• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-25052010-183256
Documento
Autor
Nome completo
Teresa Cristina Francischetto Travaglia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Fu, Carolina (Presidente)
Yamauchi, Liria Yuri
Caromano, Fátima Aparecida
Título em português
Ventilação não invasiva na prática clínica de um hospital terciário de grande porte: características demográficas, clínicas de fatores relacionados ao desfecho de pacientes internados em UTI
Palavras-chave em português
Epidemiologia
Estudos de coortes
Respiração artificial
Resultado de tratamento
Unidades de terapia intensiva
Ventilação não-invasiva
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A ventilação não invasiva (VNI) tem sido amplamente utilizada na prática clínica para o tratamento de insuficiência respiratória aguda (IRpA) e crônica. OBJETIVO: Observar longitudinalmente a rotina da utilização da VNI e estimar o seu impacto sobre os desfechos dos pacientes internados em UTI. METODOS: Estudo de coorte prospectivo de pacientes admitidos consecutivamente em 10 UTIs de um grande hospital público universitário. Durante 9 meses, foram estudados todos os pacientes com idade >= 18 anos, submetidos a VNI durante a permanência na UTI. RESULTADOS: Um total de 392 pacientes foram incluídos. A média (DP) de idade foi 56 (19) anos e 55% eram do sexo masculino. A média (DP) escore SAPS II foi de 36 (14). As indicações de VNI foram: pós-extubação (44%), IRpA (27%), fisioterapia respiratória(18%). A média do IPAP e do EPAP no último dia da VNI foi de 14 cmH2O e 8,8 cmH2O, respectivamente. A máscara facial foi utilizada em 93% dos casos e a máscara facial total em apenas 6%. A incidência de pneumonia foi de 5%. No desfecho do estudo, foi observado falência da VNI em 35% dos casos, taxa de mortalidade em 25% e o tempo de internação na UTI com uma mediana de 10 dias. CONCLUSÕES: A VNI pode ser bem sucedida se usada em pacientes selecionados. Muitos fatores foram associadas ao fracasso NIV: idade, SAPS II, IPAP, EPAP e valores FiO2 no último dia da VNI e presença de tosse e da necessidade de aspiração traqueal. A taxa de mortalidade e tempo de UTI foi maior no grupo que fracassou na VNI.
Título em inglês
Non invasive ventilation in clinical pratice in a large tertiary hospital: demographical characteristics, clinics, and factors related to the outcome of patients in ICU
Palavras-chave em inglês
Artificial ventilation
Cohort study
Epidemiologic
Intensive care unit
Noninvasive ventilation
Outcome
Resumo em inglês
CONTEXT: Noninvasive ventilation (NIV) has been widely used in clinical practice in order to treat acute or chronic respiratory failure. OBJECTIVE: To observe the routine use of NIV and estimate the outcomes of this population. METHODS: A prospective cohort study of consecutively admitted patients in 10 ICUs of a large public university affiliated hospital. Over a 9 months period, we studied all patients with age >= 18 years, submitted to NIV during ICU stay. RESULTS: A total of 392 patients were included in this study. The mean (SD) age was 56(19) years, and 55% were males. The mean (SD) SAPS II Score was 36 (14). NIV indications were: post extubation (44%), acute respiratory failure (ARF)(27%), and chest physiotherapy (18%). The mean IPAP and EPAP at the last day of NIV was 14 cmH2O and 8.8 cmH2O respectively. The full face mask was used in 93% of cases, only 6% used total face mask. The incidence of pneumonia was 5%. The NIV failure rate was 35%, ICU mortality rate 25% and the median ICU stay 10 days. CONCLUSIONS: NIV can be successful in selected patients. Many factors were associated to NIV failure: age, and SAPS II, IPAP, EPAP and FiO2 values at the last day of NIV and presence of cough and the need for tracheal aspiration. Mortality rate and ICU length of stay were higher in NIV failure group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.