• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2012.tde-22062012-102142
Documento
Autor
Nome completo
Simone Quidicomo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Matas, Carla Gentile (Presidente)
Aburaya, Fernanda Cristina Leite Magliaro
Durante, Alessandra Spada
Título em português
Estudo da função auditiva em indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos a terapias antirretrovirais
Palavras-chave em português
Audiometria
HIV
Perda auditiva
Síndrome da imunodeficiência adquirida
Terapia anti-retroviral de alta atividade
Resumo em português
Introdução: A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ocorre devido presença do vírus HIV no organismo afetando o sistema imunológico, podendo deteriorá-lo, permitindo a manifestação de infecções oportunistas. Estas infecções podem acometer o Sistema Auditivo Periférico trazendo prejuízo à audição dos indivíduos infectados. A literatura aponta a avaliação da Audiometria em Altas Frequências como um preditor importante para as alterações deste sistema. Objetivo: Caracterizar as manifestações audiológicas em indivíduos com HIV / AIDS submetidos e não submetidos à terapia antirretroviral. Método: A avaliação audiológica foi realizada em 28 indivíduos do GPI com HIV/AIDS, submetidos à terapia antirretroviral; 24 indivíduos do GPII com HIV/AIDS, não submetidos à terapia antirretroviral e 45 indivíduos saudáveis do GC. Os exames audiológicos que compuseram esta pesquisa foram: Audiometria Tonal Convencional, Logoaudiometria, Audiometria em Altas Frequências, Medidas de Imitância Acústica. Resultado: Para as medidas de Imitância Acústica não houve diferença estatisticamente significante para os resultados obtidos entre os grupos, tanto para a Timpanometria, como para os Reflexos Acústicos. Observou-se também, que para os três grupos, a proporção de resultados normais para a Timpanometria é maior, enquanto para os Reflexos Acústicos, a maior proporção foi de resultados alterados. Os grupos GPI e GPII, compostos por indivíduos com HIV/AIDS apresentam alterações tanto na avaliação audiológica convencional, como em altas frequências. Em relação à Audiometria Tonal Convencional, na comparação entre os grupos, observou-se limiares auditivos mais elevados nas frequências de 250 Hz, 1000 Hz, 2000 Hz, 4000 Hz, 6000 Hz e 8000 Hz para os indivíduos com HIV/AIDS. No que diz respeito à Audiometria em Altas Frequências, os resultados obtidos demonstraram, também, limiares auditivos mais elevados em indivíduos com HIV/AIDS nas frequências de 10 KHz, 11,2 KHz, 12,5 KHz, 14KHz, 18 kHz e 20 KHz. Conclusão: Para as Medidas de Imitância Acústica, não foi observada diferença entre os três grupos. Indivíduos com HIV/AIDS apresentam mais alteração na Audiometria Tonal Convencional e na Audiometria em Altas Frequências quando comparados a indivíduos saudáveis, sugerindo, comprometimento do sistema auditivo periférico. Não houve diferença significativa entre indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos à terapia antirretroviral
Título em inglês
Study of hearing functions in individuals with HIV/AIDS submitted and not submitted to antiretroviral therapies
Palavras-chave em inglês
Acquired immunodeficiency syndrome
Antiretroviral therapy higly active
Audiometry
Hearing loss
HIV
Resumo em inglês
Introduction: Acquired Immune Deficiency Syndrome occurs as a result of the presence of the HIV virus in the body affecting the immunological system, potentially making it deteriorate, allowing the manifestation of opportunistic infections. These infections can attack the peripheral hearing system causing hearing damage to the infected individuals. Literature indicates High Frequency Audiometry as an important pointer to the alterations of the peripheral hearing system. Objective: To characterize the audiological manifestations in individuals with HIV/AIDS submitted and not submitted to antiretroviral therapy. Method: The audiological evaluation was carried out in 28 individuals of GPI with HIV/AIDS submitted to antiretroviral therapy; 24 individuals of GPII with HIV/AIDS not submitted to the antiretroviral therapy and 45 healthy individuals of GC. The audiological tests that make up this survey were: Conventional Tonal Audiometry, Speech Audiometry, High Frequency Audiometry and Acoustic Immitance Measures. Result: In the measurement of Acoustic Immitance, there was no statistically significant difference in the results obtained amongst the groups, for Tympanometry Test and for Acoustic Reflexes. It was also observed that for the three groups, the percentage of normal results for Tympanometry Test was higher, whilst for Acoustic Reflexes the higher percentage was of altered results.The groups GPI and GPII, formed by individuals with HIV/AIDS, presented alterations in the conventional audiological evaluation as well as in the high frequency one. With regards to the Conventional Tonal Audiometry, in the comparison amongst the groups, it showed higher audiometrics thresholds in frequencies of 250 Hz, 1000 Hz, 2000 Hz, 4000 Hz, 6000 Hz and 8000 Hz for individuals with HIV/AIDS. Regarding High Frequency Audiometry, the results also showed higher audiometrics thresholds in individuals with HIV/AIDS in frequencies of 10 KHz, 11,2 KHz, 12,5 KHz, 14KHz, 18 kHz and 20 KHz. Conclusion: There was no difference in the Measurements of Acoustic Immitance observed amongst the three groups Individuals with HIV/AIDS present more alterations in Conventional Tonal Audiometry and in High Frequency Audiometry when compared to healthy individuals which indicates a compromise on the peripheral hearing system. There was no significant difference between individuals with HIV/AIDS submitted and not submitted to antiretroviral therapy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SimoneQuidicomo.pdf (7.29 Mbytes)
Data de Publicação
2012-06-26
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • QUIDICOMO, SIMONE, and Matas, Carla Gentile. Estudo da função auditiva em indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos à terapia antirretroviral [doi:10.1590/s2317-64312013000100004]. Audiology - Communication Research [online], 2013, vol. 18, p. 10-16.
  • MAGLIARO, F. C. L., QUIDICOMO, S., e Matas, Carla G. Hearing in HIV/Aids adults submitted and not submitted to antiretroviral therapy. In Audiology Now!, Anahein, 2013. Program Now. : American Academy of Audiology, 2013. Resumo.
  • MATAS, C. G., e QUIDICOMO, S. Estudo da função auditiva em indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos a terapia antirretroviral. In EIA 27o. Encontro Internacional de Audiologia, Bauru, 2012. Anais do EIA 27o. Encontro Internacional de Audiologia.São Paulo : Academia Brasileira de Audiologia, 2012. Resumo.
  • QUIDICOMO, S., e Matas, Carla G. Estudo da função auditiva em indivíduos com HIV/AIDS submetidos e não submetidos à terapia antirretrovirais. In 28o Encontro Internacional de Audiologia, Salvador/BA, 2013. 28o Encontro Internacional de Audiologia.São Paulo : Academia Brasileira de Audiologia, 2013. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.