• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-11122007-161633
Document
Auteur
Nom complet
Tatiana de Andrade Jardim
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2007
Directeur
Jury
Lancman, Selma (Président)
Mângia, Elisabete Ferreira
Uchida, Seiji
Titre en portugais
Morar e trabalhar na comunidade: a realidade dos agentes comunitários de saúde
Mots-clés en portugais
Condições de trabalho
Pesquisa Qualitativa
Pessoal de saúde
Princípio do prazer-desprazer
Programa de saúde da família
Saúde do trabalhador
Terapia Ocupacional
Resumé en portugais
INTRODUÇÃO: O Agente Comunitário de Saúde (ACS) é o elo entre a comunidade e o sistema de saúde no Programa Saúde da Família. Seu trabalho é pautado no contato direto com a comunidade local e se configura como a possibilidade de comunicação e de acesso desta aos serviços de saúde. É o único profissional da área de saúde que tem como um requisito profissional residir na comunidade onde trabalha. A pesquisa objetivou conhecer aspectos subjetivos do trabalho dos agentes comunitários de saúde relacionados ao morar e trabalhar na mesma comunidade. MÉTODO: Foi desenvolvida uma análise de conteúdo dos documentos - Relatório da Análise Psicodinâmica do Trabalho realizada com os Agentes Comunitários de Saúde da região de Pirituba/São Paulo - e - Anotações das sessões de grupo. Primeiramente, realizou-se a leitura flutuante seguida por análises estruturais para identificar categorias significativas aos objetivos da pesquisa. Como referencial teórico para a interpretação dos resultados utilizou-se a teoria da Psicodinâmica do Trabalho. RESULTADOS: Os resultados foram apresentados nas seguintes categorias: 1. Processo de construção da credibilidade e as relações de trabalho: ACS e usuário; 2. Credibilidade versus invasão da privacidade dos moradores da comunidade; 3. Privacidade do ACS e sua família; 4. Relação com a comunidade e com o serviço de saúde como morador da região; 5. Construção de uma ética: foco na privacidade do usuário; 6.Fronteira trabalho versus militância (voluntarismo). CONCLUSÕES: Concluímos que os agentes vivenciam sofrimentos no trabalho decorrentes de pertencerem à mesma comunidade na qual desempenham seu papel profissional. Tal sofrimento decorre, principalmente da impossibilidade de flexibilização da organização do trabalho no que se refere à obrigatoriedade de residir na região. Há uma contaminação do tempo do não trabalho de ordem psíquica e física (espacial).
Titre en anglais
Inhabitating and working at the same community: the reality of the community health agent
Mots-clés en anglais
Health personal
Occupational health
Occupational therapy
Pleasure-pain principles
Qualitative research
Work conditions
Resumé en anglais
INTRODUCTION: The Community Health Agent (ACS) is the link between the community and the health system in the Program of Health of the Family. His work is outlined on the direct contact with the local community and configures itself as a possibility of communication and access to the health services. He is the sole worker of the health staff that has as a professional requirement to inhabit in the community where he works. The objective of the research was to to be acquainted with the subjective aspects of the work of the community health agent related to the fact of living and work in the same community. METHODS: Was developed an analyses of the content in the following documents 'Report of the Analysis of the Psychodynamic of the Work with ACS of Pirituba/São Paulo' and 'Notations of the group sessions'. A naïve reading of documents notes was primarirely performed. This was followed by a structural analyses to identify the categories with meaningful connections to the research objeticves. The theory of the Psychodynamic of the Work was the theoretical referencial used to interpret the results of the research. RESULTS: It had been presented in the following categories: 1. Construction of the credibility and the relations of work: ACS and users; 2. Credibility versus privacy invasion of the inhabitants of the community; 3. Privacy of the ACS and his family; 4. Relation with the community and the health service as resident of the region; 5. Construction of an ethics: focus in the user's privacy; 6. The bounderies of working and militancy (voluntarism). CONCLUSIONS: We concluded that those workers experienced deeply work's sufferings decurrent to the fact of belonging to the same community to which they perform their professional role. The suffering elapses mainly from the impossibility of flexibilization of the work organization with respect to the obligation of inhabitating in the same area. This requirement produces a phisical (spacial) and psychic contamination.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2008-01-17
 
AVERTISSEMENT: Le matériau se réfère à des documents provenant de cette thèse ou mémoire. Le contenu de ces documents est la responsabilité de l'auteur de la thèse ou mémoire.
  • GONÇALVES, Rita Maria de Abreu, et al. An ergonomic approach to reorganize parking inspection agents' work productivity, health and safety in São Paulo, Brazil. Work (Reading, MA), 2010, vol. 36, p. 345-353.
  • JARDIM, Tatiana Andrade, e LANCMAN, Selma. Aspectos subjetivos do morar e trabalhar na mesma comunidade: a realidade vivenciada pelos agentes comunitários de saúde. Interface (Botucatu. Impresso), 2009, vol. 13, p. 123-135.
  • LANCMAN, Selma, SZNELWAR, Laerte, e JARDIM, Tatiana Andrade. Sofrimento psíquico e envelhecimento no trabalho: Um estudo com agentes de trânsito. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, 2006, vol. 17, p. 129-136.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.