearing thresholds search using pure tone audiometry in acoustic booth (at the frequencies of 500, 1000, 2000 and 4000 Hz). Results: It was found that there is no association between normal and abnormal results in hearing tests and the gender variable. Of the 243 children who underwent pure tone audiometry, 195 had normal hearing thresholds. For the sweep audiometry, 209 children passed the screening, and 188 passed the teleaudiometry. Therefore, the diagnostic capacity of the screening methods was evaluated, verifying the following values: for teleaudiometry / sweep audiometry: sensitivity - 58% / 65%, specificity - 86% / 99%, positive predictive value - 51% / 91%, negative predictive value - 89% / 92%, accuracy - 81% / 92%. The teleaudiometry and the sweep audiometry showed moderate agreement using the Kappa coefficient. Furthermore, the diagnostic possibility of performing teleaudiometry in series or in parallel with imitanciometry was evaluated, indicating that the application of these methods in series improves specificity and the application of parallel testing improves sensitivity. Conclusion: Although the sweep audiometry presented higher sensitivity and specificity values, teleaudiometry showed reliability and feasibility as a hearing screening method in school children. Moreover, teleaudiometry has application advantages in remote areas, where specialized professionals and specific equipment are not available, which can reduce costs in hearing screening programs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MaineBotasso.pdf (2.31 Mbytes)
Data de Publicação
2014-08-18
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BOTASSO, M., SAMELLI, A. G. Teleaudiometria como método de triagem em escolares. In 6º Congresso Brasileiros de Telemedicina e Telesaúde, São Paulo, 2013. Anais do 6º Congresso Brasileiros de Telemedicina e Telesaúde., 2013. . : http://www.sustentabilidade.edm.org.br.
  • Sanches, Seisse Gabriela Gandolfi, et al. Estudo comparativo entre triagem auditiva imitanciométrica e emissões otoacústicas por transientes em escolares. In 27 EIA, Bauru, 2012. Anais do 27 EIA. : Academia Brasileira de Audiologia, 2012. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.