• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-10052010-150314
Documento
Autor
Nombre completo
Carolina Miyuki Suguimoto
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Tanaka, Clarice (Presidente)
Fu, Carolina
Pires, Raquel Simoni
Título en portugués
Protocolo clínico para avaliação de ajustes posturais antecipatórios: desenvolvimento e validação
Palabras clave en portugués
Avaliação
Biomecânica
Equilíbrio musculoesquelético
Estudos de validação
Fisioterapia (Especialidade)
Postura
Resumen en portugués
Introdução: A avaliação do controle motor é prática frequente na rotina fisioterapêutica, onde o fisioterapeuta avalia os ajustes posturais antecipatórios (APAs) e compensatórios. Os APAs, assunto deste trabalho, precedem perturbações posturais planejadas e as minimiza através de correções com a finalidade de manutenção da estabilidade. Está bem documentada na literatura a relação entre os APAs e desordens musculoesqueléticas. Entretanto o fisioterapeuta não dispõe de instrumentos adequados que sejam de fácil manuseio e de baixo custo até o presente momento; usualmente esta avaliação é feita através de estimativa visual. Essa estimativa, no entanto, é uma medida subjetiva; sua confiabilidade é questionada, pois apresenta baixos índices de concordância intra- e inter-examinadores. Objetivos: i) Desenvolver um protocolo de avaliação clínica para APA; ii) Validar este protocolo através da análise de concordância intra e inter-examinadores; iii) Determinar índice de confiabilidade através da comparação das respostas dos examinadores com dados cinemáticos provenientes do software Ariel Posture Analysis System (APAS) como padrão ouro, e; iv) Determinar uma pontuação para o protocolo proposto com base em dados cinemáticos. Metodologia: Marcadores esféricos foram posicionados em 9 proeminências ósseas do lado direito de 19 sujeitos jovens, do sexo feminino, saudáveis e sem algias (aqui denominado Grupo Avaliado). Os sujeitos foram filmados, sendo requisitados a inclinar o corpo anterior e posteriormente utilizando somente o tornozelo. As imagens foram coletadas usando-se uma câmera do lado direito do sujeito para captação de movimento no plano sagital. Dos vídeos foram feitas fotografias de 3 momentos distintos: 1) postura inicial, 2) máxima inclinação anterior e 3) máxima inclinação posterior. Esses 3 momentos foram avaliados por 3 grupos de 3 examinadores cada para determinação de concordância interexaminador. Os Grupos Examinadores: GE1) grupo de fisioterapeutas sem especialização em postura e sem protocolo; GE2) grupo de fisioterapeutas com especialização em postura e sem protocolo; e GE3) grupo de fisioterapeutas sem especialização em postura com protocolo. A avaliação foi repetida após 15 dias para análise da concordância intra-examinador. Os vídeos foram analisados em modo 2 dimensões (2D) utilizando-se o software APAS para validar o protocolo com dados cinemáticos. Após coleta de dados foi determinada uma pontuação para o protocolo proposto para viabilizar seu uso. Resultados: Valores Kappa por segmento (tornozelo, joelho, pelve 1 em antepulsão / retropulsão e pelve 2 em anteversão / retroversão e tronco superior) para concordância intra-examinador (p<0.001): GE1 = pobre - moderada; GE2 = moderada substancial, e GE3 = quase perfeita. Concordância Inter-examinadores (p<0.001): GE1 = fraca - moderada; GE2 = moderada substancial, e GE3 = quase perfeita. Valores percentuais para concordância com análise cinemática para GE1, GE2 e GE3 foram respectivamente (p<0.001): 28%; 67,3% e 91,2% para tornozelo; 29,2%; 37,4% e 69,6% para joelho; 18,1%; 46,8% e 82,5% para pelve 1; 36,8%; 86,0% e 88,9% para pelve 2; e, 22,8%; 44,4% e 91,2% para tronco superior. Conclusão: O protocolo proposto para avaliação do APA apresentou concordância perfeita e quase perfeita para concordância intra- e inter-examinadores e alto índice de confiabilidade ao ser comparado com um padrão ouro de análise cinemática
Título en inglés
Clinical protocol for assessment of anticipatory postural adjustments: development and validation
Palabras clave en inglés
Biomechanics
Evaluation
Musculoskeletal equilibrium
Physical therapy (Specialty)
Posture
Validation studies
Resumen en inglés
Evaluating motor control is a recurrent practice in physiotherapeutic routine, in which physiotherapist analyzes anticipatory postural adjustments (APAs) and compensatory postural adjustments (CPAs). APAs, subject of interest, precede planned postural perturbation and minimized them through corrections to maintaining the stability. It is known the relationship between postural adjustment and musculoskeletal disorders. However, proper tools to assess postural adjustments easy handling and low cost are not available yet; up to this moment evaluation is done by direct observation. A comprehensive examination is limited with high examiners variability. Functional diagnoses and the baseline for further follow-up are not well established. Objectives: 1. Develop a protocol to evaluate APAs. 2. Validate this protocol through intra- and inter-rater agreement analysis; 3. Determine agreement between data from raters with kinematic data from software Ariel Posture Analysis System (gold standard), and; 4. Determine a score for the proposed protocol based in kinematic data. Methods: spherical reflective markers were placed in nine landmarks on the right side of 19 able-bodied participants (Group Assessed) who were bending forward and backward over the ankle (APAs). Images were collected using a camera on the right side of the participant to capture movements in sagital plane. From the video, 3 frames were selected: 1) initial posture, 2) maximum anterior bending, and 3) maximum posterior bending. These frames were evaluated by three groups with three physiotherapist each (Group Examiner), for inter-rater agreement analysis: GE1) no posture specialization and no protocol; GE2) posture specialization and no protocol; and GE3) no posture specialization and protocol. Evaluation was repeated after 15 days to verify intra-rater agreement. The videos were analyzed in 2 dimensions (2D) mode using the software Ariel Posture Analysis System to validate the protocol with kinematic data. After the data collection, a score was determined for the proposed protocol to enable its use. Results: Kappa values by segments (ankle, knee, pelvis in antepulsion / retropulsion, pelvis in anteversion / retroversion and trunk) for intra-rater agreement (p<0.001): GE1 = poor - moderate; GE2 = moderate - substantial and GE3 = almost perfect. Inter-rater agreement (p<0.001): GE1 = fair - moderate; GE2 = moderate substantial, and GE3 = almost perfect. Percentage Values for agreement to kinematic analysis (p<0.001): Ankle: GE1 = 28%; GE2 = 67,3%; GE3 = 91,2%. Knee: GE1 = 29,2%; GE2 = 37,4%; GE3 = 69,6%. Pelvis1: GE1 = 18,1%; GE2 = 46,8%; GE3 = 82,5%. Pelvis2: GE1 = 36,8%; GE2 = 86,0%; GE3 = 88,9%. Trunk: GE1 = 22,8%; GE2 = 44,4%; GE3 = 91,2%. Conclusion: Protocol revealed high agreement intra and inter-rater and high correlation with kinematic data from software APAS when compared using the protocol
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-05-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.